Não grite com o seu cão, ajude-lhe a entender o que ele fez de ruim

Latidos incontroláveis, destroços aos montes, fezes em metade do comedouro…. Não grite com o seu cão. Gritar com um cão não resolverá os problemas e, possivelmente, contribuirá para piorá-los. Tente ignorar o comportamento ruim e recompensar o bom.

Aprenda a armar-se de paciência

Convenhamos que há situações nas quais o seu amigo de quatro patas contribui em muito para te deixar louco. Mas devemos saber também que ele não o faz com essa intenção. É que você se zanga como humano e ele atua como um cão.

Assim, em muitas ocasiões, você deverá aprender a respirar profundamente, armar-se de paciência e, com muito amor e dedicação, tentar fazer o seu peludo entender como devem ser as coisas.

“Treinado ou não, um cão sempre será, até certo ponto, ele mesmo”.
-Carol Lea Benjamin-

Gritar não resolve as coisas

cão-destroi-tudo

Primeiro e principalmente, convença-se do seguinte: os gritos não resolverão as coisas e nem farão com que o seu amigo de quatro patas deixe de fazer o que ele está fazendo e que tanto te irrita.

É possível que, se você gritar, consiga com que o seu cão, de forma momentânea, deixe de realizar uma determinada ação. Entretanto, em pouco tempo ele voltará a fazer o mesmo.

Os gritos são apenas uma solução temporária e não geram nada de positivo no seu bichinho.

Não grite com o seu cão, busque a solução

Em diferentes áreas de nossa vida, gritar não soluciona os nossos problemas. Quando alguém quer impor algo através do grito, se o obtiver, é por meio do temor que provoca no outro. Essa não é uma boa maneira de resolver as coisas.

O mesmo se passa com o seu cão. Por isso, uma boa forma de educá-lo é com o reforço positivo, uma técnica na qual os bons comportamentos do animal são recompensados, por exemplo:

  • Alimentos de seu agrado
  • Palavras de carinho
  • Carícias
  • Brinquedos
  • Brincadeiras
  • Passeios

Quando é conveniente desafiar o nosso animal de estimação

Tenha em mente que, por exemplo, se o seu cão teve uma atitude destrutiva, repreendê-lo apenas ajudará se você pegá-lo em flagrante.

Se você o repreender depois, quando já ocorreu o fato, você apenas o confundirá. O cão não pode relacionar sua irritação com algo que ocorreu momentos antes.

Mas se você o flagrar em pleno ato de destruição, é o momento certo para elevar o tom de voz, sem gritar e, de forma firme e contundente, lhe fazer entender com um “NÃO” ou com uma palavra semelhante, que ele não deve ter esse tipo de atitudes.

Resista uma vez mais a tentação de gritar com o seu peludo

Gritar ou amedrontar um cão com diferentes tipos de castigos físicos não solucionará os maus comportamentos. Certamente os potencializará.

Além disso, desta maneira, criam-se animais assustados que podem começar a desenvolver diferentes transtornos de comportamento, como é o caso das estereotipias.

Por isso, a melhor opção sempre é recompensar as boas condutas e ignorar as más.

Eduque o seu cão com paciência e constância

Tenha em mente que educar um cão é um trabalho diário que requer:

  • Tempo
  • Paciência
  • Perseverança

Você não deve desanimar se os resultados não ocorrerem rapidamente. Muito menos deverá cair na tentação de gritar com o seu amigo peludo. Pode ser que você tenha que investir várias semanas para começar a ver resultados positivos.

Enquanto isso, faça com que ele saiba que é um bom cão. Demonstre o quanto você lhe ama com palavras de afeto e carícias, e recompense os seus avanços.

Conte até dez e o ame muito

cão-e-dona

Os cães aprendem por repetição e por associação de conceitos. Por isso, para conseguir eliminar uma conduta inadequada, o ideal é substitui-la –pouco a pouco- por uma boa, que deverá ser premiada.

Educar o seu cão deve ser uma experiência positiva para você e para ele. Sempre se aprende melhor se se gera um ambiente divertido e descontraído, não tenha dúvidas em relação a isso. Nada de bom se obtém com perseguição e nervosismo.

Assim, não grite com o seu cão por algo que ele fez de ruim, conte até dez e busque a melhor forma de eliminar esses maus comportamentos que tanto lhe irritam.