O American Pit Bull Terrier. Um amigo fiel e incansável

american-pit-bull-terrier

Você está procurando um cachorro para ser seu animal de estimação? Quer um cão carinhoso, fiel e dependente? Ou quer um que lhe proteja e defenda sua casa? Um cachorro enérgico, obediente e fácil de adestrar? Pois se você busca tudo isso, o American Pit Bull Terrier é a sua melhor opção e vai ser tornar o seu melhor amigo.

De onde vem o Pit Bull Terrier?

A raça Pit Bull Terrier teve sua origem nos Estados Unidos com a chegada dos imigrantes britânicos. Em sua busca por um cachorro guardião grande, cruzaram várias raças até que foram cruzados um Bulldog e um Terrier.

Quando os espanhóis chegaram à América, importaram também Alanos Espanhóis, que ao serem cruzados com a mistura de Bulldog e Terrier, originou o American Pit Bull Terrier.

Também pode ser que o cruzamento com os Alanos tenha ocorrido através dos ingleses, pela quantidade de Alanos que foram importados da Espanha antes que os ingleses chegassem a América.

Além de ser um cão guardião, o Pit Bull Terrier foi usado para lutar contra touros, e após a proibição destas brigas, com outros cães, como raças maiores e caça para tocar o gado.

Como ele é fisicamente?

american-pitbbull-terrier-1024x848

O Pit Bull Terrier tem a cabeça média e retangular com o crânio plano e largo. Tem bochechas proeminentes e não tem rugas.

Seu focinho é quadrado e amplo, com grandes mandíbulas que podem ser de tesoura. Os olhos são separados e baixos, e o nariz largo e claro.

Suas orelhas são de inserção alta, ou seja, estão na parte superior da cabeça e não nas laterais. São eretas e não têm pregas.

O pescoço é musculoso, pronunciado, sem pregas e arqueado, assim como o tronco que é curto e forte e está ligeiramente inclinado no sentido do rabo.

O rabo é de inserção baixa e se estreita na ponta, enquanto as patas são grandes, de ossos arredondados. Os pés têm os dedos arqueados.

No geral, não é um cachorro muito grande e não passará de 30 quilos no caso de machos.

Mas tem certeza que eles podem viver em família?

american-pitbull

O American Pit Bull Terrier tem fama de agressivo e violento, mas esta fama não é merecida. Na realidade, é uma raça carinhosa, divertida e muito tolerante com as crianças; deixará que elas lhe toquem e participará das suas correrias.

É uma raça muito inteligente, ainda que eles costumem ser teimosos. Eles costumam colocar algo na cabeça e não vão parar até que consigam o que querem ou que lhes deem a ordem oposta.

Entretanto, se adapta bem a mudanças e é uma das poucas raças que podem trocar de família e se adaptar tão bem à segunda quanto se adaptou à primeira, sentindo-se aceito, como parte da família.

Como cão fiel e protetor que é, vai se entregar ao máximo a sua família, ainda que sempre guarde um lugar especial para aquele que considerar seu melhor amigo.

É um cão animado e divertido, muito unido a sua família humana.

Qual o melhor ambiente para um Pit Bull?

Por ser um cão originalmente usado para brigas e para tocar gado, é inquieto e precisa de uma grande quantidade de exercício, por isso deve fazer longos passeios regularmente e praticar muita atividade física.

Sua família ideal seria uma família adulta com filhos de mais de 14 anos, porque teriam tempo para ele. As famílias jovens ou com filhos pequenos não lhe convém, porque cada vez terão menos tempo para ele e ele terá dificuldade em se acostumar aos filhos que venham a nascer.

Quanto mais tempo puder dedicar a ele, melhor, não se esquecendo de dedicar também energia, já que ele deve se exercitar.

Em resumo, o American Pit Bull Terrier é o animal de estimação ideal para defender o seu lar, proteger os seus filhos e ter um companheiro de vida e de brincadeiras.

Além disso, ele aprende muito rápido e pode ser muito bem adestrado, não somente educado para viver em família, coisa que deve ser feita desde filhote, mas também treinado para brigas ou para guardar a casa, o que o converte em um excelente cachorro guardião.

Ele não defenderá qualquer espaço ou qualquer um que o leve pela coleira; somente a sua família e a sua propriedade.