Como os cães suam?

como os cães suam

Com a chegada do verão, tanto pessoas como animais devem se precaver das altas temperaturas e da exposição ao sol, sobretudo em determinadas horas do dia. Em lugares não muito frescos e pouco confortáveis, o mais provável é que a transpiração nos invada, mas não a eles. Talvez você se interesse em saber como os cães suam.

Os humanos e os cães transpiram de forma diferente

exercicios-para-cães-sedentarios

O fato de suar é imprescindível para manter a temperatura corporal regulada. Para seres humanos, a temperatura média é de 37 °C. A dos cães oscila entre os 38 °C e os 39 °C.

Entretanto, os mecanismos que os cães têm para regular a temperatura não são tão eficazes como os das pessoas. Por isso, se não extremarmos os cuidados, é provável que eles estejam expostos a uma insolação que, muitas vezes, pode ser mortal.

De qualquer forma, o calor provocado pela falta de chuva não é a única causa que pode levar o seu peludo a ter este problema. O exercício intenso ou ficar trancado em lugares sem ventilação (por exemplo, em um automóvel), podem causar uma insolação no animal em qualquer época do ano.

Você sabe como os cães suam? Diferente das pessoas, estes mamíferos não têm glândulas sudoríparas distribuídas ao longo de seus corpos. Entretanto, eles transpiram pelas almofadinhas de suas patas e eliminam o calor através de sua boca. É por isso que, muitas vezes, ofegam, colocam a língua para fora, respiram mais depressa e inclusive babam.

Conheça alguns detalhes de como os cães suam

Diferentemente dos humanos, os cães carecem de glândulas sudoríparas distribuídas ao longo de seus corpos. Em parte, transpiram através das almofadinhas de suas patas. É por isso que, quando as temperaturas sobem, eles deixam seus rastros úmidos pelo chão.

Mas as almofadinhas, além de amortecerem seus passos, ajudam os peludos a se manterem isolados das temperaturas do chão, contribuindo também desta forma para regular a temperatura corporal.

Do mesmo modo, os cães se utilizam de outras ferramentas para expulsar o calor. Por exemplo, através de sua face, de suas orelhas e, sobretudo, de sua boca. Por isso a animal ofega, coloca a língua para fora, respira mais depressa e inclusive baba.

A respiração ofegante: uma forma que os cães têm de regular a temperatura corporal

Quando a temperatura se eleva, o corpo do cão reage enviando sangue quente para a língua, isto faz com que as glândulas salivares eliminem o calor através da umidade.

Além disso, o sangue que circula através do focinho e da boca do peludo chega mais fresco em seu cérebro, algo que contribui para que o processo de regulação da temperatura se cumpra de maneira efetiva.

A evaporação que provoca a respiração ofegante faz com que os peludos percam muito líquido. Por isso é fundamental que estes bichinhos sempre tenham à disposição uma boa quantidade de água fresca.

Os cães e a insolação

proteger-cão-insolação

Agora que você já sabe como os cães suam, vamos recordar algumas medidas para prevenir a insolação. Tome nota:

  • Não passeie e nem faça com que seu cão se exercite em horas em que as temperaturas estão muito elevadas.
  • Evite que o peludo se exponha ao sol quando as temperaturas estiverem muito altas.
  • Se o seu peludo está acostumado a passar muito tempo no quintal, varanda ou terraço, garanta que ele tenha suficiente sombra e bebedouros com água bem fresca.
  • Dentro da casa, procure fazer com que ele fique em locais ventilados e confortáveis.

Leve em conta que as raças braquicéfalas como o Pug, o Buldogue e o Chihuahua  correm mais riscos de sofrerem uma insolação por causa de suas particularidades anatômicas (cães de focinho chato). Além disso, os filhotes, os animais idosos e aqueles que estão acima do peso também estão mais expostos a isso.