Conheça um restaurante com regras de admissão: apenas cães

restaurante

O método Barf pretende fornecer aos animais a sua alimentação primária. Sua sigla em alemão significa Alimentação Biológica Crua para Animais. A dieta promove precisamente isso: a alimentação crua para os nossos pets, que agora terão também seu próprio restaurante.

Peter-Joachim Gitz-Mombauer aprendeu muito sobre tudo isso, sua cadelinha era alérgica a comida para cães, fosse seca ou enlatada. Por isso ele criou um açougue-restaurante para alguns clientes muito especiais: os cães. De fato, em seu estabelecimento só se servem alimentos crus, é claro, para cães.

De onde surgiu a ideia do restaurante?

caes-de-ferias

Em uma visita a uma associação protetora, Peter conheceu Lili, uma cadelinha pela qual ele sentiu amor à primeira vista. Ele não pôde se conter e a adotou, hoje ela já passou a fazer parte de sua família. Mas tudo pareceu desmoronar quando Lili ficou doente sem uma causa aparente.

Finalmente, uma amiga veterinária recomendou a Peter que alimentasse Lili com alimentos crus. Ainda que a princípio ele tenha achado a ideia descabida, ele passou a fazê-lo e Lili melhorou consideravelmente. Peter começou a se interessar pelo método Barf e os amplos conhecimentos adquiridos o levaram a montar seu “açougue-restaurante”.

Peter está consciente de que o método Barf salvou a vida de sua cadela e, sem pensar muito, entrou com tudo em seu projeto e até abandonou seu trabalho como enfermeiro.

Esta ideia, que surgiu há vários anos, começou nos Estados Unidos e está em alta na Alemanha, já faz pelo menos uns 10 anos.

Satisfação dos clientes

Todos aqueles que têm um cão estão sempre muito atentos a sua alimentação, e na loja de Peter qualquer cliente sabe exatamente o que seu cão está comendo. Isto é um grande benefício, que contribui com a tranquilidade dos donos e que faz com que seus clientes sejam fiéis a sua loja.

A dieta crua é vantajosa?

Muitos se sentem desconfiados ao pensarem em dar de comer aos seus cães alimentos crus, mas no caso de Lili, a cadelinha de Peter, essa atitude demonstrou ser muito benéfica. Não só a ajudou a combater suas alergias, mas também a controlar seu peso.

A comida crua tem todos os nutrientes que os animais precisam, só é preciso saber as quantidades exatas para dar ao animal e quantas vezes ao dia.

Peter está convencido de seus múltiplos benefícios e ainda que seu restaurante é o único na Alemanha com estas características, cada vez mais o método Barf está sendo implementado mais e mais entre os donos de pets.

Como Peter prepara sua carne?

Para que se tenha uma ideia de como é o tipo de carne que se vende nestes estabelecimentos, Peter nos conta como ele faz.

um-programa-com-seu-cao

“O que eu faço é cozinhar a carne sem sal e sem aditivos nem especiarias, já que há muitos cães que apresentam alergias a alguns destes produtos. Eu a cozinho em água e acrescento arroz, massa ou verduras”.

Além disso, Peter também é especialista em conhecer as quantidades que cada cão precisa. Um cão de 30 quilos precisará de 500 gramas deste alimento duas vezes ao dia. Dessas 500 gramas, 300 serão de carne, 100 de carboidratos e 100 de verduras.

Para cães grandes, Peter recomenda colocar também uma colher de azeite com nutrientes, que pode ser o de oliva ou o óleo de girassol, o de canola ou inclusive o óleo de peixe.

Apesar das reticências com relação a esta dieta, cada vez mais e mais pessoas ao redor do mundo estão aderindo a ela. Talvez em algum momento vejamos em nosso país barracas e restaurantes do mesmo tipo do de Peter. E você, se atreveria a oferecer a dieta Barf para seu cão?

Toda uma iniciativa que achamos valeria a pena compartilhar com você porque em “Meus Animais” nos preocupamos com vocês e por vocês e, é claro, com seu pet.