Mantenha o cérebro de seu cão em bom estado

Mantenha o cérebro do seu cão ativo

Há algum tempo, diferentes linhas de investigação têm demonstrado que as mudanças de comportamento que os cães apresentam ocorrem devido a transformações em sua estrutura cerebral. Aqui estão algumas dicas para manter o cérebro de seu animal de estimação em boa forma.

Segundo com as investigações, as transformações na estrutura do cérebro são causadas por mudanças complexas no ambiente e nas atividades do cão. Novas conexões neurais são formadas e o córtex cerebral de desenvolve a partir dessas novas experiências.

Evidências recentes demonstram que ainda é possível estimular o crescimento de novos neurônios em áreas do cérebro que estão associadas com o aprendizado, a memória e a organização, todas importantes para o comportamento do animal.

Aspectos cruciais da experiência do animal que causam essas mudanças positivas em seus cérebros envolvem a exposição a uma grande variedade de lugares que podem ser interessantes a eles e permitir o contato com coisas novas e vivenciar experiências emocionantes.

jogos de inteligência

O ideal é que estas experiências incluam oportunidades de aprender coisas novas, resolver problemas e investigar livremente, além de manipular e interagir com objetos e se expor a diferentes tipos de ambientes.

Os dados são claros em mostrar que os indivíduos que recebem esse tipo de estímulo não apenas tendem a ser mais curiosos, demonstrando um aprendizado mais rápido e uma vontade de executar tarefas mais complexas em menos tempo. Eles também têm mostrado serem menos temerosos e mais independentes.

E os benefícios de tais experiências não se restringem apenas a filhotes em crescimento. Cães de todas as idades, incluindo adultos, têm a capacidade de aprender coisas novas, além de compensar a queda na eficiência mental devido à idade.

Portanto, para as pessoas interessadas em dar a seu animal de estimação a vantagem de um cérebro eficiente, o segredo é simplesmente manter ativa a mente do cão, expondo-o a experiências diferentes e oferecendo coisas novas para resolver.

Só não pense que deve fazer algo muito difícil ou complicado. Algumas experiências novas podem incluir levar o cão a novos lugares ou andar por diferentes caminhos durante o passeio diário.

A seguir, sugerimos algumas ideias para que exercite o cérebro de seu pet.

Argolas de empilhar

Assim como brinquedos podem ensinar as crianças a coordenação olho-mão, você pode ensinar a coordenação entre o olho e a pata ou do olho e da boca a seus cães.

Para tanto, as argolas de empilhar (esses brinquedos tão comuns para bebês humanos) são uma excelente opção. Tenha em mente que o ideal são os jogos de madeira com corantes naturais e diferentes texturas, ao invés dos de plástico, pois seu cão pode destruí-los em questão de minutos.

A brincadeira consiste em ensinar ao animal de estimação a sentir diferentes texturas na boca. Você também pode jogar as argolas para que ele os busque. Quando tiver mais destreza, você pode jogar as argolas para que o cão pule e as pegue no ar. O tamanho do brinquedo e seu peso dependerão do tamanho da boca de seu animal.

O jogo do copo

cachorro com bola

Esta é uma brincadeira similar aos jogos de aposta. Você deve colocar três copos de cabeça para baixo, escondendo em um deles um petisco que seu cão gosta e que tenha um cheiro neutro. Mostre a seu cão onde escondeu a guloseima e comece a misturar os copos. Termine dando o comando a seu cão para buscar e verá que facilmente ele localiza o petisco. Repita o processo até que ele se acostume.

Para tornar a brincadeira mais desafiante, esconda outro objeto. Pode ser uma bola pequena ou algo que role com facilidade e misture os copos novamente. Se o seu cão adivinhar onde está o petisco, deixe que o coma. Caso contrário, mostre onde está, mas não o dê.

Aos poucos, seu pet irá se acostumar à dinâmica da brincadeira e isso o ajudará a melhorar sua memória e concentração.