As doenças mais comuns em cachorros domésticos

Qualquer ser humano pode adoecer, e os animais de estimação não são diferentes. Os problemas de saúde de nossos fiéis amigos podem ter, são muito variados e, sempre que vemos nossos cachorros doentes, ficamos tristes, pois muitas vezes não sabemos o que está acontecendo com eles.

Por este motivo, o Meus Animais quer apresentar algumas das doenças mais comuns que acometem cachorros domésticos. Desta maneira será mais fácil detectá-las a tempo e saber como preveni-las.

A otite canina, uma das doenças mais comuns

 

cachorro e veterinário

A otite canina é uma das doenças mais comuns nos cachorros. Trata-se de uma inflamação no conduto auditivo externo, causado por diversos motivos, como alergias, bactérias, presença de um corpo estranho ou porque nosso cachorro se coça excessivamente.

Os sintomas comuns são sacudidas frequentes de cabeça, comichões nas orelhas, secreção de cerume, orelha de cor vermelha, odor forte, etc. Nestes casos é recomendável levá-lo ao veterinário e determinar as causas, para proporcioná-lo um tratamento adequado.

Cinomose 

A cinomose é outra das doenças mais comuns e que mais preocupam os donos de animais de estimação. Esta doença é causada por um vírus e é transmitida através dos fluidos dos animais infectados.

Por isso, é muito importante observar seu cachorro e, se notar que ele está deprimido, tem febre, não quer comer nem beber, tem erupções cutâneas, etc., é muito importante que consulte um veterinário.

Nos casos graves de cinomose, os cachorros chegam a ter convulsões, espasmos e, inclusive, paralisia. É muito difícil curar a cinomose, por isso é muito importante a prevenção.

É necessário vaciná-lo quando tiver entre 6 e oito semanas de idade. Não coloque o seu animal de estimação em contato com outros cachorros sem antes vaciná-lo.

Dermatite canina

Se seu cachorro se coça com muita frequência e antes não fazia isso, você  tem de estar alerta porque ele pode de sofrer algum problema de pele, como alergias e problemas dermatológicos. A dermatite pode ser causada por algum transtorno interno, por alguma alergia ou por um fator ambiental. 

Pode acontecer de, em determinadas épocas do ano, seu cachorro ter caspa, o que pode ser normal, mas se você notar que esta não desaparece, pode ser decorrência da dermatite. Recomenda-se procurar imediatamente um veterinário.

A cistite

Esta doença afeta mais cachorros adultos do que filhotes. A cistite consiste em uma inflamação da bexiga causada por uma bactéria. Os sintomas mais comuns são aumento da vontade de urinar, sangue na urina e dificuldade na hora de urinar.  

As causas podem ser muito variadas, como pedras ou tumores na bexiga, e inclusive uma anomalia no sistema nervoso.

Nestes casos é muito importante que recorra ao veterinário. Enquanto isso, assegure-se que seu cachorro beba bastante água e, acima de tudo, você deve modificar sua dieta. 

Leishmaniose canina

 

filhote

Esta doença é conhecida como “a doença silenciosa”, já que é transmitida por um mosquito. Os sintomas mais comuns costumam aparecer de dois tipos: os que afetam a pele e os que são viscerais. 

Caso seja cutânea, aparecerão manchas na pele, úlceras cutâneas, crescimento excessivo das unhas ou formação de nódulos. Caso afete as vísceras, pode ser que seu cachorro perca peso repentinamente, esteja sem apetite, tenha o ventre inchado, tenha diarréia e, inclusive, hemorragias nasais.

Esta doença é muito difícil de ser curada completamente e não existe vacina. Os métodos de prevenção são: aplicar produtos antiparasitários, evitar que seu cachorro durma no sereno e fazer controles regularmente.

Artrite canina

Esta doença é muito comum em cachorros em idade avançada. Consiste em um transtorno das articulações pela degeneração da cartilagem. Os sintomas que aparecem em seu cachorro são andar mancando constantemente, ter dificuldade para se levantar, sentir dores nos ossos ou dificuldades nos movimentos.

Nestes casos, você tem de consultar seu veterinário e pedir uma recomendação de exercícios específicos para estes casos.

Também é muito importante uma mudança em sua dieta, com suplementos dietéticos e medicamentos específicos para a doença.