A história de um cão que deu lições de humanidade ao mundo

Embora pareça irônico, os gestos de humanidade são cada vez menos comuns nos seres humanos, sendo o novo protagonista o melhor amigo do homem, que longe de regredir a um ponto no qual se encontre em estado de barbárie, este pequeno ser nos demonstra cada dia que é uma das espécies mais especiais da terra.

É que longe de se intimidar ante as situações mais adversas e extremas, este animal exibe uma enorme valentia que lhe faz velar não só por sua vida e segurança, mas também pela daqueles que se encontrem em grave perigo.

Neste artigo iremos lhe falar de um desses casos onde a bondade e o heroísmo se unem neste pequeno animal de quatro patas, para se imortalizar na história como um exemplo digno de ser imitado, para que desta forma possamos oferecer lições de humanidade às gerações posteriores e também um mundo melhor.

Desastre natural

os-cães-sabem-escutar

A história a seguir ocorreu em 2011 no Japão, onde um terrível movimento sísmico seguido de um Tsunami aterrorizou tanto à sociedade nipônica como o mundo, em um terrível desastre natural que resultou em uma enorme quantidade de pessoas que perderam suas vidas ou a vida de muitos entes queridos.

Neste terrível acontecimento não foram somente os humanos que sofreram, mas também os animais, quem ante este tipo de fenômenos da natureza podem inclusive virem a morrer de medo, produto dos fortes ruídos e movimentos que costumam ocorrer.

O pior de tudo é que quando ocorre este tipo de acontecimento, muitas pessoas, por medo e desespero, longe de velarem pela segurança de seus animais de estimação, se esquecem deles e os deixam sozinhos ante o perigo, por isso podemos considerar os animais domésticos como os seres mais vulneráveis nestes casos.

Um cão abandonado

O protagonista desta história é uma destas vítimas abandonadas por seus donos, porém ele não somente conseguiu sobreviver ao terrível Tsunami e a todo o desastre e destruição que a tragédia trouxe, mas também protegeu incansavelmente a outro de sua espécie, que se encontrava em um sério perigo.

E sim, trata-se de um lindo cão que logo depois de ser abandonado por seus familiares teve que se virar sozinho para poder se manter vivo, enquanto tudo o que se encontrava ao seu redor se transformava em caos, destruição e incerteza, uma situação que o cão nunca antes tinha vivido.

Em um desses infernais dias que apenas se via morte e desesperança, o cão de cor branca e marrom encontrou a outro de sua mesma espécie, quase morto, em meio aos escombros de uma casa derrubada.

Ao notar que seu congênere ainda estava vivo, mas quase não podia caminhar, manteve-se ao seu lado todos os dias, cuidando de todos os perigos que havia ao seu redor, além de buscar comida e água para beber, já que por ter gravemente feridas as suas patinhas, este cão não podia fazer nada por si mesmo

Lições de humanidade

O fato que imortalizou todo este exemplo de humanidade e valentia foi uma pessoa e seu celular, já que no meio do desastre este indivíduo se encontrava gravando tudo o que ocorria para que o mundo pudesse conhecer visualmente uma versão do autêntico inferno que estava sofrendo essa parte do país nipônico.

Entretanto, junto ao caos e a confusão, seu dispositivo móvel chegou a capturar uma cena que daria a volta ao mundo e encheria de esperança os corações dos japoneses.

É que o cão branco e marrom, ao notar a presença de pessoas ao seu redor, latia com todas as suas forças para chamar a atenção e, uma vez que os olhares estivessem nele, ele movia sua cabeça em direção ao seu companheiro gravemente ferido, para que alguém pudesse ajudar

Final feliz

Técnica-toque-acariciar-cão

Resistindo cada dia como se fosse o último, a tenacidade e o instinto de sobrevivência destes dois cães foi recompensando dias mais tarde, quando eles foram resgatados por uma importante empresa de produtos para animais.

Conforme afirmou Kenn Sukarai, que é o presidente da empresa, o cão de cor marrom e branca estava em condições muito melhores que a do outro cão, que estava em más condições de saúde devido às suas lesões.

Entretanto, ambos foram levados a um veterinário, que conseguiu curá-los satisfatoriamente e fazer deles dois dos sobreviventes mais famosos da humanidade.