Devemos dar banho em nossos gatos?

Hoje iremos tentar sanar algumas dúvidas mais frequentes que os donos de gatos têm. A principal delas é: devemos dar banho em nossos gatos? Dentre muitos mitos envolvendo os felinos, existe o de que os gatos odeiam água e que não precisam de banho. 

Entre os animais, o gato é conhecido pelo exaustivo asseio que têm com seu corpo, mas apesar disso, devemos sempre verificar se nosso animal está limpo.

De qualquer forma, tudo isso dependerá de vários motivos, ainda que os gatos possuam uma língua perfeitamente preparada para a higiene pessoal, haverá momentos em que podemos ajudá-los com um banho extra.

O Meus Animais quer te dar algumas dicas sobre como e quando banhar seus gatos.

O asseamento dos gatos

Os gatos são animais muito asseados e passam grande parte do dia se limpando. O segredo dos gatos é que eles conseguem se limpar perfeitamente com sua língua áspera e rugosa, como se elas possuíssem espinhos capazes de remover todos os pelos mortos do corpo, assim como toda a sujeira.

Como você já deve ter percebido, a língua dos gatos funciona como uma escova natural.

Mas apesar de serem muito limpos, há momentos em que eles não podem, sozinhos, se limpar o suficiente para remover toda a sujeira e, portanto, o dono deverá fazê-lo.

O melhor é banhá-lo, mas você deve saber quando e como fazê-lo.

Quando dar banhos em nossos gatos?

banho-gatos-2

Gatos domésticos frequentemente não saem à rua e gastam muitas horas com o próprio asseio, devido a este fato, especialistas afirmam não há necessidade de os estressarmos com muitos banhos. Mas também há momentos em que é essencial dar um banho neles.

Sujeira atípica

Se você desconfia que seu gato se envolveu em uma briga e voltou para a casa cheio de graxa e sujeira, é bom banhá-lo! Os pelos de nosso felino podem estar impregnados com substâncias tóxicas.

Se você é alérgico

Se você é alérgico ou sensível ao pelo de gato, é necessário que banhe seu gato de vez em quando, desta forma você pode evitar os sintomas da alergia.

Gato doente

Às vezes, podemos ter um bichano com dificuldades físicas, como, por exemplo, a obesidade. Isso poderá tornar o asseio dele mais difícil e será necessário que, ocasionalmente, o ajudemos com o banho.

Também pode acontecer de nosso gato lavar-se pouco e que notemos algum odor, neste caso, também será necessário lavá-lo.

Doenças de pele

Nosso gato pode possuir alguma doença de pele que necessite de banhos medicamentosos.

A banheira dos gatos

banho-gatos-3

É preferível evitar dar muitos banhos em nossos gatos, mas seria muito importante que o escovássemos diariamente, pois isso elimina os pelos mortos e qualquer poeira em seu corpo.

Também é muito importante evitar que ele fuja e que se impregne com qualquer produto.

Mas se você achar que seu gato precisa de um banho urgente, será importante tomar algumas medidas.

Em primeiro lugar, tenha em mente que nem todos os gatos têm medo de água, e isto pode ser solucionado acostumando-os ao banho desde pequenos. 

A partir do segundo mês de vida de seu seu filhote, ele já poderá começar a tomar banhos, e isto deverá se tornar mais uma atividade dentro da rotina de seu bichano.

Reserve algum tempo para banhar seu bichinho, você precisará de shampoo especial, toalha e principalmente de um secador.

Os primeiros banhos devem ser rápidos, assim você o ajuda a se acostumar e evita o estresse causado pelo banho. Enquanto você estiver lhe dando banho, converse com ele com carinho e lhe transmita paz.

Utilize um recipiente grande o suficiente para que ele caiba com folga. Certifique-se de que a água esteja quente e que tudo se desenvolva em um ambiente tranquilo.

É preferível que você o molhe com uma esponja e não diretamente com a mangueira, pois isto evitará que ele se assuste. Despeje a água pouco a pouco.

Não se esqueça de usar um shampoo especial para gatos e também um condicionador, caso os pelos dele sejam muito longos.

Seque-o com um secador, é muito importante que nenhuma umidade permaneça nos pelos, assim você evita fungos e doenças de pele.