Como treinar um gato para passear com coleira

Gato de coleira

Se você decidiu levar seu gato para passear com coleira é necessário levar em conta uma coisa óbvia: gatos não são como cães. Por isso, antes de conseguir realizar essa tarefa com facilidade, será necessário um tempo para que seu gato se adapte à novidade. Para que sua missão seja um sucesso, neste artigo vamos mostrar como treinar seu animal.

Dicas para treinar seu gato para passear com coleira

Gato com coleira

  • Consulte seu veterinário. Antes de dar o resto dos passos é melhor comentar seu projeto com um profissional qualificado para avaliar sua proposta. Ele poderá te assessorar e, além disso, indicar se é necessário que seu gato receba algum tipo de vacina ou tratamento preventivo agora que vai explorar o mundo.
  • Escolha a coleira. Compre uma que seja específica para gatos. Nesse caso, a coleira deve ser colocada na parte das costas do gato. Vá a uma loja especializada para conseguir boas orientações.
  • Familiarize-o com a coleira. É um erro apenas colocar a coleira e não respeitar a reação do animal já que este animal é desconfiado por natureza. Coloque a coleira e deixe o animal perto de você para que ele vá se familiarizando antes de levá-lo para passear na rua com a coleira. Do contrário, o animal poderá te arranhar e ficar irritado.
  • A coleira. As primeiras vezes que você usar a coleira presa ao arnês, sentirá que seu gato ficará tenso, assim comece pouco a pouco. Primeiro coloque e deixe-a solta, mas vigiando todos os momentos para que ele não se embole. Depois, dê um pequeno passeio de poucos minutos e volte a deixar o gato solto para que ele relaxe.
  • Coloque o arnês e a coleira adequadamente. Seja paciente. Deixe que seu gato cheire a coleira, que já estará impregnado com seu cheiro e depois coloque sem incomodá-lo em excesso. Em primeiro lugar, coloque sobre os ombros do animal e deixe que desça pelo peito até chegar às patas dianteiras. Retire a coleira. Faça isso várias vezes. Volte a repetir a operação, mas desta vez ajuste a coleira totalmente, deixando uma separação de dois dedos entre o coleira e a pele de seu gato, mas não mais que isso. Quando você terminar, recompense seu bichinho. Não o leve para passear nesse momento. Use a coleira e permita que ele se acostume dentro de um entorno seguro para ele, como o seu lar
  • Ensine quem manda.  Nesse momento é importante que o animal tenha claro que a coleira esta sob seu controle. Corrija a direção do animal várias vezes. Essa fase do treinamento deve durar o tempo que seu animal vai requerer para ser capaz de suportar a situação sem ficar agressivo ou ansioso. O melhor é, nos primeiros dias, deixar a coleira poucos minutos com o animal. Você deve ir aumentando o tempo pouco a pouco até chegar o momento em que o animal ficará o passeio todo com a coleira. 
  • Prêmios.  Depois de colocar a coleira como enquanto está com ela e ao retirar, premie o bom comportamento do seu bichano. Você pode fazê-lo com um petisco ou simplesmente com carícias e palavras de aprovação.

Gato comendo

  • Escolha o dia. Chegando nesse ponto, não há pressa. Já sabe como colocar o arnês, a coleira e premiar o bom comportamento. Já está quase pronto para levar seu gato para passear com uma coleira. Só está faltando mais um passo: escolher o dia adequado. Não escolha um dia em que seu animal de estimação esteja alterado nem, logicamente, um dia em que você esteja muito nervoso. Escolha um dia em que os dois estejam relaxados. Procure, além disso, que o clima seja bom. Não faça num dia de chuva nem em um dia de muito calor.
  • Chegou o dia. Coloque a coleira, respire fundo e leve seu gato para passear. Compreenda que esse primeiro momento pode ser opressivo para ele, não esqueça as recompensas. Se você vê que ele não quer sair dá porta de casa ou do portal, jogue uma guloseima no chão para incentivá-lo a sair para passear. Escolha uma região tranquila e que não tenha muitas pessoas e, sobretudo, evite os cães: eles podem ser agressivos e assustar seu gato. A partir daí, deixe que ele conheça o lugar e não fique muito tempo no primeiro dia, depois você vai aumentando o tempo.

Quase nos esquecemos de um último conselho: desfrute da experiência de passear com coleira com seu gato.