Cuidados com os dentes dos filhotes

Estar atento ao cuidado dos dentes de seu filhote é importantíssimo. Ter um plano de higiene dental evita que seu cão tenha mau hálito e permite que seu pequeno amigo de quatro patas tenha uma saúde dental adequada, com dentes brilhantes e cheiro agradável.

Além disso, ajuda a conservar os dentes e, claro, reduz as visitas ao veterinário.

Tudo sobre o cuidado com os dentes dos filhotes

Cachorro de boca aberta

  • Um filhote, como obviamente você sabe, nasce sem dentes, mas o crescimento deles acontece rapidamente. Por volta da sexta ou sétima semana de vida, os pequenos dentes começam a surgir. Alguns, de leite, podem ser observados um pouco antes. Um filhote manterá estes dentes até a idade de 4 ou 5 meses, quando começam a perdê-los.
  • Da mesma forma que ocorre com os bebês, os filhotes perdem seus dentes de forma gradual. Aos 3 meses, alguns dos incisivos destes pequenos peludos começam a cair. Você poderá ver nitidamente quando começarem a emergir os dentes caninos e também os molares.
  • Dos 7 aos 8 meses, todos os dentes dos filhotes já terão sido substituídos pelos de cães adultos. O aroma encantador que, talvez, tinha a boca de seu cachorrinho, agora é substituído por um hálito um pouco desagradável, que pouco se parece com o que tinha os dentes de leite.
  • Não se preocupe se você não encontrar nenhum dente de leite. Na maioria das vezes, o filhote os engole. Mas fique tranquilo, isso não é prejudicial e não é motivo para alarme.
  • De vez em quando, os dentes dos cães adultos podem chegar a sair, ainda que os dentes de leite não tenham caído. Nestes casos, o veterinário deverá tirá-los. Uma boa oportunidade é quando o animal está sendo esterilizado ou castrado.
  • Uma das melhores maneiras de prevenir os problemas dentais é conseguir que o seu animal adquira o hábito precoce de cuidado dental, inclusive quando ainda têm seus dentes de leite. Uma das melhores coisas que você pode fazer para que o seu cão se acostume a esta rotina, é escovar os dentes dele periodicamente.
  • Outra boa forma de complementar a saúde bucal de seu animal de estimação é alimentá-lo com produtos saudáveis. Um bom petisco, bolachas para cães e proporcionar a ele, de vez em quando, alguns ossos crus, que não seriam nada ruins para que o seu animal mantenha os dentes saudáveis e brilhantes.
  • Não se esqueça de que o fato do seu cão ter os dentes saudáveis evitará qualquer tipo de doença, como cáries ou infecções bacterianas que, ao entrarem na corrente sanguínea, costumam causar dor aos animais. Portanto, quanto mais frequente seus dentes forem escovados, muito melhor será para a saúde de seu amigo de quatro patas. Se você fizer a escovação uma vez ao dia, já está bom. Mas não perca a frequência.

Como escovar os dentes dos filhotes?

Escovando os dentes dos cães

Os filhotes precisam de muita atenção e nunca será cedo demais para começar a escovar os dentes deles, quanto mais cedo melhor.

Mas, lembre-se: primeiro comece com uma limpeza que dure pouco tempo.

  • Antes de introduzir a rotina de escovação utilizando uma escova de dentes, coloque uma pequena quantidade de creme dental em seu dedo indicador, então coloque o seu dedo na boca de seu pequeno amigo e massageie suas gengivas com calma.
  • Tão logo o filhote aceite o dedo de sua mão em sua boca, ele estará pronto para iniciar a rotina de escovação.
  • Se você notar que a primeira reação de seu filhote será a de morder a escova, fique tranquilo, é normal.
  • Quando o seu pequeno peludo se acostumar com cada um dos utensílios da escovação, comece suavemente a escovar os dentes dele, como se fossem os seus: de forma circular, a partir das gengivas para as extremidades.
  • Escove muito bem as partes dos dentes próximas às gengivas, já que é ali onde, geralmente, se acumula o tártaro.

O que é necessário para escovar os dentes dos cães?

Uma escova e um creme dental para cães, que seja saboroso. Alguns produtos têm sabor de amendoim e os cães adoram.

  • Se o seu cão resistir, você poderá utilizar as escovas que são colocadas nos dedos. Elas costumam ser uma alternativa bastante prática para animais inquietos ou super-resistentes.
  • Se o seu cão se negar a cooperar, um spray pode ser a melhor solução. Eles costumam ter cheiro de menta e ajudam muito a melhorar o hálito do animal. No entanto, alguns animais não gostam do sabor.

Também, nos petshops, você pode encontrar petiscos que ajudam a evitar o mau cheiro.

Créditos da imagem destacada: ccrv.