Gatos castrados e não castrados: qual é a diferença?

Gator castrados ou não?

Sabemos que grande parte das decisões que tomamos diariamente repercutem nos que estão ao nosso redor e, por isso mesmo, não costumamos tomá-las às pressas.

No entanto, quando temos um bichinho de estimação damos um passo além, porque temos a absoluta responsabilidade de determinar tudo o que tem a ver com a vida dele.

Por isso, e como é algo que depende só de nós, nos interessa conhecer qual é a diferença entre os gatos castrados e não castrados, para sabermos qual é a melhor opção.

Os gatos castrados são uma boa ideia?

Filhote de gato

Não podemos duvidar que castrar ou não um gato é uma decisão pessoal que corresponde unicamente à cada dono, mas é um tema que gera uma verdadeira controvérsia.

Também não é fácil para quem tem um animal deste tipo decidir o que é melhor.

Há quem diga que castrar os gatos é um processo antinatural que impede que eles desfrutem de sua vida sexual. No entanto, é importante que nos lembremos que o conceito de sexo que um animal tem, é muito diferente do nosso.

Eles suprem uma necessidade que têm devido ao cio e, é claro, é sua ferramenta de reprodução.

Se eliminarmos o cio, eliminaremos o desejo. Com isto, claro, não podemos nos esquecer que o gato que não está castrado terá um comportamento diferente e que para nós poderá parecer que ele tem algum transtorno.

Além disto, poderemos estar permitindo que nasçam gatos que terão um futuro incerto. Por tudo isso, o ideal é ter bem claro as vantagens e desvantagens, para poder decidir o que queremos fazer.

Diferenças entre os gatos castrados e os gatos não castrados

Começaremos por dizer que é possível esterilizar tanto aos gatos machos como as fêmeas, ainda que costume ser mais habitual castrar os machos. Vejamos agora quais são as diferenças entre os gatos castrados e os que não estão castrados.

Faculdades reprodutivas

Como é evidente, a primeira consequência que tem os gatos castrados é que estes não podem se reproduzir. Isto pode ser algo bom ou mau, dependendo de nossas intenções.

Se temos um gato e desejamos que ele procrie por algum motivo, a esterilização não é uma boa ideia. No entanto, se queremos mais alguns gatinhos, o melhor é lançarmos mão de todos os meios para conseguirmos isto e, é claro, evitarmos o sofrimento do animal ao não consumar seu cio.

Tranquilidade

Gatos no cio

Os gatos castrados são bem mais calmos que os que conservam seus genitais. Este é um dos fatores que costuma influenciar esta decisão.

Quando temos um animal de estimação confinado basicamente no lar, é difícil que o ambiente fique em paz se ele não foi castrado, já que, em muitos casos, são animais nervosos por natureza.

Peso

Os gatos, ao serem castrados, irão sofrer um aumento de peso, já que não terão a necessidade de gastar essa energia, que agora já não possuem. Este é o motivo pelo qual, em muitos casos, o gato não castrado é mais esbelto e a aparência física dele pode chamar mais a nossa atenção.

Comportamento

No caso dos machos que não são esterilizados, o cio, muitas vezes, os leva a se mostrarem agressivos, em diferentes graus, e a brigarem com outros machos.

Da mesma forma, eles costumam mostrar mais interesse em sair de casa, já que se encontraem a oportunidade, não vacilarão em escapar e satisfazer suas necessidades sexuais, com todos os riscos que essa fuga implica.

Não podemos nos esquecer que os choros e lamentos dos gatos em época de cio podem ser muito irritantes para todos.

Marcação de território

Você deve ter claro que, se você optar em manter o seu gato sem castrar, sendo este um macho, a tendência será que ele vá marcar sua casa com urina, para evitar que outros gatos se aproximem. É um comportamento natural, mas que os donos costumam não aceitar.

Saúde

Quando removemos os órgãos genitais de um gato, estamos evitando que eles venham a sofrer de certas doenças que afetam a região, como o câncer.

Expectativa de vida

Os gatos castrados costumam ter uma vida mais longa, por todos os fatores que já mencionamos. Eles não saem de casa, portanto evitam se expor a uma infinidade de perigos.

Além disto, eles não brigam com outros machos, o que poderia machucá-los de diferentes formas. Ainda assim, como mencionamos no ponto anterior, evitamos que eles venham a sofrer de algumas doenças.

Agora que você já conhece quais são as diferenças essenciais entre os gatos castrados e os não castrados, com certeza com esta informação você será capaz de decidir o que é o melhor em seu caso.