Como prevenir a gripe no cão

Assim como acontece com os humanos, as mudanças do clima interferem nos nossos animais de estimação, fazendo com que fiquem resfriados ou até mesmo que peguem uma gripe. Embora não sejam doenças graves, não é nada agradável para um cão se sentir doente. Por isso, é importante saber como prevenir esses problemas.

Existem várias atitudes que você pode tomar a fim de que o seu cão não pegue uma gripe. Neste artigo, iremos tratar do por que um cão pode ficar gripado, como prevenir a enfermidade e quais são os seus sintomas. Vamos começar pelos sintomas.

Sintomas da gripe nos cães

Existem diversos vírus que podem levar o cão a pegar uma gripe ou um resfriado. O mais comum e contagioso é o vírus da parainfluenza. Entretanto, existem alguns casos de transmissão pelo Adenovirus tipo 2, que é o causador da tosse dos canis.

No entanto, em ambos os casos, independentemente do vírus causador da gripe, os sintomas são os mesmos. São eles:

enfermidades

  • Espirro. O seu cão pode espirrar por diversas razões, pois, assim como os humanos, qualquer molécula de poeira, pimenta ou outra substância podem fazer com que ele espirre. Não obstante, quando eles se tornam repetitivos são um sintoma de gripe ou de resfriado.
  • Catarro. Sim, é isso mesmo. Os cães também soltam catarro quando estão resfriados ou com gripe. A diferença é que o catarro parece uma espécie de água que cai pelo seu focinho, mas ele é extremamente incômodo para o animal. Preste atenção para ver se o catarro contém sangue, pois pode ser um sinal de um problema mais grave. Se isso acontecer, não hesite nem um segundo em levá-lo ao veterinário.
  • Tosse e dificuldade de respirar. Observe o seu cão e tente perceber se ele está tendo problemas para respirar, se você escuta um leve ruído na sua respiração e se ele anda tossindo. A tosse, às vezes, devido à força que o animal tem que fazer, pode causar vômitos. Os olhos lacrimejando e congestionados também podem ser sinais de uma gripe.
  • Dor de cabeça e mal-estar em geral. Esses também são sintomas muito fáceis de serem reconhecidos, já que o cão irá passar o dia todo deitado e sem vontade de fazer nada, com um olhar triste. É provável também que ele perca o apetite. Uma boa técnica para solucionar isso é molhar a sua comida com água morna.
  • Febre. Ela pode ser facilmente diagnosticada tocando no seu focinho. Se estiver soco e muito quente, é sinal de que o seu animal está com febre. Ela não deve durar mais de dois de dias. Se depois desse tempo ela persistir, procure um veterinário.

Como prevenir a gripe no seu cão

Como você já deve ter percebido, os sintomas que o seu animal irá apresentar se estiver com gripe não são nada agradáveis. Por isso, é importante que você aprenda a prevenir esta doença.

doenças

Uma das melhoras maneiras de prevenir a gripe canina é vacinando o animal contra ela. Sim, a vacina para gripe nos cães existe e é muito eficiente para preveni-la.

É muito importante observar a higiene dos ambientes que o seu cão tem costume de frequentar, pois a gripe canina é muito contagiosa. Por isso, se outros cães que vão junto com o seu cão ao parque, ao veterinário ou a outros lugares estiverem gripados, é muito provável que eles contagiem o seu animal de estimação.

Ela só poderá ser passada de cão para cão. Portanto, não se afaste ou afaste as crianças do seu animal por medo de serem contaminados. Lembre-se de que, quando estamos doentes, precisamos de mais carinho.

Tenha em mente que o frio pode ser o denominador comum para que o seu cão contraia gripe, portanto, mantenha o seu animal bem quentinho quando chegar a época do inverno e, se você der banho nele em casa, use água quentinha e seque-o o máximo que puder.

Não é difícil prevenir essa doença canina e muito menos cuidar do seu animal quando estiver gripado. Com um pouco de atenção, mimos e carinho, tudo é possível. Eles pedem tão pouco para nós…