É bom deixar o cão subir no sofá?

sofá

Os locais de descanso e a proximidade com o dono são elementos fundamentais para o nosso animal de estimação. Mas se trata de um privilégio que devemos dosar. Costuma acontecer de humanizarmos as condutas de nossos cães sem nos darmos conta das consequências que os nossos atos têm para eles. Não podemos nos esquecer que eles são uma espécie diferente da nossa e que suas necessidades e forma de associar as coisas, incluindo o sofá, também são diferentes das nossas.

A influência da personalidade do animal

Com frequência temos em casa cães com problemas de ansiedade, muito apegados a seus donos, algum tipo de agressividade e outras questões similares. Se o nosso cão apresentar condutas dominantes, o fato de descansar em um lugar alto e privilegiado da casa pode agravar estas condutas, embora não pareça. Se o nosso amigo estiver muito apegado a nós e sofre de ansiedade quando não tem a nossa companhia, estar conosco nesse lugar também pode piorar o problema.

sofá

Se temos um cão equilibrado e que não tem nenhum problema de conduta, ele pode tirar uma soneca conosco no sofá sem nenhuma restrição, já que não há nenhum problema que possa se agravar.

Alguns aspectos, como um insuficiente exercício físico ou mental, excesso de privilégios, etc., podem provocar em nosso cão problemas de comportamento. Certas regras são úteis para não piorar uma situação que o nosso cão já esteja vivendo ou simplesmente para evitar que ele venha a apresentar algum problema. Por isso não é aconselhável que o cão suba em nossa companhia no sofá.

Embora o fato dele subir no sofá não indique necessariamente problemas de comportamento, isso pode ocasionar alguns problemas em determinadas situações.

Criando bons hábitos

O motivo destas precauções é que nossos cães não conseguem entender a razão pela qual esse recurso (o sofá) é acessível algumas vezes, mas outras não. Em sua psicologia canina, esta diversidade de permissões pode ocasionar nos cães frustração e uma incipiente agressividade.

Os cães são animais de hábitos e com boa memória, possivelmente se na fase de filhotes os tomávamos em nossos braços, o colocávamos no sofá ou na cama para acariciá-lo, é lógico que ao crescer ele irá entender que o que antes era permitido por nós continua sendo. Para evitar este costume, o melhor é que desde muito pequenos sempre mostremos o nosso carinho no chão, para que o cão não associe as demonstrações de carinho com o sofá ou a cama.

Também ocorre o caso de simplesmente os cães subirem no sofá porque o móvel tem o nosso cheiro e em nossa ausência é muito agradável para eles estar em contato com algo que lembra a nós.

 A melhor forma de ‘reprimir’ o nosso animal de estimação

Quando surpreendemos o nosso animal de estimação no exato momento em que ele está subindo no sofá ou em qualquer móvel da casa, devemos reprimir nesse momento e nunca depois. Devemos nos aproximar do animal com suavidade, convidá-lo a descer sem violência e, em seguida, de forma contundente, dizer um “NÃO”. Desta forma o animal entenderá que ele não deve subir onde estava e que não tem nossa aprovação.

Repetiremos esta ação muitas vezes, levando em conta que a paciência e a perseverança são as chaves do sucesso. Premiaremos o animal quando conseguirmos que permaneça no chão sem subir em nada, para que ele se sinta recompensado e para que compreenda que está fazendo o correto.

Se pretendemos eliminar o risco de que o cão suba no sofá ou que cause algum desastre, o melhor é fechar a porta da sala; se isto não for possível por alguma razão e se já tivermos tentado corrigir esse hábito pelas maneiras mais simples, o passo seguinte será tomar medidas mais extremas.

Elementos para cobrir o sofá

sofá

Outra solução muito útil é cobrir o sofá com um lençol ou colcha e borrifá-lo abundantemente com algum aromatizador, colônia ou qualquer repelente que encontrarmos no mercado para cães. Geralmente os cães não gostam destes cheiros e ao borrifá-los no ambiente ou no móvel, elimina-se o rastro que eles normalmente costumam deixar. Se repetirmos isto durante vários dias, ele deixará de subir.

Também pode-se cobrir os braços do sofá com papel de alumínio ou latas vazias, assim, se o cão tentar subir, provavelmente o ruído irá lhe assustar e depois de vários dias ele opte por não subir mais.

Quando tivermos conseguido fazer com que o animal deixe de subir no sofá, teremos que manter este critério com firmeza e não deixar que ele suba mais, aconteça o que acontecer. Se cedermos, todo o trabalho desenvolvido não terá servido para nada.

Se você fizer tudo o que indicamos e mesmo assim não adiantar, a solução é procurar a ajuda de um adestrador.