Cuidado: gatos e plantas tóxicas!

As plantas são um elemento necessário para qualquer tipo de decoração. Elas melhoram o ambiente e são muito bonitas. Porém, se temos um felino em casa, algumas das partes delas, como as cascas, folhas, sementes, frutos, raízes ou tubérculos podem ser mortais para nosso pequeno amigo.

Os lírios, por exemplo, são perigosos para os gatos.

É por isso que neste artigo vamos conversar sobre os gatos e as plantas tóxicas.

Medidas para prevenir a intoxicação

gatoseplantastoxicas2

Os gatos mastigam as plantas, pois gostam de tocar nelas e explorá-las. É difícil mantê-las fora de seu alcance. Por isso, se você planeja colocar plantas em sua casa ou permitir que seu gato acesse o seu jardim é preciso saber exatamente a quais espécies ele será exposto.

Algumas plantas ou partes delas podem conter altas concentrações de substâncias que são tóxicas para os gatos. Muitas delas provocam inflamações na pele, na boca e no estômago e também podem afetar algum órgão em particular, como o rim ou o coração.

Plantas como o narciso, a tulipa e a tília são capazes de provocar dermatite alérgicaOs distúrbios digestivos, no entanto, podem acontecer pela ingestão de aráceas, hostas, amarilidáceas, aucubas, mimosas do Japão, alamanda, euforbiáceas, cíclames, figos, viscos, azevinhos, rododendros, azáleas e erva moura (Solanum nigrum).

Os problemas renais graves podem ser consequência do consumo de imbé e figo. Além disso, doenças cardiovasculares podem ser originadas pela ingestão de cíclame, visco ou rododendro.

No caso das perturbações nervosas, a origem pode ser as amarilidáceas, o visco, a planta sino, a mimosa do Japão, o imbé, a erva moura ou a cannabis sativa (maconha).

Os gatos e as plantas tóxicas… Quais são?

gatoseplantastoxicas3

A seguir nós listamos o nome de algumas plantas que são perigosas para seus gatos. Se você possui alguma delas, deve conservá-las fora do alcance de seus bichanos.

E lembre-se que no caso seu animal de estimação comer alguma parte da planta venenosa, leve-o o mais rapidamente possível para o veterinário. Se possível, leve também uma amostra da planta para facilitar sua identificação.

Acácia

Aconitum napellus
Actaea spicata
Aechmea fasciata
Aesculus hippocastanum
Agapanthus
Aglaonema crispum
Agrostemma githago
Allamanda cathartica
Allium cepa
Aloe vera
Amaranthus spp
Amaryllis belladona
Ammi majus
Anagallis arvensis
Andromeda polifofia
Anemone rannunculoides
Antirrhinum
Aquilegia vulgaris
Arnica montana
Artemisia schmidtiana
Astragalus
Atropa belladona
Brunfelsia spp
Buxus sempervirens
Caladium hortulanum
Chamaedorea elegans ou palma (planta que envenenou o meu Satoshi. Seu nome está na lista)

Chelidonium majus
Chenopodium album
Cineraria
Cicuta virosa
Clematis
Clivia miniata
Codiaeum variegatum
Coffea
Colchicum autumnale
Conium maculatum
Consolida regalis
Convallaria majalis
Cornus
Corydalis solida
Corydalis intermedia
Crocus sativus
Cyclamen
Cypripedium calceolus
Cytisus scoparious
Daphne mezereum
Datura
Delphinium
Dicentra
Digitalis purpurea
Dianthus
Dictamus albus
Dieffenbachia
Dracaena spp
Echium vulgare
Epipremnum pinnatum

Equisetum arvense
Erica cinerea
Eriobotrya japonica
Euphorbia cyparissias
Euphorbia esula
Euphorbia helioscopica
Euphorbia peplus
Euphorbia pulcherrima
Euinymus europaeus
Ficus benjamina
Ficus elastica
Ficus macleilandi
Fritillaria meleagris
Galanthus nivalis
Genista tinctoria
Gerbera x cantabrigensis
Ginkgo biloba
Glechoma hederacea
Gloriosa
Hedera helix
Helleborus niger
Hepatica nobilis
Hibiscus
Homalomena wallisii
Humulus lupulus
Hyacinthus orientalis
Hydrangea macrophylla
Hyoscyamus niger
Hypericum maculatum
Hypericum perforatum
Ilex aquifolium
Impatiens
Ipomea tricolor
Iris pseudacorus
Juglans nigra
Kalanchoe spp
Kalmia latifolia
Laburnum anygroides
Lathyrus odoratus
Lathyrus maritimus
Ledum palustre
Leonurus cardiaca
Lilium tigrinum
Linaria vulgaris
Linum usitatissimun
Lobelia
Lotus corniculatus
Lupinus polyphyllus
Lonicera caerulea
Lonicera tatarica
Maianthemum bifolium
Melitotus spp
Mercurialis perennis
Mirabilis jalapa
Monstera deliciosa
Narcissus
Nandina domestica

Nephrolepis falcata
Nerium oleander
Nicandra physalodes
Nicotiana
Ornithogalum umbellatum
Oxalis
Oxytropis spp
Pachypodium lamerii
Paeonia
Papaver orientale
Papaver rhoeas
Papaver somniferum
Paris quadrifolia
Parthenocissus quiquefolia
Persea americana
Phacelia campanularia
Phalaris arundinacea
Philodendron spp
Physalis peruviana
Phytolaca americana
Polygonatum odoratum
Polygonatum multiflorum
Pteridium aquilinum
Pulsatilla vulgaris
Ranunculus bulbosus
Rhamnus cathartica
Rhapis excelsa
Rheum rhaponticum
Rhododendron
Ricinus communis
Rudbeckia laciniata
Rumex acetosella
Sambucus racemosa
Sanguinaria canadensis
Sedum
Solanum dulcamara
Solanum melongena
Solanum nigrum
Solanum pseudocapsicum
Solanum tuberosum
Symphytum officinale
Shymphoricarpos albous
Spathiphyllum
Strelitzia regirae
Tanacetum vulgare
Taxus baccata
Tribulus spp
Trifolium pratense
Trifolium repens
Trifolium hybridum
Tulipa
Urtica
Veratrum viride
Veratum nigrum
Viburnum opulus
Vinca minor
Wisteria
LISTA DE PLANTAS NÃO TÓXICAS (em latim)
Achillea millefolium
Anthiriscus cerefolium
Antirrhinum majus
Anthemis nobilis
Artemisa dracunculus
Asparagus densiflorum
Begonia
Buddleia davidii
Calendula officinalis
Chlorophytum
Coleus blumei
Coriandrum sativum
Cosmos Heliotropium
Hyssopus officinalis
Lavandula angustifolia
Lechuga
Lithops
Maranta
Melissa officinalis
Mentha x piperita
Mimosa pudica
Nepeta x faassenii
Nepeta cataria (o famoso nepenta)
Nepeta grandiflora
Nepeta racemosa Ocimun
Origanum majorana
Orquídeas
Petunia
Plecthranthus australis
Portulaca spp
Rosa
Rosmarinus officinalis
Saintpaulia
Schlumbergera spp
Tagetes
Tradescantia albiflora
Viola
Zinnia