Invenção russa permite que cães respirem debaixo d’água

Uma tecnologia russa permite que os cães respirem embaixo d’água em profundidades de até 600 metros. Com essa invenção, os cães podem ajudar no salvamento da tripulação de submarinos.

Essa nova tecnologia foi desenvolvida pela Fundação para Investigações do Futuro Vitali Davidov.

A invenção consiste em permitir a respiração líquida, que consiste em encher os pulmões com um líquido especial rico em oxigênio dissolvido e que entra facilmente na corrente sanguínea.

É preciso recordar que o afogamento ocorre quando os pulmões dos animais se enchem de água e perdem a capacidade de obter o oxigênio do líquido em seu interior. Neste caso, os pulmões não estão preparados para absorver o gás de um líquido. Dessa forma, embaixo d’água, esses órgãos param de funcionar e o corpo morre.

A novidade é que os cientistas descobriram um composto líquido chamado perfluorocarbono. Ele tem a capacidade de ser respirado como fazemos com o ar. Essa substância se tornou essencial na oftalmologia, por exemplo.

Respirando líquido

cachorro nadando

Físicos e fisiologistas sempre sonharam com o dia em que os líquidos poderiam ser respirados. Concretizar esse sonho pode ser a solução para diversos tratamentos médicos, cirurgias, esportes e outros assuntos científicos. Seria muito vantajoso.

Até hoje, a respiração em líquido só havia sido realizada em laboratórios médicos e de forma meramente experimental.

O procedimento foi destinado para o tratamento de pacientes com colapso dos alvéolos pulmonares, como no caso de bebês prematuros ou aqueles com problemas no desenvolvimentos dos pulmões.

Cães embaixo d’água

Hidro-câmaras especiais foram desenvolvidas e permitem que os cães fiquem debaixo d’água por meia hora, a aproximadamente 500 metros de profundidade. Devemos dizer que os animais que passaram por esses testes estão em perfeitas condições e suportaram o mergulho sem problemas.

Cães mergulhadores

O mergulho praticado por cães está se convertendo rapidamente em um dos esportes mais populares nos últimos tempos entre os donos. É um exercício de ritmo acelerado no qual os cães das mais diferentes raças podem competir. Ver quem pode saltar mais longe de uma plataforma elevada em direção à água é uma das provas.

Qualquer cachorro que passe tempo com seus brinquedos na água e sinta amor por ela pode competir em provas de mergulho. Você também pode treinar um animal para realizar corretamente o esporte, o que será uma aventura simples e divertida.

Muitos animais são muito conhecidos por sua interação com pessoas na água, como é o caso dos golfinhos.

Treinando cães mergulhadores

O procedimento para o mergulho de nossos amigos começa selecionando um espaço apropriado. Será necessário um lago ou uma lagoa com profundidade suficiente para que o cão mergulhe com segurança, ficando livre de perigos embaixo d’água. A fonte de água não precisa ser muito grande, apenas profunda o bastante para que o cão não toque o fundo quando saltar.

Entre os principais cuidados que devemos ter é comprovar que o cão gosta de entrar na água. Um bom truque, por exemplo, é pegar o brinquedo favorito do peludo e tentar brincar com ele. Se o nosso amigo de quatro patas não der a mínima atenção para o objeto, o mais provável é que não esteja se sentindo bem e o melhor seria tirá-lo da água.

Um bom trabalho debaixo d’água

cachorro nadando

Outro ponto importante é nos certificarmos de que o trabalho que o cão realiza debaixo d’água é seguro. O local do mergulho deve estar livre de objetos e obstruções no fundo que poderiam causar danos ou lesões graves ao mergulhar longe da orla.

Também é importante ter em mãos guloseimas ou brinquedinhos para recompensar o cão. A emoção de conseguir esses prêmios fará com que o cão se esforce em suas atividades aquáticas. A emoção de perseguir e pegar o brinquedo animará o peludo e o deixará mais confortável.

Por fim, é bom lembrar que nem todos os cães gostam de água. Da mesma forma que acontece com pessoas, eles possuem características e comportamentos próprios. Não tente forçá-los.