Gatinho usado como brinquedo para cães é resgatado

Um gatinho usado como brinquedo para cachorros que havia sido abandonado em uma caixa na rua, tingido de tinta azul, está se recuperando dos ferimentos múltiplos em um refúgio na Califórnia, nos Estados Unidos.

A história de Smurf, um gatinho usado como brinquedo para cães

O animalzinho foi batizado como Smurf, por ter sido encontrado pintado de azul. Esse é o fato que levanta as suspeitas de que o pequeno felino foi utilizado como brinquedo para algum cachorro.

Filhote de gato mamando

O filhote de gato apresentava em torno de 20 ferimentos causados por perfurações distribuídas em todo o seu corpo, provocadas pelas mordidas de cachorro que recebeu. Por esse motivo foi necessário a realização de uma cirurgia exploratória para buscar feridas internas, dada a gravidade de suas lesões externas.

No momento do resgate, Smurf tinha por volta de 2 meses de idade e pesava pouco mais de um quilo. Foi encontrado numa rua da cidade de San José, dentro de uma caixa de papelão, junto com sucatas de tecido e pedaços de limão.

A alma nobre que o achou, levou Smurf para um refúgio local, que decidiu transferi-lo para uma associação protetora em Redwood City.

Um gato de dois meses foi resgatado da rua com múltiplas feridas em todo o seu corpo e pintado de azul. A suspeita é de que ele foi utilizado como um brinquedo para um cão. 

Uma nova oportunidade

No meio de seu infortúnio, Smurf teve a sorte de ser acolhido em Nine Live (Nove Vidas), fundação que realiza, entre outros trabalhos, a respeitável tarefa de amparar gatos abandonados ou candidatos a serem sacrificados em outros abrigos.

Por exemplo, animais:

  • Muito magros;
  • De idade avançada;
  • Com problemas de comportamento;
  • Feridos;
  • Doentes.

A Fundação se caracteriza por utilizar a eutanásia como último recurso, em casos irreversíveis e apenas para evitar que um animal siga sofrendo.

Todos querem adotar o gatinho azul

Quando a história de Smurf se tornou pública, milhares de pedidos de adoção foram recebidos pela Nine Lives, inclusive do exterior. Além disso, muita gente foi até a associação para conhecê-lo pessoalmente.

No entanto, Mônica Rudiger, a diretora da associação, adverte que grande parte dos interessados foram atraídos apenas pelo detalhe da cor azul, já que há uma grande quantidade de gatos esperando para serem adotados e que não despertam o mesmo entusiasmo.

Mas Rudiger também teme que a trágica história de maus-tratos de Smurf, o gatinho azul, inspire pessoas desumanas a utilizar outros gatos como brinquedo ou isca para cães. Sem ir muito longe, de vez em quando nos estremecem notícias ou vídeos postados na rede de gatos despedaçados por cães que estão sendo treinados para lutas.

A diretora também adverte sobre os perigos que estão sujeitos os animais que são tingidos, podendo até provocar a sua morte por intoxicação.

Um gatinho com muito amor para dar

Enquanto isso, Smurf está se recuperando com sucesso, e ficou amigo de Wanda, uma gatinha branca e preta que é cega, e divide os seus dias na associação com ela.

Quando terminar o seu tratamento e conseguir recuperar a cor original da sua pelugem – provavelmente cinza ou preto – ele será colocado para adoção juntamente com Wanda, sua amiga inseparável. Eles serão entregues a pessoas que os amem além do fato curioso sobre a cor artificial de Smurf.

Mesmo com a sua terrível experiência, o gatinho é extremamente carinhoso. Mais uma demonstração de todo o afeto que os animais podem nos dar, apesar de alguns humanos serem cruéis com eles.

As histórias que não são notícias

gatinhos

Mas existem centenas de milhares de histórias como a de Smurf que não chegam a ser notícias:

  • Gatos que vivem nas ruas sem nenhum tipo de controle ou assistência;
  • Abrigos lotados de cães e gatos que foram encontrados à própria sorte;
  • Seres inocentes que são vitimas de distintos tipos de maus-tratos e crueldade.

Se você está pensando em ter um animal de estimação, adote. Dessa forma estará contribuindo para que um animalzinho encontre a oportunidade de ter a boa vida que merece.

Créditos da imagem: sausyn.