Como passear com um cão: Os primeiros passeios

Quando você decide adotar um novo animal de estimação, é normal que se decida por um filhote. Há animais que ficam o dia todo em uma gaiola, como hamsters, coelhos e papagaios, animais que ficam soltos pela casa, como gatos, e animais que devem ser levados para passear ao ar livre várias vezes por dia. E, este é o caso dos cães. 

No entanto, não se deve expor, de repente, um cachorro à rua, de forma inexperiente e despreparada. Os cães devem ser vacinados e educados antes de serem levados para passear na rua.

Então, aqui estão algumas dicas sobre a melhor forma de gerir os primeiros passeios de um cão.

O que devo levar para passear com o meu cão?

Levar o cachorro para passear é um elemento fundamental para a socialização, exercício e educação. Em primeiro lugar, você deve levá-lo tantas vezes quanto for possível, até que ele aprenda a controlar suas necessidades fisiológicas.

Uma vez que ele tenha aprendido, você deve levá-lo novamente umas três vezes por dia e fazer caminhadas mais longas uma vez por semana, pelo menos.

O que devo saber antes de sair para uma caminhada pela primeira vez?

Dicas para ir passear com o seu cachorro

Para sair com o seu novo cão para passear, pela primeira vez, ele deve ter pelo menos 3 meses e ser vacinado. Toda vez que você sair com ele, você deverá colocá-lo na coleira, uma vez que ela é muito importante para controlar os cães na rua, jardins e áreas comuns.

Além disso, ele deve saber como responder a comandos básicos de “senta”, “aqui” “junto” e “quieto”.

“Junto” é uma ordem básica para andar na rua com o seu cão. O animal deve caminhar com a cabeça próxima ao nosso joelho e se acostumar com as variações de velocidade.

É o dono que deve definir a velocidade do cão, e não o contrário.

Caso contrário, o cão estará fora de controle, tornando impossível levá-lo para passear. Andar com a coleira é um exercício fundamental. Para começar, devemos acostumar o filhote a estar com a coleira em casa.

Uma vez acostumado, você tem que levá-lo para um local sem muitas distrações e fazê-lo seguir do lado esquerdo junto ao seu joelho, utilizando a corrente e forçando o cão a voltar para você quando necessário, para evitar que o filhote siga na frente.

Como posso ensinar o meu cachorro a sair na rua?

Como ensinar um cachorro a passear corretamente

Para começar a educação do cão, os membros do grupo familiar devem concordar com a linguagem a ser usada com o cão e todos devem usar a mesma, isto é; usar uma linguagem comum.

Cada pedido é atribuído com apenas uma palavra. Cães não entendem sinônimos. A segunda é a comunicação não-verbal, especialmente o tom de voz e o toque.

A voz deve ser firme e séria e expressar autoridade. Uma voz aguda ou insegura pode enervar o cão e faze-lo desobedecer.

As carícias podem significar coisas diferentes, dependendo de onde ela é feita. Uma carícia na cabeça expressa autoridade, no pescoço é uma carícia amorosa e ao longo do pescoço um elogio do professor para o aluno, o que incentiva o animal, na barriga a carícia tranquiliza o filhote.

É importante usar os comandos adequados para não confundir o cão, mas se bem utilizados, ele vai se sentir amado e obedecer aos donos.

No geral, as ordens para os cães devem ser curtas e concisas. Para viabilizar o treinamento do cão, o treino deve ser diário e constante.

Deve demorar de 10 a 15 minutos por dia, para que ele não se canse, mas não deve haver dias sem prática até que o cão esteja treinado em tudo.

Para a educação de seu filhote ser consistente, não se deve passar para o próximo exercício até que ele tenha aprendido o primeiro, embora entediante, é melhor terminar a sessão com um exercício fácil de se executar ou com um que ele já domine, para não deixar nenhuma sensação de fracasso.

Temos também de ser justos com o cão, e brincar com ele depois de cada sessão e não punir injustamente ou desnecessariamente durante as sessões.