Macho ou fêmea: como escolher

Existem pessoas que gostam mais de cães e outras que preferem cadelas. No entanto, às vezes aqueles que querem ter um cão desconhecem as consequências de ter um ou outro gênero. Para aqueles que não sabem as diferenças, ou para aqueles que não se importam em adotar um cão macho ou uma fêmea, daremos algumas orientações que ajudarão a decidir qual é o mais adequado para cada circunstância.

Existem diferenças entre machos e fêmeas que podem nos ajudar a decidir qual dos dois gêneros devemos escolher para dividir nossa casa e parte de nossa vida.

Diferenças entre macho e fêmea

Cachorros

Tamanho

De maneira geral e em quase todas as raças, os machos são maiores que as fêmeas. Esse é um aspecto que pode influenciar em sua decisão, tendo em conta o espaço disponível em sua casa, a estética do animal e o peso que está disposto a suportar sobre suas pernas. Você já parou pra pensar sobre isso?

Comportamento

Os cães tendem a levantar a pata na hora de urinar e marcar o território. Também ficam muito ansiosos e agitados quando estão no cio, o que pode resultar em tentativas de fuga ou comportamento agressivo com outros cães. Apesar da crença popular, não existe um consenso de que a esterilização diminua esses comportamentos, afinal ela gera uma mudança nos órgãos sexuais do animal e não na mente.

A fêmea, por sua vez, menstrua, o que pode provocar manchas incômodas durante quatorze dias, além de comportamentos agressivos ou, pelo contrário, extremamente tranquilos. O cio também a deixará nervosa, pois o seu desejo sexual será despertado. Por isso, as cadelas necessitam de vigilância absoluta nesse período.

Personalidade

Muitas pessoas afirmam que os machos são mais carinhosos que as fêmeas ou o contrário. Na verdade, não há nenhuma hipótese que confirme esse fato, portanto não podemos confirmá-lo. Alguns cães são mais carinhosos que algumas cadelas e vice-versa. A personalidade do animal não depende de seu gênero, mas de sua raça.

O que mais pode me ajudar a decidir entre macho ou fêmea?

Um fator importante a considerar é se você já tem mais cães em casa. Se você tiver uma fêmea e não estiver disposto a ter filhotes correndo pelo quintal, é melhor escolher outra fêmea. No entanto, se você tiver uma cadela e queria ter filhotes, escolha um macho.

Lembre-se, geralmente os machos não se dão muito bem com outros machos. Você deve levar esse fato em consideração se você já tiver um cão e não quiser ter “netos”. Nesse caso, o melhor é escolher uma fêmea e esterilizá-la.

Se na região em que você vive há muitos cães vira-latas, talvez uma fêmea não seja a melhor opção. Quando ela estiver no cio e acabar saindo para a rua, é possível que ela fuja ou os cães de rua tentem se aproximar dela.

Decida com a mente e com o coração

Pug

Não importa o que você escolher, tenha em mente que um animal de estimação é um ser dependente de você, a quem você deverá dar amor e suprir as necessidades. Seja consistente com a sua decisão de escolher um macho ou uma fêmea e dê todo o amor, carinho e cuidados que eles precisam e merecem.

Antes de adquirir um bichinho, lembre-se também de que ele vai viver por vários anos, em média doze, durante os quais será parte de sua vida, não importa as mudanças pelas quais ele possa vir a passar.

Uma adoção responsável sempre valerá a pena. Abra sua mente, encha seu coração de amor e dê muito carinho a seu animal de estimação.