Meu cão é cego… O que posso fazer?

Cachorro cego

Devido ao processo normal da deterioração da visão pela idade, ou devido a uma doença, ou ainda por causa de um acidente, ou de um problema de nascimento, a cegueira é uma coisa que muitos donos devem enfrentar. Assim, daremos a seguir algumas recomendações sobre ações que podem ser tomadas quando um cão é cego.

Como detectar se um cão é cego

Cachorro comendo

 

A cegueira pode se apresentar como uma diminuição leve da visão ou de maneira aguda e definitiva. Normalmente, pode-se perceber que o cão é cego porque ele não reage aos estímulos da luz. Assim, ele caminhará desorientado e baterá nos objetos que você mudar de lugar ou nas paredes e móveis, no caso dele não conhecer o espaço.

Quando um cão perde a visão gradativamente, pode também se mostrar nervoso, desorientado, se afastará ou ficará escondido.

Uma consulta com o veterinário pode dar o diagnóstico exato da gravidade da cegueira sofrida pelo animal e se é reversível, degenerativa ou completa.

É mais difícil detectar a cegueira em cães que tenham nascido com a cegueira dos que o que vão perdendo a visão aos poucos, visto que estes encontram-se acostumados a não enxergar e, normalmente, se adaptam muito bem a sua condição dentro de casa.

Porém, quando você mexer em objetos, por exemplo, móveis ou trocar seu prato de comida de lugar, se mostrará desorientado ou baterá nas coisas novas. O mesmo acontece quando levar seu companheiro para passear fora de casa.

Se a cegueira for progressiva, poderá observar que ele não pega a bola ou os objetos que você joga na primeira vez, ou se mostrará desconfortável quando levá-lo para passear a noite e ficará mais desajeitado que o habitual. Quando a cegueira é em um olho só, ele terá dificuldades para calcular distâncias ou para medir a profundidade.

O que pode causar a cegueira num cão

São muitas as causas que podem causar cegueira nos animais, portanto, as manifestações também acontecem de muitas formas. Entre as patologias mais comuns, estão:

Doenças nos cristalinos, por exemplo, a catarata;

Degenerações na retina;

Inflamação no nervo ótico;

Glaucoma;

Tumores;

Golpes ou arranhões nos olhos;

Diabetes;

A maioria das doenças que produzem a cegueira são tratáveis e, em alguns casos, reversíveis. No entanto, há casos em que pode ser irreversível, por isso, ele deverá se adaptar para tornar sua vida mais fácil.

Como ajudar um cão cego

Cachorro na rua

A cegueira nos cães, uma vez que eles estão acostumados, praticamente não se percebe nos espaços que são habituais para eles, de modo que uma coisa que você deve ter em conta é não mexer os objetos para evitar que seu cão bata neles.

Isso é devido a eles terem um sentido de orientação muito bom, além de um olfato e ouvido muito bem apurados, que os ajudam a manterem-se orientados.

No caso do seu cão ter ficado cego recentemente, o melhor que você pode fazer é comprar uma variedade de cinturões de proteção, com varas nos extremos que ajudarão para que eles se localizem evitando que batam, pelo menos, enquanto se acostuma ao espaço e à nova condição.

Uma coisa que você pode fazer é usar os outros sentidos dele para ajudar que ele se localize. Por exemplo, use diferentes essências para marcar os lugares da casa, rosas para a cozinha, lavanda para a sala de jantar, canela para o quarto. Isso propiciará a criação de um mapa de cheiros que ajudará seu cão a se guiar pela casa.

É melhor usar em pequenas quantidades, pois como já sabemos, o olfato dos cães é muito sensível, por isso uma pequena quantidade da essência será suficiente para ajudar seu cão a perceber as diferenças entre os ambientes.

Você pode adotar também um registro tátil como um tapete, perto dos lugares como escadas ou desníveis. Com o passar do tempo, seu cão assimilará a sensação tátil com a referência do objeto, que  evitará que ele chegue a cair e sofra um acidente.

Você deve evitar deixá-lo em lugares altos, visto que ele pode cair e, com isso, causar algum problema em seu animal. Você também deve evitar situações de risco, como levá-lo para passear sem coleira ou sem a guia, situação que não é recomendável nem sequer para cães com excelente visão.

Quando um cão é cego, é possível levar uma vida perfeitamente normal.  Apenas é preciso ter cuidado com alguns aspectos e deixar que ele aprenda a encontrar o espaço e desenvolva as capacidades, de modo que não o superproteja.