Como evitar os carrapatos

evitar os carrapatos

Os carrapatos, esses parasitas que podem se prender tanto em animais como em humanos para se alimentar de sangue, atacam em qualquer época do ano, mas costumam se proliferar em épocas em que as temperaturas começam a se elevar. Por isso, nunca é demais seguir algumas recomendações para evitá-los e impedir que ataquem nossos animais de estimação.

Informação geral sobre os carrapatos

Tenha em mente que estes ectoparasitos hematófagos, em alguns casos, se comportam como vetores de muitas doenças infecciosas, entre elas a Borreliose de Lyme. Mas além disso também podem provocar nos peludos:

  • Irritações
  • Reações de hipersensibilidade local
  • Anemia
  • Paralisia por causa de secreções tóxicas

Por esses motivos, devemos aumentar os cuidados para que estes inesperados hóspedes não se instalem em seus animais de companhia.

Considere também que é provável que seu cão ou seu gato não notem quando um carrapato está lhe sugando o sangue, já que estes seres indesejáveis se valem de substâncias anestésicas na hora de se alimentarem.

coceira-nos-cães

Saiba como os animais de estimação contraem carrapatos

Embora os carrapatos costumem se transportar de um animal afetado para outro, eles também estão presentes na vegetação. Por isso, durante os passeios pelo parque ou pelo campo, ou brincando no jardim, seu animal de estimação corre o risco de que algum destes parasitas se prenda a seu corpo.

Então, e na medida de suas possibilidades, é importante que você mantenha o seu cão ou o seu gato longe de lugares com:

  • Muita madeira acumulada
  • Grama alta
  • Grande quantidade de folhas no chão

Além disso, dê muita atenção a seu jardim e, se necessário, realize uma fumigação com um produto o mais ecológico possível.

Os carrapatos, esses indesejáveis ectoparasitos, estão sempre à espreita para se alimentarem do sangue de seu animal de estimação. Mostraremos diferentes medidas que podem ser tomadas para evitar estes incômodos inquilinos que, além de tudo, atuam como vetores de algumas doenças infecciosas.

Como evitar que seu animal de estimação tenha carrapatos

Como você já deve ter percebido a esta altura, a prevenção contra os carrapatos, para ser mais efetiva, não deve incluir apenas o animal, mas também o seu entorno, que deve se manter devidamente higienizado.

Para evitar que seus animais de estimação sejam presas fáceis destes parasitas, é importante:

  • Que se faça uma revisão constante do animal.
  • A limpeza dos lugares que ele frequenta ou que utiliza para descansar.
  • O cuidado do jardim e da vegetação no entorno do seu lar.
  • A aplicação de algum produto antiparasitário que o veterinário recomende.

Produtos para evitar os carrapatos em animais domésticos

Para decidir qual é o produto mais conveniente para evitar os carrapatos, você deve considerar questões como as características, o habitat e o estilo de vida de seu animal de estimação. E sempre pedir conselho ao veterinário sobre as melhores opções.

É óbvio que não é o mesmo um animal que não sai da casa e outro que passa boa parte de seu dia ao ar livre. Ou um filhote, ou uma fêmea prenha, de um adulto jovem e saudável.

Entre as opções desenvolvidas para evitar que estes parasitas se alojem em nossos peludos se encontram:

É muito importante que você siga as indicações de aplicação, já que estes produtos podem ser tóxicos se não forem utilizados corretamente. E tenha em mente também que os produtos para cães não devem ser utilizados em gatos e vice-versa.

O que fazer se você descobrir que seu animal de estimação tem carrapatos

cão-e-escovação-nos-pelos

No caso de você descobrir que seu animal de estimação tem carrapatos, será necessário que você os remova. Você terá que proceder com muito cuidado e seguir as indicações específicas de um profissional.

Eles devem ser extraídos com uma pinça, para que se soltem completamente da pele do peludo. Mas se você achar que não pode fazer isso sozinho, leve o seu amigo de quatro patas ao veterinário.

De qualquer maneira, além de evitar os carrapatos e de fazer o tratamento com substâncias específicas, lembre-se que é fundamental que você verifique periodicamente a pelagem e a pele de seu animal de estimação em busca desses parasitas, aproveitando a oportunidade para lhe fazer uma boa escovação.