Crianças e cães: a cada idade uma responsabilidade

Crianças e cães

 

Nenhuma criança deveria ser impedida de passar sua infância na companhia de um animal doméstico. Além do que elas contarão com um grande aliado para suas brincadeiras e com os benefícios que estes seres trazem aos pequenos da casa, que são inúmeros. Entre eles, permitir que as crianças aprendam o sentido da palavra responsabilidade.

Crianças e cães, uma combinação ideal

cão-e-criança

Embora possamos encontrar diferentes opções ao adquirirmos ou adotarmos um pet, as crianças costumam manifestar o desejo de ter um cão.

Contaremos então, como você poderá explicar ao seu filho o significado e o alcance da palavra responsabilidade para com um amigo peludo, em função de sua idade.

Assim, o pequeno irá aprendendo, de maneira gradual e sempre com a supervisão de um adulto, a ser responsável por diferentes tarefas em relação ao seu próprio animal de estimação.

“O cão ensina a criança a fidelidade, a perseverança, e a dar três voltas antes de se deitar”.

-Robert Benchley-

Ensine o seu filho a respeitar e a cuidar de seu cão

Desde pequeno, você deverá explicar ao seu filho que seu cão não é um brinquedo. Você tem que lhe ensinar que:

  • Seu amigo de quatro patas é um ser vivo e que não deverá ser machucado e nem tratado de forma violenta.
  • Que ele deve ter atendidas as suas necessidades de alimentação, saúde e higiene.
  • Que é importante respeitar os momentos em que o bichinho não quer brincar. Ele não deverá ser incomodado quando dorme e nem ser interrompido quando come.

Crianças e cães: responsabilidades para cada idade

Embora as crianças não sejam todas iguais e vão amadurecendo cada uma em seu tempo, seu próprio poder de observação te permitirá determinar até onde poderá ir impondo responsabilidades ao seu filho com relação ao seu pet.

Mas, como regras gerais, podemos dizer que:

  1. Até os seis anos você poderá lhe pedir que te ajude a dar comida e água ao peludo e a escovar seu pelo. Os pequenos adoram se envolver nestas tarefas que sempre deverão ser fiscalizadas, para evitar que tanto a criança como o cão possam vir a se machucar.
  2. Entre os sete e os onze anos, a criança está em condições de realizar algumas tarefas simples. Por exemplo:
  • Trocar a água do bebedouro
  • Medir a dose diária do alimento
  • Lavar as vasilhas
  • Escovar a pelagem
  1. A partir dos doze anos em diante, seu filho já poderá ser responsável pelos cuidados diários de seu animal de estimação. Este também é o momento oportuno para que ele aprenda a passear com o cão, levando-o corretamente com a correia.

Quais as vantagens de seu filho crescer com um cão?

Além de fomentar a responsabilidade ao aprender que devem ser responsáveis por atender as necessidades de seu amigo de quatro patas, as crianças que possuem animais de estimação obtêm outros benefícios.

Os animais de estimação ajudam a:

  • Estimular os sentidos
  • Melhorar o estado de humor
  • Desenvolver empatia
  • Fomentar a autoestima
  • Favorecer a integração social
  • Enriquecer a comunicação não verbal
  • A nos tornarmos mais intuitivos

Outros benefícios de crescer junto aos animais de estimação

cães-e-crianças-1

Foi comprovado que as crianças que convivem com animais de companhia desde que nascem, possuem um sistema imunológico mais forte e desenvolvem menos alergias ao longo de suas vidas.

Os animais de estimação também contribuem com o desenvolvimento psicomotor dos bebês, estimulando-os a engatinhar e também a darem seus primeiros passos.

Além disso, ter um cão para brincar, afastará o seu filho de atividades sedentárias –televisão, computadores, videogames, etc.- e o manterá ativo fisicamente, tanto dentro como fora da casa, enquanto brinca ou passeia com seu amigo peludo.

Eduque a sua criança com o exemplo

Portanto, não abstenha o seu pequeno da alegria de crescer junto a um pet. Crianças e cães são a combinação ideal para uma infância feliz. Mas a responsabilidade de suprir as necessidades de seu peludo não deverá nunca ficar fora de cena.

Entretanto, para que seu filho aprenda a ser responsável com seu pet e chegue a ser um adulto comprometido com as questões da vida, você também deverá educá-lo com o seu exemplo.

Além de seus conselhos e suas explicações, se você se mostrar como uma pessoa responsável com sua família, seu trabalho e com os animais domésticos, certamente seu pequeno fará o mesmo.

Imagem cortesia de nicolas michaud.