Descobriram o segredo do amor entre cães e donos

O amor entre cães e donos

Se você ama o seu peludo e está convencido de que o sentimento de afeto é mútuo, esta notícia é para você: cientistas japoneses conseguiram descobrir qual é o segredo do amor entre cães e donos.

Cães e donos… e a oxitocina

A descoberta foi publicada na revista Science e tem como protagonistas principais a oxitocina e os olhos. Conforme explicaram os pesquisadores, o contato visual entre homens e cães atua sobre o chamado “hormônio do amor” em ambas as espécies.

Em outras palavras, quando uma pessoa e seu amigo de quatro patas se olham, são produzidos níveis altos de oxitocina, o que provoca um mútuo fortalecimento da confiança e da conexão emocional.

O estudo foi comandado pelo Takefumi Kikusui, do Departamento de Ciências Animais e Biotecnologia da Universidade Azabu, no Japão.

O olhar original

Cachorro no colo do dono

Autor: Andrés David Aparicio Alonso

Esta descoberta explicaria, além disso, a causa da relação tão particular que cães e pessoas estabeleceram desde tempos remotos e, também, da evolução que teve a mesma até a convivência atual.

Investigações anteriores tinham demonstrado que quando as mães olham nos olhos de seus bebês, a oxitocina é produzida. E é assim que se gera um fluxo de amor e de sentimentos de amparo.

Conforme estabeleceram os cientistas, este mesmo mecanismo permitiu que os cães evoluíssem dos lobos selvagens e se tornassem os adoráveis animais com os quais compartilhamos o nosso lar.

Enquanto eu tiver um cão comigo, jamais me sentirei sozinho, porque seu tenro olhar e o movimento de sua cauda me dizem: você é a razão de minha vida, eu te amo
-Antonio Clement-

No que consistiu o estudo que revelou o segredo do amor entre cães e donos

Para chegar a estas conclusões, os pesquisadores estudaram durante 30 minutos os cães e donos, documentado interações como:

  • Palavras;
  • Carícias;
  • Olhares.

Logo, através de exames de urina, mediram os níveis de oxitocina de cães e donos.

Assim, concluíram que o aumento do contato visual entre as duas espécies tinha provocado também um aumento dos níveis de oxitocina no cérebro de ambos.

Outros detalhes da investigação

Ao realizarem o mesmo experimento com lobos, não obtiveram o mesmo resultado. Isso indicaria que os lobos, que evoluíram até se transformarem em cães, conseguiram isto por dominarem o poder do olhar, que é um fator fundamental na socialização dos humanos.

Os pesquisadores também borrifaram oxitocina nos narizes dos cães e logo depois puderam encontrar os cães no mesmo local onde se encontravam seus donos e, também, pessoas estranhas.

Neste novo cenário, as fêmeas sustentaram por mais tempo o olhar com seus donos. Os cientistas não puderam explicar por que não se obteve esse mesmo efeito em cães machos. E, quanto aos donos dos cães que tinham sido borrifados com o hormônio, depois de 30 minutos tinham subido os níveis de oxitocina.

Como a oxitocina atua

A oxitocina é um hormônio que contribui para regular o estado de ânimo e para fomentar as relações entre as pessoas. Seus efeitos estão relacionados com:

  • A conduta sexual;
  • A felicidade;
  • O sentimento maternal e paternal;
  • O estabelecimento de confiança;
  • A generosidade.

Além disso, tem a propriedade de provocar contrações uterinas para favorecer o parto e estimular a ascensão do leite.

Atua também como um neurotransmissor, já que possui a capacidade de estimular os neurônios para que se possa transmitir informação entre eles.

O papel da oxitocina na terapia com animais

Mulher abraçando cão

Dadas as grandes implicâncias que tem a oxitocina na vida social, poderia se explicar também os bons resultados que se obtêm com a utilização de cães nas terapias assistidas com animais.

São notáveis as melhorias em casos de pessoas com autismo ou estresse pós-traumático já que, além de resguardar a integridade física e controlar situações de emergência, estes cães contribuem para que:

  • Tenham uma melhor atitude ante a vida;
  • Desenvolvam maior confiança e segurança;
  • Relacionem-se melhor com outros humanos;
  • Realizem exercícios físicos.

Não se esqueça de olhar o seu cão

Por isso, não deixe de olhar o seu cão. Além de isso confirmar o quanto ele lhe ama e te quer, aumentará nele -e em você- os sentimentos de bem-estar e de felicidade.