Eternos filhotes… são assim os maravilhosos Boxers

Desenvolvido na Alemanha no século XIX, os antepassados dos Boxers foram o Bullenbeisser alemão e o Buldogue. Durante a Primeira Guerra Mundial, foram utilizados como cães mensageiros e guardiões. Hoje, ele é um animal de companhia que goza de grande fama, devido ao seu grande valor e alegria.

Os Boxer são cães grandes, musculosos e de cabeça quadrada. Sua figura é imponente. Devido a sua personalidade lúdica e energia sem limites, muitos costumam chamá-lo de o Peter Pan das raças caninas.

De fato, eles não são considerados completamente amadurecidos até os três anos, o que significa que eles têm uma das infâncias mais longas do mundo dos cães.

Características

shutterstock_108006779

Os Boxers são cães de grande energia e, por isso, precisam de muito exercício. Ao adotar um, tenha certeza de que você tem tempo, desejo e energia para oferecer as brincadeiras e a atividade que precisam.

O treinamento precoce nesses cães é fundamental, já que eles amadurecem lentamente e agem como cachorrinhos levados durante vários anos. Nesse tipo de animal, a baba costuma ser abundante e eles também costumam roncar alto.

Podem chegar a pesar entre 27kg e 31kg; têm focinhos largos de cor preta; seu crânio é arqueado e seus olhos são de cor marrom escura; outra característica distintiva da raça é seu ligeiro prognatismo.

As orelhas desse tipo de raça, em geral, são recortadas. São cães musculosos e de pelo curto. Sua pelagem é listrada e tigrada. A cor branca não deve ultrapassar mais de 30% do seu corpo.

Aqueles que têm grande quantidade de manchas brancas, têm mais probabilidades de serem surdos e, de fato, aproximadamente 18% e 20% dos Boxers nascem sem audição em um ou em ambos ouvidos.

Os Boxers não devem estar muito tempo ao ar livre. Seu nariz curto não esfria o ar quente de maneira eficiente no verão e não mantém o calor no inverno. Seu grau de tolerância ronda os 21 e 22 Cº graus.

É recomendável que esse tipo de cães siga uma alimentação adequada para a sua raça e sua idade. A quantidade recomendada diária deve ser de 2 a 3 xícaras de alimento seco duas vezes por dia.

Temperamento

shutterstock_62043016

O Boxer  é um cão inteligente; não é medroso e sempre encontra-se em estado de alerta. Ele é leal à sua família e adora brincar com todos, mas também é teimoso, especialmente se forem utilizados métodos de treinamento muito duros.

A formação é essencial para o Boxer. Este cão é tão forte que pode ferir acidentalmente as pessoas, se não aprender a controlar as suas ações.

Com necessidades mínimas de asseio e grande paciência, são grandes companheiros das crianças e da família, sempre e quando você propor a ele o exercício físico e a estimulação mental que precisam.

Podem se adaptar a morar em apartamentos, sempre e quando você estiver disposto a proporcionar a ele o exercício adequado, seja em forma de caminhadas ou corridas.

Podem ser desconfiados com os estranhos, mas não vão ser agressivos a menos que percebam uma ameaça às suas famílias. Os Boxers são tão amorosos que, com frequência, irão tentar estar o tempo todo perto de você.

Essa raça de cães é muito divertida e sempre estão felizes e cheios de alegria. Adoram pular e, inclusive, durante o treinamento costumam dar saltos mortais. Mas nem tudo é diversão e, devido a sua força e valor característicos, esse tipo de cão está acostumado a ser utilizado na polícia e no exército.

Os Boxers são, geralmente, cães saudáveis, mas como todas as raças, podem estar propensos a certas condições de saúde.

A formação nesse tipo de animais deve ser persistente e a liderança deve ser demonstrada com confiança.

O reforço positivo e as guloseimas são o melhor método para o adestramento dessa raça. Uma vez estabelecidos os papéis de liderança, os Boxers podem se sobressair devido a sua grande obediência e se beneficiar por sua agilidade.

Enquanto o Boxer tende geralmente a se dar bem com os animais da família, eles podem vir a ser agressivos com outros cães, especialmente com aqueles do mesmo sexo. Por isso é aconselhável que eles sejam socializados desde filhotes.

Como os Boxers sentem um profundo afeto pelas pessoas, eles podem desenvolver certa ansiedade por alguma separação. Entretanto, com níveis adequados de atividade física e mental, podem controlar esse problema sem maiores inconvenientes.