O que ensinar a um cão segundo sua idade

ensinar

Quando adotamos um cão, todos queremos que ele saiba onde fazer xixi, que responda quando chamado, que não puxe a coleira, que saiba dar a pata e um sem-fim de coisas mais. Em nossa obsessão para conseguir isso, podemos estressar o nosso cão, querendo ensinar-lhe tudo de uma só vez, concluindo que, quanto antes ele aprender, melhor.

Entretanto, temos que levar em conta que um filhote é como uma criança pequena. Não poderemos ensinar a uma criança a falar até que ela esteja preparada. Portanto, os filhotes também necessitam de tempo, e eles têm seu momento para aprender cada coisa. Mas como saber quando é o momento certo?

Em Meus Animais, preparamos um guia para que você saiba o que pode ensinar a seu cão de acordo com a fase em que ele se encontra.

 Educar um cão segundo sua idade

educar-um-filhote

Vejamos o que podemos ensinar a um cão segundo sua idade:

Filhote recém-chegado

Embora muitos acreditem que tenham que esperar muito tempo para educar um cão, não é assim. A verdade é que, quando eles são filhotes, estão no melhor momento para começar a aprender certas coisas. Obviamente, não vamos nos empenhar em fazê-lo aprender a dar a pata, por exemplo, mas sim coisas essenciais.

Essas pequenas coisas essenciais tornarão mais fácil a convivência. Também colocarão o cachorrinho no mundo do aprendizado da obediência. Isso inclui: fazer suas necessidades em um mesmo lugar, ficar só em casa sem destruir nada, não morder e respeitar as coisas dos outros.

Aos três meses

Esta é a idade recomendada pelos veterinários para começar a sair à rua. Portanto, antes que isso aconteça, seria bom que o cão aprendesse a ir quando chamado, no mínimo. Mas também a ficar quieto e a caminhar ao seu lado, não atrás e nem na frente.

Além disso, antes de sair à rua, seria bom que ele aprendesse a ficar confortável com a coleira. Se você levá-lo para passear de uma vez sem que ele tenha se acostumado, é provável que queira puxar a coleira e que não caminhe. Ou pior, inclusive ele pode ser capaz de sair dela e sofrer um acidente. Mas como ensiná-lo?

Em casa, coloque a correia, mas não vá a nenhum lugar. Como ele é pequeno, recomenda-se a utilização de um peitoral, pois este evitará puxões e danos no pescoço. Faça isso periodicamente, apenas em casa, para que ele vá se acostumando e, assim, no dia em que forem à rua, ele não veja esses acessórios como inimigos.

A partir dos seis até os oito meses

Nesta idade, seu cérebro já está bem desenvolvido para entender qualquer tipo de instrução. Esse será o momento ideal para que você comece a ensinar ao seu cão tudo aquilo que sempre quis que ele fosse capaz de fazer. Por exemplo, poderá lhe ensinar a dar a pata, a ficar de pé. Ou a entender a ordem de trazer e soltar algo que você queira. Utilize sempre o reforço positivo e muita, muita paciência.

Alguns conselhos para ensinar com êxito

Como em todo processo de ensino, o processo de educar um cão também tem seus passos e requer certas coisas, como, por exemplo:

premiar-cao

  • Use sempre o reforço positivo. Se a impaciência levá-lo a gritar com o seu cão, você conseguirá justamente o contrário do que deseja. Qualquer pequeno ganho será obtido apenas com amor, perseverança e carinho e, é óbvio, você deverá premiá-lo sempre.
  • Não se exceda no tempo. Os cães não têm poder de concentração, por isso, é melhor que realize várias sessões de poucos minutos do que ficar uma hora tentando fazer com que ele aprenda algo. Com isso, ele apenas se cansará e se esquecerá dois minutos depois.
  • Seja positivo. Se o cão não aprende, não é culpa dele, mas sua. Se algo não sai como você gostaria é preciso averiguar o que está acontecendo e, para isso, você terá que pensar como um cão. Coloque-se no lugar dele, pense como ele e você conseguirá entender o que o seu peludo necessita e que você não está fazendo.

Principalmente, lembre-se muito bem de definir o que você irá ensinar a seu cão segundo sua idade. Não adiante e nem atrase, cada ensino tem seu momento preciso. E, é óbvio, lembre-se também de que não conseguirá nada com castigos e gritos. Você irá necessitar de grandes doses de amor, paciência, perseverança e carinho. O reforço positivo, junto com essas qualidade,s sempre funciona.