Conselhos para manter a casa limpa convivendo com um cão

Ter um animal em casa não pode ser uma desculpa para que a casa não esteja limpa, mas sim do contrário, já que passamos a dar mais atenção a limpeza da casa. Quando temos um animal de estimação convivendo conosco, recebemos em troca, uma infinidade de benefícios.

No entanto, como tudo na vida, a experiência não está isenta de alguns inconvenientes e um deles é que a nossa moradia vai se sujar mais.

Para que isso não ocorra, vamos passar a vocês, neste artigo, daremos alguns conselhos para manter a casa limpa convivendo com um cão.

Que a limpeza não impeça você conviver com seu cão

A limpeza e os cães

Muitas pessoas já voltaram atrás após decidirem adotar um cão, por pensarem nos inconvenientes que este traria em termos de higiene do lar.

É verdade que, em um lar, quanto mais habitantes houver, mas se ele sujará. Porém, também é verdade que se todos fizerem a sua parte, o problema se minimiza.

De modo que você não deve se arrepender da decisão que tomou, saiba, portanto, que você fez uma boa escolha e que é possível sim, conviver com um cão e também manter a casa limpa.

Como manter a casa limpa se tivermos um cachorro

  • Limpe diariamente. A famosa frase “Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje” é muito verdadeira, assim não postergue na hora de limpar e o faça diariamente. Com isso você evitará que a sujeira se acumule e será mais fácil que você deseje continuar convivendo com um cão.
  • Elimine o mau cheiro. Quando entramos em uma casa, uma das primeiras coisas que percebemos é o aroma. Por esse motivo, não desejamos que a primeira coisa que os nossos convidados notem é que estamos convivendo com um cão. Também não é uma boa ideia encher a casa de aromatizadores e mascarar um cheiro com outro, pois isto terminará sendo desagradável. É melhor que sejam colocados em prática algum dos muitos truques que existem para combater este problema. Não se esqueça de cuidar também de sua respiração.
  • Simplifique sua moradia. Um dos problemas que você poderá ter na hora de fazer a limpeza de seu lar quando há um animal de estimação, é que se tenha em casa móveis e equipamentos difíceis se serem limpos. Por isso, opte por tapetes que não requeiram grandes cuidados e que não sejam complicados para limpar.
  • Sem amoníaco. Um grande erro que podemos cometer na hora de limpar nossa casa é o de limpar com amoníaco. Não o utilize nunca, já que seu cheiro é similar ao da urina e o resultado, como você pode imaginar, será nefasto.
  • Sem rastro de pelos. Um dos piores momentos quando estamos convivendo com um cão é o da troca de pelos. Então, a necessidade de limpeza se multiplica. Devemos utilizar o aspirador de pó tanto para os sofás, como para o chão e para o resto das superfícies as quais o nosso animal de estimação costuma ficar.
  • Escovação. Tanto na troca de pelos como no resto do ano, mantenha o hábito de escovar o seu cão diariamente. Dessa maneira, iremos reduzir ao máximo o problema de encontrar pelos por toda parte.
  • Adeus ao espanador. Deixe de utilizar o espanador para limpar o pó, com ele, você só espalha mais a sujeira. É melhor que passe um pano úmido nos móveis. Assim você retirará os pelos mortos e outras sujeiras que possa haver sobre eles.

Dicas para manter a casa limpa

  • Mantenha os pertences do seu cão limpos. Não tenha um canto cheio de tranqueiras desordenadas para que o seu cão durma. Que esteja tudo sempre organizado e limpo, dessa maneira a convivência com um cão será mais tranquila e fácil e de fácil manutenção. O caos é muito estressante para todos, humanos e animais.
  • A cama do animal. Trate de sacudir diariamente a cama de seu cão, incluindo almofadas, mantas, colchões e os bonecos. Procure também, além disso, lavá-los uma vez por semana.
  • Educação. Para tudo na vida, a educação é essencial, para a limpeza do lar também. Desse modo, acostume o seu animal a ter bons hábitos de higiene, o banhando a cada 15 dias e lhe ensinando a fazer suas necessidades fora de casa desde filhote.
  • Ventilar. Algo fundamental para que se respire um ar fresco é que ventile a casa. Abra bem as janelas e deixe que o ar fresco leve qualquer mau cheiro. Faça isso tanto no verão quanto no inverno.

E, um último conselho: seja paciente. Não se esqueça que quando você está convivendo com um cão, você está convivendo com um animal, portanto não se esqueça de suas limitações.

Créditos da imagem: Juan José Richards Echeverría