A música influi nos cães, mas e nos gatos?

música

Dizem que a música alimenta a alma, porque ela tem enormes benefícios para a nossa saúde. Isto também é válido no caso dos cães, pois há dezenas de estudos que assim o demonstram. A pergunta que surge, sobretudo para aqueles que amam os gatos, é se realmente ela também é útil e benéfica para os felinos.

A resposta é sim. Vamos falar de todos os benefícios da música para os gatos. Além disso, comentaremos sobre uma música especialmente criada para eles.

O ouvido dos gatos

quando-adotar-um-gato

Todos aqueles que têm um gato sabem que os ruídos fortes não são nada agradáveis para eles. Entretanto, é possível que você já o tenha pego prestando atenção a alguma melodia mais suave. Isso é porque elas influem em seu cérebro.

O ouvido dos gatos é muito mais desenvolvido do que o dos seres humanos. Ele é formado por dois auriculares independentes que são capazes de captar sons. Estes têm 20 músculos auditivos capazes de executar os movimentos necessários para, assim, poderem separar ruídos que ocorrem de forma simultânea.

Portanto, os gatos são capazes de escutar e perceber sons que nós não podemos.

Um experimento demonstrou o efeito da música nos gatos

Um reconhecido catedrático perito em conduta animal da Universidade de Viena, Hermann Bubna, realizou um estudo com centenas de gatos. A finalidade era demonstrar que grande parte dos remédios poderiam ser substituídos por músicas relaxantes.

Durante cinco dias, o doutor Bubna gravou o comportamento que os gatos apresentavam ao escutarem diferentes músicas. Quando gostavam, os felinos permaneciam quietos e tranquilos. Mas se o que tocava não era agradável para eles, iam para outro lugar.

Quase todos os gatos tiveram os mesmos comportamentos. Por exemplo, mostravam-se mais tranquilos e relaxados quando escutavam melodias com compassos rápidos e tons graves de vozes masculinas. Assim, Bubna chegou à conclusão de que uma música com o ritmo adequado poderia influenciar no relaxamento e acalmar os gatos.

Bubna também concluiu algo interessante. O efeito da música nos gatos pode ser incrementado pela transferência do estado emocional de seu dono. Quer dizer, que se este estiver tranquilo, isso será transmitido ao bichano e este passará a apresentar a mesma atitude.

Temos que recordar que os hábitos adquiridos são necessários nesse aspecto. Quer dizer, se o nosso gato está acostumado desde pequeno a escutar músicas relaxantes, quando ele for maior e passar por situações de estresse, é certo que a musicoterapia causará um efeito positivo nele.

Música para gatos

importante-que-seu-gato-se-sinta-seguro

Agora, qual é a melhor música para gatos? Bom, qualquer tipo de música clássica que você perceber que faça com que seu felino fique tranquilo é boa. Porém, há composições criadas especialmente para eles. Comentaremos quais.

Em um estudo realizado em Wisconsin sobre o efeito terapêutico da música nos gatos, concluiu-se que os sons naturais para os bichanos eram os que estavam, em média, uma oitava mais alta que os sons feitos para as pessoas.

Assim, decidiram criar uma música especialmente para os felinos. Por exemplo, incluíram trechos com o ronronado felino e com ritmos de sucção. Para se provar este estudo, 47 gatos foram expostos ao som da música de Bach.  Mas eles não reagiram, absolutamente. Porém, ao escutarem a criada com base nos sons felinos, a coisa mudou. Todos os gatos se entusiasmaram e se emocionaram ao ouvi-la e inclusive se aproximaram dos alto-falantes para esfregar o nariz.

Com esse experimento, acredita-se que seria possível relaxar nossos pets sem a necessidade de medicamentos.

Portanto, sim, a música influi também de maneira benéfica nos gatos. Só nos resta saber escolher a mais adequada para os nossos amigos felinos.