O cão cego que tem um cão-guia

hoshi

Os cães-guias de cegos são conhecidos mundialmente. São aqueles que foram treinados para guiar e proteger as pessoas cegas. E se o cego que necessita de ajuda for outro peludo? É provável que você nunca tenha pensado nisso, mas hoje lhe contaremos a história de Hoshi, o cão cego que tem um cão-guia cego.

A lealdade e o amor dos animais não conhece limites, nem tamanho, raças ou cor de cabelo ou de pele. E esta é uma história que mais uma vez demonstra isso totalmente.

Hoshi e sua história

cao-cego-que-tem-cao-guia-2

Fonte: Facebook do The.Fluffy.Duo

Hoshi, aos 11 anos de idade, foi diagnosticado com glaucoma em estado avançado. Foi preciso que retirassem seus dois olhos para que ele não tivesse sua vida colocada em risco.

Isto supôs uma mudança triste e muito radical na vida de Hoshi. Nada em sua vida voltaria a ser igual, pelo menos era isso que todos pensavam.

Os donos estavam arrasados, mas tiveram que aceitar a decisão médica, confiando que era o melhor a fazer. Entretanto, como medida preventiva, eles decidiram adotar Zen, um pequeno Pomerânia. Assim, Hoshi não sentiria o golpe da solidão. Mas Zen chegou a ser muito mais do que isso…

Uma vez que Hoshi foi operado e sobreviveu, seus donos pensaram que seria uma boa ideia colocar nos cães um peitoral que unisse os dois, para que ambos caminhassem juntos. Mas isso não funcionou perfeitamente.

Zen apresenta seu talento como guia de cegos

Dizem que os animais têm um sexto sentido, e no caso de Zen, assim se comprovou. Parece que Zen tinha muito claro que seu novo amigo não podia enxergar e que necessitava de sua ajuda. Assim, ele começou a guiá-lo através de seus latidos. E, depois, com uma pequena correia atada a ambos.

Zen faz seu papel como guia de cegos de maneira muito natural, e Hoshi parece confiar plenamente nele. Ambos se tornaram inseparáveis e vão juntos a todo lugar. Desenvolveram uma profunda amizade que vai além dos preconceitos que os seres humanos têm.

O mais curioso desse caso é que Zen nem é um cão-guia de cegos. Ele jamais recebeu capacitação para isso, entretanto, cumpre com perfeição o seu papel.

Zen e Hoshi, protagonistas das redes sociais

Os donos do Hoshi e Zen acreditaram que esta história tão especial não podia ficar anônima. Eles decidiram compartilhá-la nas redes sociais sem nunca esperar uma resposta das pessoas.

Zen e Hoshi se tornaram famosos no Instagram, Facebook e em todas as demais redes sociais. Ele tem uma conta com 25 mil seguidores.

Diariamente, eles publicam fotos, vídeos e posturas estranhas, mas divertidas, destes dois amiguinhos tão peculiares e especiais. Eles são capazes de despertar diariamente a admiração de todos aqueles que os seguem e se interessam por eles.

A empatia e a lealdade canina

cao-cego-que-tem-cao-guia-3

Fonte: Facebook de The.Fluffy.Duo

Os animais demonstraram uma lealdade excelente, não só com as pessoas, mas também com seus congêneres e outros animais, como foi o caso de Hoshi e Zen.

Em artigos anteriores, contamos histórias de cadelas que cuidavam de gatos, de um cão que cuidou de sua irmã cachorrinha por um longo tempo até ela encontrar um lar, e muitas outras.

Entretanto, também conhecemos histórias sobre as amizades entre animais de diferentes espécies e como se cuidaram, mesmo que para isso tivessem que arriscar sua vida.

Os animais têm muito a nos ensinar, pois sua lealdade e ausência de preconceitos nos dão uma valiosa lição, de que os sentimentos sincero vão muito além do perceptível aos olhos humanos. O amor, a amizade e a lealdade se apoiam no que se sente ao estar ao lado daqueles a quem amam e inclusive daqueles que nem conhecem.

Portanto, observemos como agem os animais e sigamos seu exemplo para fazer deste mundo um lugar melhor.

Fonte das imagens: Facebook do The.Fluffy.Duo