Conhecendo melhor os cavalos

Os cavalos parecem acompanhar o homem desde sempre. Quando nossos antepassados descobriram que eles podiam servir bem mais que só do que para a alimentação, eles começaram a utilizá-los como transporte e em trabalhos de agricultura.

Estes belos animais costumam ser sinônimo de liberdade, quando os vemos correndo por paisagens que lhes parecem quase infinitas, nos lembramos das histórias de exploração, guerras e conquistas sangrentas das quais participaram.

Mas também outras que falam de sua relação quase simbiótica com o cavaleiro e do benefício terapêutico que eles nos trazem através da equoterapia.

Lamentavelmente, não podemos contar com espaço suficiente em nossos lares para termos estas nobres criaturas como animais de estimação.

Dados pelos quais conhecemos o cavalo

cavalos2

Contaremos a vocês agora, algumas das características físicas e de personalidade do maravilhoso mundo dos equinos:

– São mamíferos herbívoros ungulados (que possuem cascos).

– Podem ser divididos em duas classes. Os de sangue frio, que são adequados para trabalhos em áreas rurais e como animais de terapia, e de sangue quente, que são ideais para equitação, esportes e exibições.

Com o cruzamento, surgiram os cavalos de sangue morno, que têm a docilidade e a tranquilidade dos primeiros e a ligeireza e a agilidade dos segundos.

– Costumam viver por volta de 30 anos, ainda que alguns já tenham chegado aos 50 anos.

– A gestação dura 11 meses, e a égua, em geral, dá à luz a um único potro.

– As doenças mais comuns que podem afetar os cavalos são a gripe equina, a raiva, a febre do Nilo, a encefalomielites equina, as papeiras e o tétanos.

São animais gregários e têm necessidade de se comunicar com os outros integrantes da tropa.

Quando são domesticados, tratam os humanos como membros de sua tropa e usam a mesma linguagem corporal para se comunicar com seus donos.

Esta linguagem é extensa e específica e é importante dominá-la para manter uma melhor relação com estes seres.

  • Sua sensibilidade lhes permite perceber o estado de humor das pessoas com as quais eles se relacionam.

Conselhos para quem escolheu um cavalo como animal de estimação

Cavalo como animal de estimação

Se você está pensando em ter um cavalo como companheiro de passeios ou como animal de companhia, você deverá levar em conta algumas questões importantes:

  • Primeira e principal, você deve ter espaço suficiente para que ele se mova e paste. Você não deverá deixar o seu cavalo o dia todo encarcerado em uma baia.
  • Remova o lixo e as plantas perigosas para ele – como o louro, a beladona e a mamona – das áreas ao ar livre que ele costuma ocupar. Estes lugares também devem estar devidamente valados. Não utilize jamais arame de ponta para as cercas.
  • Também, você deverá preparar um lugar limpo e acondicionado para o descanso de seu cavalo. A quadra tem que ser ampla, areiada e quente durante o inverno. Lembre-se sempre de colocar palha limpa e seca no solo e de trocá-la, ao menos, uma vez ao dia.
  • É primordial escová-lo diariamente para manter sua pelagem e pele em boas condições. Além disso, esta atividade é muito prazerosa para os cavalos. Também, ao escová-lo, você estará estreitando os vínculos de afeto com o seu cavalo.
  • Saiba que o cavalo não pode ingerir grandes quantidades de alimentos de uma só vez, já que seu estômago é delicado e não é muito grande.
  • Você deverá proporcionar-lhe três tipos básicos de alimento: pasto – que obterá ao ar livre, no local que lhe seja destinado -, feno e alimentos processados, para fornecer vitaminas e minerais.
  • O cavalo bebe muitíssima água. Faça com que ele tenha sempre uma boa quantidade de água a sua disposição.
  • Vacine-o e desparasite-o de forma periódica.
  • Peça ao veterinário que examine seu estado geral de saúde a cada seis meses.

Se sua casa é tão pequena que só cabe você e, talvez, seu gato, ou se você vive em plena cidade, mas adoraria ter um cavalo, lembre-se que existe a arte para que você possa se encontrar você com ele.

A relação do homem com estes seres ficou plasmada em muitas e diferentes histórias. Os que têm alguns anos a mais se recordarão, certamente, do Tornado, o corcel negro no qual o Zorro montava.

Ou Cochise, o cavalo pintado de Joe Cartwright na mítica série Bonanza. Também o Silver, o inseparável colega de aventuras do cavaleiro solitário.

Mas de volta a atualidade, também foram levados ao cinema a história do Mustang Hidalgo e do Puro sangue Seabiscuit.