Mesmo que seja velho, meu cão ainda pode aprender coisas novas

Cachorro velho ainda pode aprender

Uma das frases mais conhecidas do mundo é que não se pode ensinar truques novos a um cachorro velho. No entanto, um estudo aprofundado demonstrou que isso não é necessariamente verdade.

É difícil de acreditar? Aqui vamos apresentar uma história que tem sido uma verdadeira surpresa para todo mundo.

Uma experiência inovadora

Cachorro idoso

A prestigiada Universidade de Medicina Veterinária de Viena realizou uma extraordinária experiência que provou que a idade não é um obstáculo para que o seu pequeno amigo de quatro patas possa aprender diferentes tipos de truques ou instruções que você deseja dar.

Para tal, contaram com a participação de 95 exemplares de Border Collie, desde filhotes com apenas cinco meses até o mais velhos com treze anos. Foram realizados testes com eles que consistiam na aprendizagem de alguns truques mediante o uso de uma tela touch, onde deveriam usar seu focinho para determinar em que grau estavam entendendo o que o instrutor indicava.

Os cães que participaram desta incrível experiência realizada no Laboratório de Inteligência de Cães foram organizados em grupos de idade e submetidos a várias atividades com a finalidade de provar sua aprendizagem, memória e raciocínio lógico, as quais constituem as três habilidades cognitivas mais importantes.

O cachorro velho é mais inflexível na sua forma de pensar

A primeira prova consistiu em fazer-lhes escolher corretamente, em várias ocasiões, uma imagem entre duas disponíveis numa tela touch, onde em uma delas eram recompensados com biscoitos enquanto na outra não.

Essas imagens positivas e negativas foram mostradas em diferentes posições e combinações para provar a capacidade de memória e reconhecimento dos cães.

Segundo o cientista Friederike Range, o primeiro resultado demonstrou que os cães mais velhos precisaram ensaiar e praticar mais que os jovens para poder resolver corretamente a tarefa que lhes foi designada.

Por outro lado, a professora Lisa Wallis revelou que também foi demonstrado que o cachorro mais velho é mais inflexível na sua maneira de pensar que o jovem. Assim como as pessoas, os cães também mantêm os hábitos e as formas que aprenderam ao longo da vida.

Como se poderia supor, os testes apresentaram como resultado certas diferenças na capacidade em função da idade dos cachorros.

Raciocínio inferencial

A segunda prova consistiu em mostrar-lhes novamente duas imagens onde deveriam escolher apenas uma, com a diferença de que nessa situação estariam incluídas entre elas uma correspondente ao teste anterior.

A finalidade desse segundo experimento era determinar se os Bordier Collie poderiam lembrar se a imagem conhecida era negativa ou positiva, e em seguida selecionar aquela pela qual foi premiado ou selecionar a nova em caso da conhecida ser a errada.

É importante destacar que estes tipos de testes relacionados com o raciocínio inferencial são muito difíceis tanto para os cães como para os seres humanos, por isso apenas 10% dos cães conseguiram bons resultados, entre os quais a maioria era de idade avançada.

Os cães mais velhos ainda podem aprender

Cachorros idosos

Depois de realizar os testes e estudar os resultados, os cientistas decidiram deixar passar seis meses para receber novamente os cães e repetir os ensaios com a tela touch, usando as mesmas imagens com a intenção de poder determinar as habilidades de memória a longo prazo.

A justificativa é que segundo diferentes especialistas veterinários, o elemento mais importante para determinar a inteligência de um cão, sua capacidade para aprender novas ordens e novos truques, se reduz a sua capacidade de memorização, ainda que tenha passado certo tempo.

Depois de realizarem novamente o experimento, os resultados não mostraram nenhum tipo de diferença quanto às idades diferentes, já que todos os cães conseguiram lembrar as imagens positivas sem nenhum tipo de confusão.

É importante notar que apesar dessas pesquisas terem sido realizados com cães da raça Border Collie, a professora Wallis afirmou que não são apenas eles que podem ter a capacidade de aprender coisas novas em idades avançadas, mas também outros cães que também se caracterizam por serem inteligentes e obedientes.

Em suma, não importa a idade do seu cão, você ainda pode ensinar muitas coisas para ele.