O Jack Russell Terrier: um cão muito inteligente

Dentro do universo canino, o Jack Rusell Terrier é considerado um dos cães mais inteligentes. Destaca-se por sua vivacidade e sua por sua capacidade para desenvolver novas habilidades.

Entusiasta e tenaz, é um animal apto para o trabalho. É ativo, ágil e tem uma grande velocidade e resistência. E, ainda que seja um excepcional caçador, atualmente, este pequenino é tido como um fiel animal de estimação.

A raça teve sua origem no Reino Unido, no início do século XIX, quando o reverendo John Russell quis desenvolver um tipo de Fox Terrier que pudesse contribuir com o trabalho de seus cães de caça.

Assim, chegamos a este cão de baixa estatura, um dos mais energéticos e hiperativos que existem hoje em dia.

Convivendo com um Jack Russell Terrier

jack-rusell-terrier2

Se você escolheu um Jack Russell Terrier como animal de estimação, não deve se esquecer nunca que ele foi um cão criado para perseguir raposas e tirá-las de suas tocas. Então:

  • É um animal que desfruta do ar livre e dos espaços abertos, portanto você terá que levá-lo para correr diariamente. Ainda que ele possa se acomodar para viver em um apartamento, não seria a melhor opção para um cão com essas características. O ideal seria que ele contasse com uma casa com jardim, quintal ou terraço para que o Jack Russell Terrier pudesse gastar sua grande energia.
  • Possui impulsos territoriais e caçadores muito fortes e que afloram com muita rapidez, por isso, por vezes, ele pode se mostrar agressivo com outros animais. É recomendado que não o deixe sozinho com outros animais, sobretudo se estes forem aves ou roedores.
  • Você deverá educá-lo com muito empenho se não quiser que ele se converta no amo de sua casa. Frente ao menor resquício de liberdade comportamental que lhe dê, ele o fará. Por isso você tem que deixar bem claro, desde o primeiro momento, que o chefe da matilha é você, para que ele obedeça aos seus comandos. Lembre-se que, por sua inteligência e personalidade independente, pode ser que custe mais trabalho a você mais do que você tinha previsto para o seu treinamento, já que ele se distrairá com facilidade e, em seguida, encontrará outros temas pelos quais ele irá se interessar.

O Jack Russell Terrier é conceituado como um excelente cão de terapia. Também é um grande parceiro de brincadeiras para as crianças, ainda que se deva levar em conta que ele poderá chegar a mordê-los se sentir maltratado.

Portanto, não é o animal de estimação ideal se você tem crianças muito pequenas.

Características físicas do Jack Russell Terrier

mascote-porta-casa

É um cão mais longo do que alto e de corpo flexível. De costas retas, lombo forte e peito mais profundo do que largo.

Outras de suas características físicas são:

  • Altura: de 27cm a 35cm.
  • Peso: 1kg para cada 5cm de altura.
  • Cor: totalmente branco ou com manchas amareladas, limão ou negras na cabeça ou na raiz do rabo.
  • Pelagem: áspera e densa, um pouco mais escassa na zona do ventre.
  • Cabeça: de crânio plano e largo, médio. Estreita-se de forma gradual para os olhos.
  • Nariz: negro.
  • Olhos: amendoados, de cor escura e bem afundados nas órbitas. Com expressão vivaz.
  • Orelhas: pequenas, em forma de “v” e caídas para a frente.
  • Mandíbulas: fortes, com articulação perfeita, regular e completa, forma de tesoura.
  • Pescoço: musculoso e de bom tamanho. Alarga-se progressivamente.
  • Patas: musculosas e fortes.

São cães saudáveis e que não sofrem de grandes transtornos de origem genética. Podem chegar a sofrer luxação rotuliana, bem como problemas do cristalino ou cataratas.

Certamente viverá entre 12 e 14 anos se for bem cuidado. Isso inclui proporcionar alimentos de qualidade, mantê-lo livre de parasitas, levá-lo periodicamente ao veterinário e, sobretudo, dar-lhe muito amor.

Deste modo, se você é uma pessoa ativa e com tempo para lhe dedicar, o Jack Russell Terrier será seu parceiro ideal. Inclusive é uma raça que pode ser inscrita em provas de agilidade e com grandes chances de trazer algum troféu para casa.

Lembre-se que se você não puder prestar-lhe a devida atenção, seguramente, ele desenvolverá comportamentos destrutivos: escavará o seu jardim procurando por tocas inexistentes, latirá em excesso e quebrará diferentes objetos da casa.

Por isso, você deve lhe assegurar não só a sua companhia, mas também o exercício físico e mental necessários.

Assim, poderá desfrutar plenamente de um animal de estimação que brindará você com todo o afeto que ele possui e que surpreenderá você dia a dia com a sua inteligência.