Como escolher o nosso cão ideal

Cão ideal

Existe um cão ideal para cada pessoa? Embora a idealização de seres ou situações seja um conceito que passa mais pelas aspirações que pela realidade, perguntar-se como deveria ser o peludo com o qual você vai compartilhar parte de sua vida, é um tema que deveria prestar atenção. Assim, você evitará desilusões para você e más experiências para o animal.

Em busca do cão ideal

Antes de escolher o cão que considera ideal para você, você deve se fazer uma série de perguntas e ir respondendo, uma a uma. Por exemplo:

Por que e/ou para que quero ter um cão?

desembaraçar-o-pelo

Você deve definir se só procura um animal de estimação ou se quer que o cão cumpra, além disso, outras funções. Por exemplo:

  • Que vigie sua propriedade
  • Que participe de concursos de beleza ou de habilidades
  • Que participe de terapias assistidas com animais

Menção à parte para com o tema moda e status: se quiser um cão só para se aparecer para os seus amigos e para as pessoas próximas, melhor compra um carro novo.

Na hora de escolher o cão ideal, é importante que não se deixe levar pelo impulso e que possa conhecer em detalhes suas características

Conheço e assumo as responsabilidades que implica ser responsável por um animal de estimação?

Um cão não é um objeto, mas sim um ser vivo que não pode ser descartado ou abandonado se nos cansarmos dele, se nos der muito trabalho ou se não cumprir com as expectativas que nós tínhamos criado sobre ele.

Por isso, você deve ter bem claro que, ao se tornar responsável por um animal de estimação, além de mimos e carícias, você deverá também:

  • Alimentar de acordo com seu tamanho, idade e raça
  • Fazer controles veterinários periódicos
  • Fornecer um espaço adequado para seu descanso
  • Adestrar ou pelo menos ensinar as normas básicas de comportamento
  • Estimular alguma atividade física através de passeios diários e exercício
  • Manter uma estimulação constante através de jogos e brincadeiras
  • Fornecer cuidados de higiene e limpeza

Tenho o tempo necessário para lhe dedicar?

Então, conhecendo as responsabilidades que implica ter um cão, você se compromete a lhe dedicar todo o tempo que necessita?

Leve em conta que se o bichinho for passar muito tempo só em casa, isso poderá angustiá-lo e fazê-lo destruir diferentes objetos ou latir-uivar-chorar de maneira constante, podendo incomodar também aos vizinhos.

Além disso, você deve contabilizar o tempo que terá que dedicar para seus passeios e para o seu exercício. Considere que, além de fazer suas necessidades, o cão deve aproveitar também estes momentos para se socializar com seus congêneres e para explorar o entorno através do olfato.

Minha casa é adequada para abrigar um novo membro não humano?

Se um novo membro ingressar no grupo familiar, haverá espaço para que todos estejam cômodos? Nestes casos, você deverá levar em conta, não só o tamanho do cão, mas também a sua personalidade e seu nível de energia.

Há animais mais sedentários e tranquilos, e outros que necessitam de mais atenção e atividade física. Nesta parte, entra em jogo também sua forma de ser. Por exemplo: se você costuma sair para correr todos os dias, seria ideal que escolhesse um cão que pudesse te acompanhar.

Se você for uma pessoa que prefere ficar assistindo televisão ou lendo um livro, o melhor procura um peludo que permaneça contente ao seu lado, deitado na poltrona.

Meu orçamento é suficiente para cobrir os gastos que implica a posse responsável de um cão?

O gasto que implica ter um cão em boas condições não é um tema de pouca importância para o seu bolso. O dinheiro que terá que desembolsar no cuidado com o seu animal de estimação variará de acordo com o seu tamanho, o comprimento de seus pelos ou os problemas de saúde que ele poderá vir a apresentar ao longo de sua vida.

Nos gastos, você deverá contabilizar como mínimo:

  • Alimento
  • Vacinação e desparasitação
  • Controles periódicos de sua saúde
  • Eventuais gastos por diferentes enfermidades e inclusive urgências que possam se apresentar por causa de acidentes, envenenamentos, brigas, etc.
  • Acessórios
  • Elementos e/ou serviços de limpeza e higiene

Escolha o seu cão conscientemente

cão-mulher-violencia-de-genero

Respondidas estas questões, certamente o caminho ficará mais fácil para que você possa escolher conscientemente um cão que se aproxime de seu ideal.

Para evitar surpresas –sobretudo em relação à personalidade e o nível de energia do animal, ou com o tamanho que ele poderá vir a alcançar quando crescer- é importante que você não se deixe levar pelo impulso e conheça em detalhes as características da raça do cão que você quer ter.

Tampouco deixe de lado a opção de adotar um cão mestiço. Nas associações protetoras, certamente poderão te informar sobre como é o bichinho e se ele se aproxima do que você está procurando.

 

Créditos da imagem: Vikman.