Dicas para acalmar gatos nervosos

A tranquilidade é definida como um estado de quietude, serenidade, paz e harmonia. Certamente uma situação ideal, que todos gostam de desfrutar. No entanto, infelizmente, há muitas razões que acabam nos impedindo de apreciá-la. Trabalho, preocupações econômicas ou a família são apenas algumas delas.

Uma maneira que muitos encontram de neutralizar este efeito, é compartilhar a vida com um animal de estimação. Quando um filhote chega em nossa casa, nós amamos compartilhar nosso tempo com ele, acariciando suas costas, abraçando ou brincando por um longo tempo.

Mas é possível que esta situação inicial acabe mudando se estivermos vivendo com gatos nervosos. Neste artigo nós lhe daremos dicas úteis para acalmá-los.

O que está por trás dos gatos nervosos?

Gato pulando

Como regra geral, gatos nervosos não são um problema que temos que lidar com frequência. Na verdade, é um animal que normalmente se adapta bem à convivência. Sua personalidade independente ajuda com a boa convivência. Eles decidem quando receber mimos e quando viver sua vida independente.

Em alguns casos, especialmente quando eles chegam em nossa casa já com alguns meses ou mesmo anos de vida, podem se mostrar alterados. Se isso acontecer, podemos enfrentar um problema grave que põe em perigo a vida em comum que nós começamos, principalmente se eles se tornarem agressivos.

Nós não podemos ignorar o fato de que certas mudanças na rotina dos gatos também poderão fazer com que eles apresentem um comportamento diferente, que será normal que se mantenha por alguns dias. Embora o mais natural seja que, uma vez passado o período de adaptação, o gato recupere sua personalidade habitual.

Mas seja qual for a razão que está por trás do nervosismo do nosso bichano, poderemos sim saná-la. Nós daremos a vocês algumas dicas de como fazer isso.

Como acalmar gatos nervosos

Em primeiro lugar, temos que começar dizendo que, embora por trás do comportamento dos gatos nervosos possa haver uma explicação, em alguns casos, isto simplesmente fará parte da personalidade deles.

Mesmo se for este o caso, nós podemos vir a tranquilizar o nosso amigo felino de alguma forma. Não se esqueça de sempre manter expectativas realistas e nunca esperar que o seu gato seja um refúgio de paz.

Vamos ver como conseguir melhorar a situação.

Não se desespere

Como em qualquer situação tensa, tudo vai piorar se jogarmos mais lenha na fogueira. Ou seja, se o nervosismo de nosso gato altera o nosso comportamento, ele irá perceber isso e, então, a situação vai piorar. Quanto mais nervosos nós ficarmos, mais nervoso ficará o animal e, quando isso acontecer, teremos um resultado ainda pior.

Se isto acontecer em uma base regular, certamente a situação se tornará insuportável e poderemos, até mesmo, vir a repensar essa coexistência. Não deixe as coisas chegarem a este ponto, então vamos manter a calma, mesmo nos piores momentos, para que possamos desfrutar de muitos benefícios de se viver com um animal de estimação.

Cuidado com as crianças

Criança beijando gato

Quando temos crianças em casa, devemos mantê-las longe de gatos nervosos. Principalmente porque eles poderão machucá-las. Mas não devemos nos esquecer que as crianças, muitas vezes, não medem as situações e, querendo brincar com eles, epodem alterá-los ainda mais.

Portanto, até que a situação esteja calma, a melhor coisa é ter cuidado e, principalmente, ensinar as crianças a tratarem bem seus animais de estimação, de modo que a relação deles seja sempre positiva.

Queimar energia

Certamente, mais de uma vez, você já reparou como o esporte contribui para o relaxamento. Com gatos nervosos isso é tão eficaz que você deve dedicar algum tempo de seu dia para brincar com eles, fazer exercícios físicos e para realizar qualquer atividade que permita aos gatos gastarem essa energia, que se for acumulada, poderá aumentar ainda mais o nervosismo de seu bichano.

Música relaxante

Embora possa parecer difícil de acreditar, a música ajuda a tranquilizar os gatos nervosos. Talvez você já tenha ouvido a expressão “a música acalma as feras”. Essa expressão é bem verdadeira, então permita que o seu animal de estimação desfrute de relaxantes melodias.

Consulte o seu veterinário

Quando você lidar com qualquer dificuldade para criar um animal de estimação, é sempre útil consultar um veterinário; no caso dos gatos nervosos também é útil. Então não hesite em comentar com o seu veterinário sobre o que acontece com o seu gato, ele poderá lhe passar algumas dicas práticas bastante úteis.

Uma última dica: tenha paciência e com certeza você conseguirá controlar o que acontece com seu amigo felino.