Não às fábricas de filhotes

fábricas de filhotes

As chamadas fábricas de filhotes se caracterizam pela criação de cães, gatos ou outros animais de companhia em massa, sem levar em consideração períodos e nem regras que deveriam ser seguidas por qualquer criador sério. Se trata de um grande negócio que se encarrega, entre outras coisas, de encher de animais de estimação as vitrines das lojas e de dinheiro os bolsos de seus responsáveis, pouco importando o bem-estar dos bichinhos.

Alguns dados sobre as puppy mills

Filhote

Conhecidas como puppy mills na língua inglesa, estas verdadeiras fábricas de filhotes existem em maior número do que podemos imaginar. Apenas nos Estados Unidos se estima que há 10 mil delas.

Mas para produzir mais filhotes ao mais baixo custo e assim poder vender mais quantidade e mais barato, os animais são submetidos a toda classe de privações e maus-tratos.

Por isso é importante que tomemos consciência dessa situação para não contribuirmos com ela. O ideal seria que todos escolhessem adotar um animal de estimação. Mas se você decide comprar um, faça isso em um lugar seguro, que garanta que o animal foi criado em condições totalmente salubres.

Se você ama os animais, evite adquirir os que são provenientes das chamadas fábricas de filhotes. Prefira a adoção ou compre-os em criadouros de absoluta confiança.

Como vivem os animais nas fábricas de filhotes

Nas fábricas de filhotes os animais costumam viver amontoados em jaulas ou contêineres sujos e expostos a se contagiarem por todos os tipos de doenças. Ou também podem estar amarrados. Mas também:

  • Não passam com suas mães o tempo necessário.
  • Não são alimentados adequadamente.
  • Não recebem a devida socialização.
  • Ninguém os leva para passear e nem brinca com eles. E muito menos fazem carinho neles.
  • Não recebem os controles veterinários pertinentes e nem são vacinados de acordo ao calendário estabelecido.
  • Os bichinhos são vendidos antes de alcançarem o peso e a idade requerida por lei e, muitas vezes, falsificam o pedigree e os documentos sanitários.
  • Os filhotes podem ser levados em caminhões e morrer durante o transporte. As viagens podem ser muito longas -inclusive de um país para outro- e em péssimas condições.

As mães dos filhotes também são vítimas das puppy mills

Mas além dos filhotes, as fêmeas utilizadas para a reprodução também são vítimas desse deplorável negócio e estão condenadas a parir de maneira constante.

Como os filhotes são desmamados antes do previsto, as cadelas e as gatas voltam a entrar no cio mais rapidamente, para poder continuar aumentando os lucros dessa gente sem escrúpulos.

Além disso, também vivem amontoadas e não recebem nem a atenção e nem a alimentação adequada. Uma vez que deixam de ser úteis, são leiloadas ou sacrificadas.

Como os bichinhos são criados em uma fábrica de filhotes

Se você, consciente ou inconscientemente, adquiriu um filhote criado em uma puppy mill, saiba que seu bichinho poderá ter diferentes problemas:

  • Físicos e de saúde, que podem se manifestar em poucos dias depois de realizada a compra. Costuma haver casos de parvovírose, brucelose, destempero canino, sarna e tosse dos canis, além da presença de parasitas internos e externos. Como não se realizam os devidos cuidados, esses filhotes também podem apresentar enfermidades hereditárias.
  • De “personalidade” ou conduta. Costumam ser animais medrosos, inseguros ou agressivos.
  • De socialização com os humanos, em virtude do escasso contato que tiveram com as pessoas durante a permanência deles nesses criadouros.

Não adquira animais provenientes de uma fábrica de filhotes

Filhote

Se você quer evitar que esse negócio se expanda, leve em conta as seguintes recomendações na hora de adquirir um animal de estimação:

  • Recorra apenas a criadouros responsáveis e reconhecidos.
  • Evite comprar filhotes em lojas onde os exibem em vitrines.
  • Desconfie de ofertas e de preços muito baixos.
  • Não compre bichinhos pela internet e nem por anúncios de jornais.

Além disso, recorra as autoridades para denunciar a existência de fábricas de filhotes –embora elas sejam difíceis de serem localizadas- e de lojas que exploram desta maneira cruel os animais.

Lembre-se, se não houver clientes, não há negócio. É simples assim. Por isso, é sempre melhor que você opte pela adoção.