Foi criado um centro para animais que não podem mais viver em liberdade

Centro para animais

Alguma vez você já se perguntou o que aconteceria se um animal na natureza sofresse um acidente de tal forma que o impedisse de continuar vivendo em seu habitat natural? Eles poderiam perder um membro, ou uma ave poderia ficar impossibilitada de voar e continuar vivendo em plena natureza apenas os faria presa mais fácil para os predadores. Por isso, ficamos felizes com a criação desse centro para animais que não poderão mais viver em liberdade, ainda que isso pareça estranho.

Mas então, na Espanha, isso não será mais um problema, pois José Peña criou um Centro da Fauna que leva o seu nome. É um centro para os animais que não podem mais viver em liberdade. Você gostaria de conhecê-lo? Vamos até Navas del Rey, em Madri.

Animais que não podem viver mais em liberdade encontram um lar

Animais de fazenda

Esse centro foi inaugurado em 2010 e já abriga mais de 200 espécies em seus mais de 8 hectares de terreno. Dentre as espécies que habitam esse centro para animais, encontram-se cervos, gamos, corças, peneireiro-das-torres e águias.

José Peña busca sempre deixar muito claro que eles não compram nem vendem animais, apenas recebem aqueles que têm problemas para sobreviver em seu habitat natural por razões de saúde. Eles também não criam. O seu único objetivo é que os animais tenham a melhor qualidade de vida possível e se algum deles tiver uma recuperação notável, sua situação será avaliada e, se assim for determinado, ele será colocado em liberdade de novo.

Três pessoas atendem nesse centro e, ainda que seja uma propriedade municipal, ele é administrado por uma empresa privada que, para arrecadar mais fundos, permite a entrada de pessoas para que elas possam ver os animais, ao módico preço de 8 euros ou 6 euros, se forem crianças.

Esse centro para animais que não podem mais viver em liberdade colabora em pesquisas

O último inquilino desse centro foi uma águia imperial. A aparição dessa ave em perigo de extinção transpareceu que cada vez mais a retirada de seus ninhos vem favorecendo à extinção.

Nesse caso em particular, a ave apareceu no centro dentro de uma caixa de papelão com uma fratura na asa esquerda. De acordo com o exame veterinário, ela tem uma forte lesão que a impede de voar. Isso faz com que suas probabilidades de sobrevivência no mundo exterior sejam inexistentes.

Segundo os dados, essa espécie caminha rapidamente na direção de sua extinção, pois parece que existem somente 480 casais no país capazes de se reproduzirem.

Está sendo implementada a criação em cativeiro para evitar que aconteça a sua extinção, o centro José Peña foi criticado justamente por ficar com essa espécie.

Parece que há outro centro onde se promove a criação da águia real e há quem acredite que seria mais adequado levá-la para lá para que o animal possa interagir com outros de sua espécie. Mas nunca é possível agradar a gregos e troianos…

De qualquer forma, com certeza o Centro da Fauna José Peña está mais do que capacitado a atender a esse e a outros exemplares, e a deixá-los vivendo ali ou devolvê-los a sua liberdade original, caso eles se recuperem.

Outros casos de pessoas que criaram centros

Cachorros em abrigo

Como essa é sempre uma excelente notícia, e embora esse seja o primeiro centro para animais que não podem viver mais em liberdade, também existem boas iniciativas que queremos lembrar a você. Vamos dar um passeio pelos nossos artigos antigos.

  • Refúgio para animais idosos. Essa foi uma iniciativa criada por Sher, em Maryland, onde há o recolhimento de animais idosos para alimentá-los e cuidá-los.
  • Resgate de animais. Um milionário chamado Wan Yan gastou toda a sua fortuna com o recolhimento e alimentação de cachorros que viviam na rua.
  • Marco. Uma criança que ama os animais se dedicou a resgatá-los e a oferecer-lhes um novo lar.
  • Refúgio que alimenta cachorros de indigentes. Na cidade de Nova Iorque há um albergue que além de alimentar os indigentes, também alimenta os cachorros.
  • Albergue nas Filipinas. Ken, uma criança filipina cria um albergue para animais abandonados junto com seu pai.

Essas são apenas algumas histórias que já contamos e que nos comoveram o coração, mas existem muitas outras que esperamos que você leia em nosso blog.