Como socializar um gato

Os gatos têm a péssima fama de serem animais ariscos e mal-humorados. É por isso que muitos pensam que é difícil ensinar um felino a se socializar, porque seu comportamento é algo que ele traz nos genes. Esse pensamento pode até ser verdade, mas ajudar um gatinho a ser mais sociável não é impossível.

Neste artigo, abordaremos esse tema para que você ensine o seu gatinho desde pequeno a socializar e possa ter um bicho de estimação agradável e simpático com todos.

Ensinando um gato a socializar

Seguindo alguns passos simples, você poderá ensinar o seu gato a socializar com outros gatos, outros animais e até com pessoas. Se você quer ter um gato que encante a todos, continue lendo e coloque em prática todas as nossas sugestões.

filhote_gato_sendo_acariciado_grama

Encontrar um espaço apropriado

Os gatos são muito conhecidos pela sua curiosidade. Quando eles chegam em casa e os deixamos livres para andar por todos os lugares, não estamos contribuindo em nada com o nosso objetivo. Por isso, quando o nosso novo amigo chegar, o melhor é deixá-lo em um espaço reduzido, mas adequado ao seu tamanho.

Pode ser o quintal, o terraço ou, se você não tiver um espaço desses em casa, pode ser a sala em que você sempre está para que ele não se sinta isolado, mas sem dar acesso ao restante dos cômodos. Conforme ele vá crescendo e o tempo vá passando, o espaço permitido para ele pode ir aumentando gradativamente.

Como atrair o gato

Ainda que a ideia de dar comida ao gato não seja muito ruim, se o animal associa nossas mãos somente a isso, oferecer alimento, não estamos ganhando o seu carinho, mas sim comprando o seu afeto, e por poucos instantes.

Portanto, o gato deve nos enxergar como amigos, por dar a ele carinho e amor, ainda que não seja uma tarefa fácil no começo, pois sua personalidade independente não permitirá que ele se aproxime de você muito rapidamente.

Para conhecer o animal é importante observar o seu comportamento, assim como sua linguagem corporal, descobrindo como ele reage ante nossos gestos e, desse modo, percebendo do que ele gosta ou não.

Dicas para se aproximar do gato

Aproximar-se de um animal diretamente nunca é recomendável, muito menos no caso de um gato. Ele pode interpretar essa aproximação como um ato agressivo, respondendo da mesma forma. Por isso, o ideal é que, antes de nos aproximarmos do bichano, andemos um pouco ao redor dele para que se acostume com a nossa presença.

Brinque com o seu felino

As brincadeiras são parte fundamental da vida de um gato e serão de grande ajuda para ensiná-lo a ser mais sociável. É importante ter um horário marcado para as atividades lúdicas, pois os jogos o ajudarão a manter-se relaxado e a aceitar com mais humor qualquer mudança.

Se o gato sentir que nem tudo está sob seu controle, sempre estará em alerta e, portanto, apresentará um comportamento antissocial.

gatinho_filhote_bola_travesseiro

Por isso é importante que você brinque com o seu felino, fale com ele e dê mimos todos os dias. Quando o gato estiver acostumado com essa rotina, poderá introduzir outras pessoas nas brincadeiras, uma de cada vez.

Mais para frente, poderá convidar para a brincadeira um outro gato ou até um cão. Dessa forma, desde pequeno o animal ficará acostumado a estar perto de outros, sejam animais ou pessoas, e será um bichano simpático e carinhoso quando crescer.

Quanto tempo leva para socializar o nosso gato?

Não é bom manter expectativas muito altas a esse respeito, já que cada gato é único e será necessário muito tempo, paciência e esforço para socializá-lo.

Alguns gatos são mais tímidos por natureza ou mais ariscos, mas isso não quer dizer que seja impossível ensiná-los. Se você se esforçar e der todo o seu amor e empenho, conseguirá antes que se dê conta.