Conselhos para que os seus vizinhos não odeiem o seu cão

Conselhos para que os vizinhos não odeiem o seu cão

Embora seja difícil para você compreender como é possível que esse adorável ser de quatro patas -e que faz parte da sua família– possa incomodar algumas pessoas, é sempre bom a gente se colocar no lugar dos outros. Por isso, é importante tomar algumas medidas para evitar que os seus vizinhos odeiem o seu cão. 

Quais são os comportamentos do seu cão que podem incomodar os vizinhos

cão uivando

Embora seja verdade que existe muita gente rabugenta que se queixa até de uma mosca voando, também é fato que alguns comportamentos do seu cão podem gerar incômodos, sobretudo, se você morar em um edifício com muitos apartamentos. Saiba como fazer para conseguir que não odeiem o seu cachorro por comportamentos como:

  • Latidos excessivos, choros e uivos;
  • Diversos tipos de barulhos (arranhar as portas, arrastar objetos, etc.);
  • Cheiro de urina ou de fezes de cachorro na varanda ou no jardim.

Além disso, se o seu cãozinho for muito sociável e a pessoa com quem ele cruzar não for, poderá acontecer algum conflito entre os dois em espaços públicos, como as escadas, os elevadores e os corredores. 

Alguns comportamentos do seu cão, sobretudo, quando ele late em excesso ao ficar em casa sozinho, podem ocasionar queixas por parte dos seus vizinhos. Por isso, tente se colocar no lugar do outro e procure soluções para esses problemas. O seu cãozinho também irá te agradecer. 

Coloque-se no lugar do outro e busque soluções

Logo, antes de você discutir com os seus vizinhos e para evitar que eles odeiem o seu cão ainda mais, você deve buscar soluções.

Primeiro, tente se colocar no lugar da pessoa que se sente incomodada pelo seu animal de estimação.

Imagine como você se sentiria se trabalhasse à noite e, quando chegasse cansado em casa e fosse tentar conciliar o sono, o cão da casa ao lado começasse a latir e a chorar aos berros porque o deixaram sozinho.

O que você faria se acontecesse o contrário? Se o cão da vizinha do apartamento de cima sentisse falta da sua dona -que cumpre turnos à noite em um hospital- e ficasse arrastando a tigela, ou fizesse qualquer outra coisa, às três da madrugada, e você não conseguisse pegar no sono, sendo que o seu despertador toca às 5 da manhã?

Como evitar que os vizinhos odeiem o seu cão

Mas como fazer para evitar condutas, como os latidos, que são absolutamente normais, mas que fazem com os seus vizinhos odeiem o seu cão? Você deve educá-lo e tomar precauções para reduzir ao máximo as suas expressões sonoras.

Quando um cão passa muito tempo sozinho, ele fica entediado e, sobretudo, sente a sua falta. Disso até chegar à depressão é um passo. É por isso que aparecem os latidos, os objetos destruídosos arranhões nas portas, etc. Além disso, chegam as queixas dos vizinhos. Para evitá-las lembre-se de:

  • Passear com o seu cãozinho por um bom período de tempo antes que você vá trabalhar. Um cão cansado com certeza irá tirar um bom cochilo e se esquecerá, ao menos durante um longo espaço de tempo, de latir e de quebrar as coisas.
  • Deixar ao seu alcance brinquedos para que ele se entretenha quando acordar. Os brinquedos que escondem um prêmio comestível costumam ser muito eficazes.
  • Pedir a algum familiar ou amigo que o visite em algum momento do dia para que ele se sinta menos sozinho.

cão brincando

Outros conselhos para que o seu cão não cause problemas

Você também deve saber se portar de maneira adequada com o seu animal de estimação em espaços compartilhados, como o edifício ou as vias públicas.

Existem pessoas que têm medo de cães. E você precisa respeitá-las. Se o seu animal for muito extrovertido, gostar de pular e fazer festa com todo mundo, ou se ele for um animal tranquilo, mas tiver um tamanho considerável, você poderá intimidar os seus vizinhos. Portanto, leve-o sempre preso a uma coleira quando for a esses lugares.

Evite também que o cãozinho faça as suas necessidades na porta do vizinho ou que quebre algum vazo de planta do seu jardim. Nunca se esqueça de coletar as suas fezes.

Além disso, não deixe de limpar bem o jardim e a sua varanda. Se o seu cãozinho estiver fazendo as suas necessidades nesses locais durante a sua ausência e você não perceber, pode acabar gerando cheiros desagradáveis para o seu vizinho que mora ao lado.

Portanto, você já sabe: paciência, educação e compreensão. Palavras-chave para que você e o seu cão tenham uma boa convivência com os seus vizinhos.