O gato mais gordo do mundo vive em um hotel

gato mais gordo

Nas redes sociais, ecoa tudo o que acontece no dia a dia. Uma possibilidade é que, por exemplo, alguém ganhe o nada divertido título de ser a pessoa mais obesa do planeta, ainda que a informação não tenha sido checada e seja, portanto, difícil de se provar. Algo assim aconteceu com Logan, um bichano que foi qualificado como o gato mais gordo do mundo.

Logan, um bichano muito acima do peso

gato-mais-gordo-do-mundo-2

Fonte: Facebook do Best Western Silver Fox Inn

Logan tem, sem dúvida, um grave problema de obesidade. E também tem donos irresponsáveis que não fizeram nada para evitar que este felino de 8 anos chegasse aos 14 quilos, algo que faz com que ele se desloque com dificuldades.

O bichano vive em um hotel da paradisíaca área de Waterville Valley, no Estado de New Hampshire, situado no nordeste dos Estados Unidos.

Conforme informaram, Logan é como Garfield, o famoso personagem felino dos quadrinhos. Ou seja, Logan é comilão. Gosta de comer, comer e comer. Come o seu prato e os pratos alheios. E inclusive ataca a despensa em busca de alimentos.

Então, surge a pergunta: se o bichinho sempre apresentou este comportamento, por que seus donos não fizeram nada a tempo para tentar evitar que ele continuasse engordando?

Conheça a história de Logan, um bichano adorável e acima do peso que se tornou famoso nas redes sociais pelo triste fato de ser considerado o gato mais gordo do mundo.

Como Logan foi catalogado como o gato mais gordo

A verdade é que o bichano é adorável. E, além disso, é muito comunicativo com os hóspedes. Tanto seus donos como algumas pessoas que se hospedam no hotel postaram fotos e vídeos de Logan no Facebook e em outras redes sociais.

Foi assim que o bichinho começou a ganhar fama e, acredite ou não, o lugar ganhou clientes ansiosos para conhecer o já catalogado gato mais gordo do mundo.

Sem dúvida, todos querem que seu negócio prospere. Mas tudo parece indicar que os donos de Logan não estão atentos para o risco que corre o animal de estimação deles, caso não seja tratado o problema de sobrepeso de forma adequada e urgente.

A obesidade nos gatos domésticos, um problema em crescimento

A obesidade em felinos domésticos é um problema em franco aumento. Até algum tempo atrás era comum que os gatos saíssem das casas para fazer suas coisas de felinos e queimar calorias pelos telhados e jardins da vizinhança.

Agora, os nossos amigos miadores cada vez têm menos acesso ao exterior. E embora estejam assim correndo menos riscos de adoecer ou de se machucar, dormem grande parte do tempo e comem como antes, ou, melhor, mais. Daí para ganhar peso é um passo.

O que temos que destacar é que a obesidade reduz o tempo e a qualidade de vida dos bichanos. E contribui para que o bichinho desenvolva doenças como a diabetes, ou sofra de problemas:

Como evitar o  sobrepeso nos animais de estimação

gato-mais-gordo-do-mundo-3

Fonte: Facebook do Best Western Silver Fox Inn

Portanto, se você tem um gato, controle seu peso. E, se notar que ele tem tendência a engordar, consulte o veterinário ou um especialista em nutrição animal.

De qualquer forma, deixaremos alguns conselhos para evitar o sobrepeso em seu animal de estimação:

  • Dê a ele o tipo de alimento adequado e na quantidade indicada segundo sua idade, tamanho e condições físicas.
  • Estimule a atividade física através de brincadeiras e de brinquedos.
  • Evite dar-lhe comida “para humanos” ou excesso de guloseimas.

E se quiser que seu bichano fique famoso nas redes sociais, que seja por ser bonito e simpático. Que não aconteça a ele o mesmo que com Logan, catalogado como o gato mais gordo do mundo. Tomara que seus donos tomem consciência. E que não seja muito tarde para que o bichinho possa, ao menos, perder um pouco de peso e recuperar sua qualidade de vida.

Fonte das imagens: Facebook Best Western Silver Fox Inn