O que dizem os dentes do seu gato?

Os Gatos foram, e tradicionalmente ainda são, animais de caça. Os dentes dos felinos são uma parte importante da saúde deles e é necessário conhecer as doenças que podem afetá-los. Agora o Meus Animais vai indicar algumas doenças que podem afetar os dentes do seu gato.

Gatos nascem com dentes provisórios e depois de 4 meses trocam os dentes para os definitivos, que devem durar a vida toda. Portanto, é importante cuidar dos dentes do seu gato e detectar as doenças que os afetam.

Quais doenças a boca do meu gato pode ter?

dentes-gato-2

Restos de comida acumulam-se nos dentes dos felinos e bactérias são adicionadas à saliva e seus minerais, criando uma placa bacteriana que é depositada sobre os dentes e que se converte em tártaro.

O tártaro é prejudicial porque pode causar a perda dos dentes e a inflamação das gengivas. Para evitar o  acúmulo é necessário levar o gato ao veterinário e executar limpezas periódicas na arcada dentária.

Gengivite

A gengivite é a inflamação da gengiva por acúmulo de tártaro ou por infecção bacteriana. Esta inflamação produz uma dor aguda e é tratada com antibióticos, embora em casos graves, as gengivas precisem ser tratadas cirurgicamente.

Reabsorção dentária

Reabsorção dentária é a inflamação do tecido ao redor do dente, causando danos e a queda do dente.

Esta é uma condição dolorosa que afeta muitos gatos adultos e apresenta sintomas como salivação excessiva e falta de apetite.

Fratura dentária

Consiste no rompimento do dente do gato. Isto é doloroso para o animal e se isso ocorrer, você deve levá-lo ao veterinário rapidamente.

Como posso evitar doenças dentárias no meu gato?

gato-mordendo-3

A melhor maneira de prevenir doenças nos dentes do seu gato é fornecendo uma dieta adequada, equilibrada e saudável, de preferência com ração, que ajuda na higiene dental, porque elas limpam os dentes ao esfregá-los e, assim, evitam que sobre restos de alimentos. Isso atrasa o início do tártaro.

Comida enlatada, comida caseira e petiscos para gatos deixam muitos resíduos, então se o seu gato come essas coisas e não come ração seca, você deve escovar os dentes dele pelo menos uma vez por semana com um creme dental específico para gatos.

Além disso, você deve verificar periodicamente a boca dele e estar atento para o odor do hálito (que pode ser devido à má higiene bucal, ao tártaro, à inflamação da gengiva ou problemas renais, gastrointestinais e respiratórios) e salivação excessiva (pode indicar uma reabsorção de dente, problemas de deglutição ou até mesmo uma infecção das glândulas salivares).

Além disso, você deve ir ao veterinário uma vez por ano, então, faça sempre no seu gato uma limpeza oral completa.