Como evitar que um cão persiga veículos

Você sai de carro e, de repente, um cão se joga na frente do veículo. Você se assusta, freia e o cão continua lá, latindo como um louco. Por que os cães fazem isso? Você pode fazer algo para evitar? Infelizmente, este ato canino já causou mais de um acidente, especialmente aos motoristas. Não só põem em risco a vida das pessoas, mas também a do cão. Se você quer evitar que o seu cão persiga veículos, continue lendo.

Como todo problema que passamos, antes de tratá-lo, devemos sempre buscar as causas que o provocam. Nesse caso em particular, a primeira coisa a se fazer é verificar o porquê de seu cão perseguir veículos.

O porquê de que seu cão perseguir veículos

cão-feliz-correndo

Para entender esta questão, teremos que retornar anos atrás, até à origem dos cães. Já lhe explicamos em várias ocasiões que os cães descendem dos lobos. Estes, são caçadores inatos, por isso sempre corriam em direção a algo que estivesse em movimento.

Este comportamento foi transmitido de geração em geração, embora os cães ao se tornarem animais domésticos, acalmaram a intensidade da necessidade inata de caçar, pois seus donos lhe proviam o necessário. Porém, algo no subconsciente dos cães continua dizendo que quando há algo em movimento, eles devem correr atrás disso. Essa é a principal causa para que um cão persiga veículos.

Esta é a explicação que a muitos parecerá a mais lógica e coerente, mas se você for fã das lendas, leia a que temos para te contar para explicar o porquê de um cão perseguir veículos.

Lenda

Conta a lenda que uma vaca, um cão e uma cabra saíram para passear em um táxi, cada um deles tinha um destino diferente. Quando chegaram ao local da vaca, esta perguntou quanto tinha que pagar. O taxista lhe disse que três mil francos, os quais a vaca pagou sem titubear e, desceu do táxi.

Ao chegar ao destino da cabra, esta perguntou o preço e o condutor disse o mesmo: “Três mil francos”. Mas nesta ocasião, a cabra aproveitou um descuido do taxista e escapou sem pagar. O taxista surpreso, preferiu seguir seu caminho com o cão.

Quando chegaram à parada do cão, o taxista ofereceu o mesmo preço: três mil francos. O cão não tinha trocado, assim ele deu ao taxista uma nota de cinco mil francos e desceu do carro esquecendo o troco. Antes que o animal se desse conta, o taxista partiu com todo o dinheiro. Esta lenda diz marcar 3 atitudes muito conhecidas nestes animais:

  • A vaca: Ela pagou, assim não teme. Ela vive a vida dela como se não tivesse nada a ver com o que acontece ao seu redor.
  • A cabra: Sempre anda louca, correndo de um lado a outro para que não lhe peçam os três mil francos.
  • O que fez o cão? Corre atrás dos carros e late para que lhe devolvam seu dinheiro. Estariam todos os cães do mundo reclamando os dois mil francos de seu camarada? Quem sabe!

Como evitar

cão-com-correia

Seja como for, realidade ou lenda, o certo é que todos os cães perseguem veículos. Se você quer evitar que o seu cão faça isso, aqui lhe daremos algumas sugestões.

Faça testes com o seu carro e com o seu cão, andando com o carro e parando a cada vez que o cão correr em direção a ele. Como o motivo de seu cão perseguir veículos é apanhar o que está em movimento, ao parar o carro, o problema acaba.

Mas claro, isto é momentâneo, porque o cão correrá para o próximo veículo que ele veja em movimento. Por isso, faça este exercício diariamente com o seu cão até que ele se dê conta que não tem sentido perseguir veículos.

Outra forma é que não leve o cão para a rua sem correia, nunca. Leve-o ao seu lado com a correia curta e cada vez que ele quiser pular em busca de um automóvel, moto ou bicicleta, ou inclusive patinetes, dê um leve puxão na correia para contê-lo. Faça ele perceber que não está certo fazer isso. Ele deve aprender que correr atrás dos veículos é tão proibido como subir na cama ou fazer xixi dentro de casa.

Como sempre lhe aconselhamos, una a perseverança, o amor e o carinho para conseguir erradicar as más atitudes de seu animal.