Ney, um cão que conquistou toda uma cidade da Espanha

Se você já passou alguma vez pela Praça de Lugo, na Corunha, no noroeste da Espanha, talvez já tenha cruzado com Ney, um cão tão querido que chegaram até a erguer uma estátua para ele. O animal faleceu faz dois anos, mas se manteve vivo na memória de sua dona. E também na de todos os vizinhos e demais pessoas que souberam gostar dele.

Conheça a história de Ney, o cão da Praça de Lugo

Ney é um belo Golden Retriever que roubou o coração dos moradores da Corunha com o seu caráter bondoso e sua boa predisposição com crianças e adultos. Ney era o animal de estimação de Marisol, a dona de uma floricultura que fechou recentemente.

O negócio estava localizado na Praça do Lugo. Lá, o bichinho era visto sempre, acompanhando a sua dona e fazendo a alegria de clientes e transeuntes.

O carinho que sentiam pelo animal era tanto que os moradores da Corunha decidiram erguer uma estátua de bronze para ele. Formou-se uma comissão e começaram a arrecadar fundos.

Mas, apesar da boa vontade, não conseguiram juntar dinheiro necessário. E, três meses depois de comemorar seus 13 anos de idade, Ney faleceu, mas a estátua não havia podido ser erguida para ele.

Conheça a história de Ney, um cão que soube roubar o coração dos habitantes da Corunha.

Ney, um cão imortalizado em bronze

ney-um-cao-1-e1480615273426

Fonte: www.lavozdegalicia.es

Pouco tempo antes da morte do bichinho, um casal – que pediu para permanecer no anonimato – doou os 12 mil euros, o valor que custava para fazer a escultura. A obra pertence ao artista Miguel Couto, que imortalizou o animalzinho na Praça do Lugo.

Foi assim que todos puderam ter sempre presente Ney, um cachorro realmente querido. Até a estátua de bronze está perdendo sua cor, na altura da cabeça, porque ninguém consegue deixar de acariciá-la, da mesma maneira que faziam com o belo e simpático Golden.

O dinheiro previamente arrecadado pela comissão foi doado a uma organização sem fins lucrativos que trabalha na defesa dos animais.

Lembrando de Ney

Depois da morte de Ney, Marisol pensou em não ter mais cães. No entanto, pouco tempo depois chegou em sua vida Coco, um cão vira-lata que tinha sido abandonado pelos seus donos.

O novo animal de estimação da mulher logo ganhou o carinho dos vizinhos, que, certamente, sentirão saudades deles tanto quanto de Ney, agora que o negócio fechou definitivamente suas portas.

Mas permanece a lembrança dos bons momentos. Por exemplo, quando Ney consolava um vizinho que tinha Alzheimer. A família o trazia diariamente na sua cadeira de rodas e o homem sorria quando acariciava o cão.

Ou a tradição de tirar fotos com crianças e adultos, que, agora, repete-se junto a sua estátua. E a travessura de roubar comida das crianças, apesar de nos últimos anos o cão ter tido que levar uma dieta mais restrita. Por isso, às vezes tinha pendurada uma plaquinha no seu pescoço para pedir às pessoas que não o alimentassem.

O legado de um cachorro

Entre anedotas e boas recordações, Ney continua vivo no coração de todos os que o conheceram e desfrutaram de sua amizade. Agora, contam sua história a todo aquele que queira ouvi-la, enquanto tira uma foto junto à estátua.

E a fama de Ney ultrapassou os limites da praça e da cidade. Sua imagem pode ser vista no canal internacional de Televisão Espanhola. E os donativos para a estátua chegaram desde os lugares mais longínquos.

Mas, além disso, seu grupo no Facebook (Ney, el perro de la Plaza de Lugo) hoje se tornou um ponto de encontro para aqueles que querem e cuidam dos animais.

No link a seguir vamos deixar para você algumas imagens de Ney, um cão tranquilo, simpático e brincalhão. E que soube ganhar o coração de todos os que tiveram o privilégio de conhecê-lo.

Fonte das fotos: La voz de Galicia