Conheça os problemas físicos dos gatos sedentários

Os gatos que vivem em residências, especialmente os que são impedidos de sair, podem chegar a se tornar animais sedentários. Esse sedentarismo tem como uma das causas o estresse, o que faz com que o animal passe horas e horas sem nenhuma atividade física e gaste o tempo apenas descansando ou dormindo.

Os gatos se tornam sedentários por diversas razões como, por exemplo, a falta de estímulo ou brincadeiras, a falta de exercícios ou por uma alimentação incorreta e, como já dissemos antes, pelo estresse que esteja sofrendo.

Existem vários motivos pelos quais nosso gato pode sofrer de estresse. Eles podem incluir desde uma mudança, a convivência com outros animais na residência ou até mesmo a alteração da rotina por parte dos donos do felino, entre outras coisas.

Problemas dos gatos sedentários

gatocomsobrepeso2

Um dos principais problemas que acarreta o sedentarismo nos gatos é a obesidade.

Ao realizar pouca ou nenhuma atividade física, exatamente como acontece com os seres humanos, eles vão ganhando peso.

E, ao irem ganhando volume, se torna um pouco mais difícil poder realizar qualquer atividade física.

É ai que vemos que isso pode se converter em uma espécie de círculo vicioso.

Com o sedentarismo, o gato passa horas descansando e o fato de ingerir alimentos sem conseguir queimar as calorias correspondentes com atividades físicas, está originado o problema de sobrepeso para o gato.

Consequências do sedentarismo

A obesidade em si já é uma enfermidade produzida pela pouca atividade física do gato e pela ingestão de grandes quantidades de alimento, todavia, por sua vez, pode levar a outras doenças como, por exemplo, cardiopatias, artrite, a diminuição da fertilidade, diabete mellitus, problemas no sistema urinário inferior, entre outras.

Como é possível prevenir?

É necessário cuidar da alimentação do gato. Será preciso mudar sua dieta e também colocá-lo em uma rotina de exercícios ou de brincadeiras.

Dessa maneira, o seu gato vai queimar calorias na medida em que se manterá um pouco mais ativo.

As brincadeiras devem ser realizadas ao menos uma vez ao dia. Porém, é aconselhável que sejam realizadas mais vezes por períodos curtos.

Além disso, é recomendável ir regularmente ao veterinário para que o gatinho tenha seu estado de saúde acompanhado e para que você saiba que medidas podem ser tomadas se for constatada a presença de qualquer enfermidade.

A opinião de um profissional é sempre importante

atuarfebredosgatos3

O veterinário também pode ajudar a manter um plano de dieta saudável e adequada para seu gato de acordo com sua idade, sua condição de saúde e segundo sua atividade física.

A maioria dos felinos sempre quer pedir comida, porém, devemos levar em consideração que nem sempre isso é algo saudável.

Devemos apenas oferecer o alimento nas horas adequadas e nas quantidades corretas.

Como já mencionamos, manter nosso gato estimulado é essencial, além do que, isso faz com que os vínculos com nosso animal de estimação fiquem mais fortes e também é de grande ajuda para eles.

Não requer muito tempo nem dinheiro, porque brincar com eles é muito fácil. Só é preciso vontade para poder brincar de forma adequada com nosso amigo.

Há que se levar em consideração que não importa a idade do gato, se ele é filhote ou adulto.

Todos os gatos gostam de brincadeiras nas quais eles precisem caçar alguma coisa.

Certamente sua atenção e energia não serão as mesmas no período da vida em que eles são filhotes ou já estão idosos, mas você poderá sempre brincar com eles e isso vai ajudá-los tanto na saúde física quanto mental.

Cuidados adicionais

Outros problemas que podem ser apresentados por gatos de casa são as trocas de pelos.

Os gatos que moram na rua ficam expostos à luz natural e estão conscientes de que as mudanças de pelagem ocorrem de acordo com as estações do ano.

Já os que ficam nas casas apenas recebem luz artificial e com temperaturas com pouca variação.

Portanto, as mudanças de pele costumam ajustar os seus ciclos naturais e não têm a mesma duração habitual.

Por isso, o gato perde pelos durante todo o ano.

É importante que procuremos manter a pelagem de nosso animal de estimação saudável oferecendo a ele alimentos ricos em ácidos graxos para que esses favoreçam a saúde da pele e, por sua vez, isso ajudará que a pelagem do gato fique lustrosa e brilhante.