Como posso motivar o meu cachorro a aprender?

Ensinar um cachorro a ser obediente, a aprender um comando ou um comportamento, pode ser uma tarefa difícil. Especialmente, se o animal não está muito a fim de aprender. Pois bem, existem métodos que podem motivar o nosso animal de estimação e fazer com que ele aprenda mais rápido.

Independente do fato de se tratar de um adestramento profissional ou de um caseiro, o animal deve querer aprender. No entanto, isso nem sempre acontece de forma natural. Para isso, é essencial a motivação.

Motivar um cachorro a querer aprender

treinar-o-seu-bichinho

Dependendo do cachorro, as coisas que chamam a sua atenção serão diferentes. É fundamental saber o que é que chama a atenção do nosso cachorro e usar isso como ferramenta para conseguir alcançar o objetivo de motivar a sua aprendizagem.

A motivação canina é a fusão de duas forças, a força interna do cão e a força externa, ou seja, a meta. A força interior impulsiona o cão e a força exterior dá o empurrão para seguir em frente.

Parte importante: o equilíbrio

É necessário que a meta seja mais atraente para o cão que outros estímulos ao redor dele. No entanto, é importante equilibrar a força interna, quer dizer, o impulso, com a força externa, isto é, a meta.

Se o impulso do animal for forte com relação à meta, a força do objetivo poderá ser mais fraca ou vice-versa. Manter altos os dois níveis de força, tanto interior quanto exterior, pode dificultar a aprendizagem. Mas, se eles estiverem no mesmo nível, é possível que tudo fique mais fácil.

Reforço positivo

Para que o animal aprenda um comportamento ou uma ordem, não há nada melhor do que usar algo que ele goste para chamar sua atenção. Por exemplo, se quisermos que o animal venha até nós, ele obedecerá mais facilmente se oferecermos algo que seja do agrado dele, como uma guloseima, por exemplo.

Esse é o método de aprendizado que tem apresentado os melhores resultados ao longo dos anos.

Habilidade, atitude e impulsividade

A habilidade é algo inato ao cão. É a sua capacidade de fazer algo, e se aperfeiçoa através da atitude. Já a impulsividade é representada pela motivação. Existem vários tipos de impulsos:

  • De carregar a presa
  • De comida
  • De matilha
  • De defesa
  • De brincadeira

Esses impulsos, todos os cachorros trazem “de fábrica” e podemos brincar com eles para que sirvam como reforço à motivação. Por exemplo, se quisermos que o animal nos traga um objeto, podemos usar o instinto de presa.

Frustração e estresse

treinando-um-pastor-alemao

Os animais também se frustram quando não conseguem o que querem. Os cães sofrem de estresse quando se esforçam muito em alguma coisa e não conseguem alcançar o seu objetivo. Para ajudá-los a não passarem por isso, é preciso adestrar o animal, estabelecendo desafios para ele e situações difíceis para que, pouco a pouco, vá superando os seus problemas.

Por isso, é importante que as provas sejam variadas, compreendendo as capacidades de nosso cão e estabelecendo provas e desafios de acordo com essas capacidades.

Proteger demais nosso cão pode fazer com que ele se torne fraco, muito dependente e que sofra problemas de comportamento. Por isso, desde filhote, é preciso estabelecer regras e rotinas, como por exemplo, a aprendizagem e os desafios.

Desse modo, o animal saberá que pode contar com o seu carinho, mas que você também espera todos os dias mais dele. Transmita ao seu cãozinho o seu amor, mas também a confiança de que poderá conseguir os objetivos que desejar.

A situação mais estressante para um animal é aquela na qual ele não tem controle, e em que não pode prever o que vai acontecer.

Conheça bem o seu cão

É importante saber quais são as habilidades que o seu bichinho tem e o que ele gosta, para poder motivá-lo em tudo que estiver relacionado ao adestramento. Por exemplo, um cão de raça de pastoreio terá mais facilidade para perseguir algo, embora seja importante ter que levar em consideração cada cãozinho.

Portanto, siga esses conselhos para motivar o seu cachorro, e nunca se esqueça de ter uma boa dose de paciência, de perseverança e de carinho com o seu animalzinho.