Existe a comunicação telepática com nossos cães?

Cão e dona

Os cães costumam estar em grande sintonia com os humanos. Mas… eles podem ler as nossas mentes? Embora nos surpreenda, algumas pessoas se dedicaram à tarefa de estudar este fenômeno e realizaram diversos estudos para provar. Depois de ler este artigo, será você quem irá dizer se existe comunicação telepática com nossos cães.


Telepatia canina?

Mulher e cão sentados

Todos sabemos que os cães são muito sensitivos; de fato é muito habitual que quando o dono do animal se sentem mal, cansado ou apresenta algum tipo de angústia, o cão percebe. Essa percepção é denominada, por algumas pessoas, de comunicação telepática canina e se apoia nos sentidos.

Os cães poderiam inclusive detectar quando uma pessoa tem câncer? Não se sabe se eles podem determinar uma doença específica, mas como já mencionamos, sim eles podem perceber quando algo com o seu dono não anda bem. Mas nem tudo é negativo. Os cães também podem perceber quando seus donos gozam de boa saúde ou se sentem alegres.

Alguns estudos

Cão e mulher em praia

Um estudo divulgado pelo Discovery Channel tentou elucidar se os cães podem se comunicar telepaticamente com seus donos. A estudo realizado por uma equipe de pesquisadores da Universidade da Flórida, tentou determinar por que os cães são tão preparados para detectar os estados de humor das pessoas, e como eles fazem isso.

Os cães nascem com essa capacidade ou a desenvolvem com a experiência? Para responder a esta pergunta, o grupo realizou experimentos com lobos e cães. No experimento, os dois grupos de animais tiveram a oportunidade de pedir comida para dois grupos de pessoas. Um dos grupos de humanos era caracterizado por prestar atenção aos animais, enquanto que o outro, deveria ignorá-los.

Os pesquisadores demonstraram pela primeira vez que os lobos, assim como os cães domésticos, imploravam por comida ao se aproximarem de alguém que os dava atenção. Isso demonstrou que ambas as espécies – cães domésticos e lobos – têm a capacidade de se comportar de acordo com o estado de atenção de um ser humano.

Por outro lado, alguns cães também demonstraram maior mendicância. No entanto, os cães que vinham de abrigos não eram tão bons nisso quanto os que vinham de um lar. Isso mostra que a exposição aos seres humanos permite que os cães aprimorem suas habilidades de percepção das pessoas.

Segundo os pesquisadores, os resultados sugerem que a capacidade dos cães para acompanhar as ações humanas se deve à vontade de aceitar os humanos como companheiros sociais, combinados com o condicionamento para acompanhar as ações dos seres humanos para adquirir um reforço positivo. Nesse sentido, os tipos de sinais de atenção, o contexto em que o comando é apresentado e a experiência anterior são muito importantes.

Ciência a parte, outros estudos dizem que a comunicação telepática é possível e que é realizada em diferentes níveis de percepção psíquica e que mensagens podem ser recebidas a partir da comunicação com os nossos animais de estimação.

A clarividência é uma delas. Outro tipo de percepção psíquica é clariaudiência, que é a capacidade de ouvir coisas que estão além do alcance da audição normal.

Pessoas que seguem essa linha de pensamento também se referem a empatia, e dizem que, às vezes, você pode sentir o cheiro daquilo que o seu animal está cheirando. Para fazer isso, utilizam-se certos exercícios. Por exemplo, para iniciar uma sessão, a primeira coisa a fazer é se preparar através de três passos básicos: meditação, observação e conexão.

Para o exercício ser eficaz, reserve um espaço silencioso. Tenha em mãos a foto de seu animal de estimação. Feche os olhos. Quando se sentir pronto abra os olhos e se concentre em seu cão. Comece a observar a pele do animal, o corpo, os olhos, a respiração. Escreva suas impressões em uma folha de papel.

De acordo com os que praticam este exercício, você atingirá um momento em que será possível se comunicar com o seu cão e; eles garantem que é até mesmo possível dizer olá. No entanto, todas essas ideias são muito confusas e sem rigor científico.

Mas ainda que você tenha dúvidas, ainda assim você deve tentar. Certamente você vai atingir um estado de concentração e “espiritualidade” bastante agradável e a partir daí você venha a ter uma resposta do seu cão, pois terá entrado em outro nível. A menos que você pratique será muito difícil de provar.