Dachshund de pelo curto é um cão curioso e muito divertido

dachshund

Você gostaria de ter um cão com pelo curto (arame), curioso e muito divertido? Então não deixe de adotar um Dachshund. Ele também é conhecido como “cão salsicha” ou “cão texugo”. Neste artigo, contaremos um pouco sobre esta raça tão peculiar.

Características e antecedentes do Dachshund

cao-salchicha

Este cão de tronco largo e patas pequenas é produto de uma mutação genética chamada “bassetismo”. Possui extremidades curtas em relação ao tamanho do corpo.

A história desta raça começa na Alemanha. Em 1888, quando se fundou o primeiro clube do Dachshund e se definiu o padrão para participar dos eventos de competição. Entretanto, alguns anos antes, eles já tinham protagonizado vários concursos na Inglaterra.

A popularidade dos Dachshund ou Teckel se deve a ela ser uma das raças favoritas das monarquias da Europa. Um dos exemplos mais conhecidos é o da Rainha Vitória, entusiasta deste tipo de animais.

A Federação Cinológica Internacional (organismo que rege a criação de cães) criou um grupo especial para esta raça. Isso, devido ao fato desses cães terem uma personalidade e uma constituição que se diferencia bastante dos Basset Hound, mas serem igualmente cães de toca.

Entre as características destacadas desses cães, devemos indicar que eles têm forma alargada e baixa. Seu focinho é longo, com cauda larga, unhas negras, orelhas caídas e largas e patas curtas. Este último traço os ajuda a entrar nas tocas. No âmbito da caça, é muito valente e um excelente rastreador.

Existem três variedades de Dachshund segundo a circunferência do tórax, quando atingem 15 meses. Existe o padrão (maior de 35 cm), miniatura (entre 30 e 35 cm) e o Teckel, para a caça de coelhos (menos de 30 cm). Além disso, eles são divididos em relação ao tipo de pelo. Tem o curto (espesso, brilhante, forte, duro e bem grudado ao corpo), comprido (alonga-se debaixo do pescoço e na parte inferior do corpo, capa externa de pelos lisos e brilhantes) e duro (todo o corpo está coberto por pelos, com exceção do focinho e das orelhas, de aspecto áspero e grosso).

Finalmente, esta raça contempla três variedades de cores. Encontramos os monocromáticos (pode ser vermelho ou amarelo com pintas pretas e as unhas e o nariz negros), bicolores (principalmente preto e marrom e, em algumas áreas, vermelho óxido) e manchados (listrados ou arlequins, com uma cor escura de base).

Comportamento do Dachshund

caes-salchicha

Costuma-se dizer que esta raça é teimosa e não se deixa educar. Entretanto, isto depende do cuidado ou da superproteção que seu dono lhe dá desde filhote. Se ao animal for muito mimado e fizer tudo o que quer, isso será uma verdade.

O Dachshund é um cão mais que inteligente. Aprende rápido, sobretudo em idade precoce. Quando conhece as regras de convivência do lar, respeita-as. Além disso, é um cão muito protetor, carinhoso e bastante brincalhão.

São peludos com muita energia, costumam latir bastante e são bem sociáveis, com pessoas e com outros animais de estimação, possivelmente não com as crianças, já que elas costumam puxar seus pelos e aborrecê-los.

O cão salsicha ou Teckel não é um cão sabujo (farejador) com todas as letras. Mas conta com um perfeito olfato e pode reconhecer o perigo ou um intruso de longe. Tampouco é uma raça do tipo terrier, mas pode trabalhar clandestinamente sem problemas. Não conta com as características de um Braco, embora possa fazer as mesmas tarefas que um dessa raça.

Os Dachshund são cães ideais para viver em residências pequenas em áreas urbanas, devido a seu tamanho e a seu temperamento. É uma raça muito caseira e não requer muitos cuidados, além do fato de termos que prestar atenção à alimentação deles, já que são propensos a engordar (o que os leva a caminhar menos e a sofrer de dores nas costas e, inclusive, hérnias de disco).

Se o treinarmos corretamente, evitaremos que ele sofra de problemas de coluna e sobrepeso. Embora seja um animal com bastante energia e ágil, não alcança altas velocidades por suas patas curtas. Além disso, convém “obrigá-los” a fazer exercícios e levá-los a locais onde eles possam correr e saltar com liberdade.