Ilha dos gatos pede doações em comida e recebe mais do que pode guardar

Cat island

Consegue imaginar um lugar onde haja mais gatos do que pessoas? Pois esse lugar existe e se chama Aoshima ou Cat Island, a ilha dos gatos, no Japão. Segundo o censo, nesta ilha há 6 gatos para cada ser humano. Incrível! Pode ser algo bonito de se ver, sobretudo para os amantes dos felinos, embora esta maciça soma de animais também deva causar inconvenientes difíceis de serem resolvidos.

E é precisamente disso que trata a história de hoje.

Surgem os problemas na Cat Island, a ilha dos gatos

Gato sorrindo

Para os habitantes desta ilha, nunca foi um problema ter tantos felinos rondando por todas as partes, já que eles são parte da comunidade e de suas vidas.

Porém, quando devido aos inconvenientes climáticos a recepção de alimentos se torna difícil, os habitantes da ilha se preocuparam com o bem-estar dos gatinhos, tanto quanto também temem uma revolução felina.

Qual seria a solução? Pedir ajuda externa. A melhor maneira: Internet.

O grito de socorro da Cat Island

O problema com o abastecimento de comida é que nas ilhotas não há lojas para se comprar, cada um consegue seu alimento principalmente pescando.

Devido ao mau clima de inverno, se torna muito difícil sair em um barco para pescar, por isso tanto os habitantes da ilha como os gatos que há nela não têm com o que se alimentar.

Alguém teve a brilhante ideia de pedir ajuda em um tweet que dizia assim: “Por favor mandem comida para os gatos de Aoshima”. E depois explicavam o motivo, coisa que já redigimos acima. Você gostaria de saber o resultado?

Os resultados das doações para a Cat Island

O pedido que um cuidador de gatos de Aoshima teve enormes resultados que deixaram evidente o fato de que ainda há milhares de amantes dos animais dispostos a ajudar quando necessário.

Depois de enviar o tweet pedindo ajuda, poucos dias se passaram até que a Cat Island fosse inundada por caixas de alimentos vindas de todos os lugares. Tanto que tiveram que publicar outro tweet: “Parem de enviar comida por favor, não temos onde armazená-la e esta suprirá todas as necessidades até abril”.

O coração de muitos foi tocado para ajudar a estes animais e os envios de comida foram mais dos que eles precisavam. Já nem sequer havia lugar na ilha para guardar tudo.

De onde saíram os gatos da Cat Island?

Nesaa ilha, vários anos atrás, seus habitantes se dedicaram à criação de bichos da seda. Isso atraía ratos, criando assim no local uma praga que, como é óbvio, não foi do agrado dos moradores, por isso o que seria melhor do que os gatos para acabar com eles?

Cat island

Cada morador adotou um ou dois gatos que exterminariam os ratos que viviam em suas casas e nos arredores, estes cruzavam com outros e tinham filhotes. Assim foi como em pouco tempo a ilha se transformou na ilha dos gatos.

Por causa da ajuda recebida por estes animais para que as famílias pudessem sobreviver, eles eram altamente valorizados, cuidados e foram assim autorizados a viver com eles.

Com o tempo, muitos dos moradores da ilha emigraram para outros lugares e cada vez havia menos pessoas na ilha e… mais gatos! Passando assim a ser conhecida como Cat Island ou a ilha dos gatos, onde os felinos são cuidados, amados, venerados e tratados quase que como deuses.

Prova disso foi o empenho dos moradores para conseguir alimento quando necessitavam.

Essa ilha tão peculiar gerou muito turismo, como era de se esperar, mas um turismo que por lei não permite que ninguém provoque e muito menos machuque os gatos.

Como a história que lhe contamos provou, esse é um lugar para gatos como nenhum outro no mundo e, também, para os amantes dos felinos.