O que é a marcação de território dos gatos?

Muito se diz sobre a territorialidade dos gatos, em especial frente a situações como brigas com outros animais. No entanto, existe muita ignorância em relação à marcação de território dos gatos, portanto a seguir falaremos um pouco sobre isso.

Conhece-se como marcação de território felino o processo no qual os gatos deixam sinais, sejam visíveis ou olfativos, a outros da mesma espécie, para que eles saibam que determinado lugar ou objeto lhes pertence.

Isto se consegue graças a diferentes comportamentos e estratégias que os gatos utilizam, sendo eles animais muito inteligentes, com uma linguagem corporal e de feromônios extraordinária e complexa.

Apesar da delimitação do território ser uma das principais razões pelas quais os gatos recorrem à marcação, ela não é a única.

Ao contrário do que muitos pensam, os gatos são animais sociais e através da marcação, é como se eles passassem a ser conhecidos dentre os demais felinos de sua região.

Isso é importantíssimo nos períodos de cio, pois é a gata quem sai à procura de machos e, através dos rastros de urina e feromônios, é que elas encontram um parceiro. Vejamos algumas particularidades deste processo.

Delimitação do território

A marcação de território

Você já observou o seu gato se esfregando contra objetos, animais ou pessoas? Por mais doce que isso possa parecer, esse gesto é a maneira que o seu gato utiliza para dizer aos outros felinos que estes objetos lhe pertencem.

Os gatos produzem feromônios através de glândulas localizadas ao longo de todo o corpo, incluindo as patas. Através desse roçar, o gato impregna com o seu cheiro todas as superfícies com as quais ele tem contato, de modo que quando se esfrega contra suas pernas, ele está indicando a outros animais que você lhe pertence.

Existe a hipótese de que os gatos realizam uma marcação de território, também quando amassam os objetos, sejam almofadas, suas pernas ou outras superfícies as quais eles costumam descansar placidamente. No entanto, também é dito que este comportamento é um reflexo de sua etapa infantil.

Outra maneira que os gatos têm de delimitarem seus territórios é através de pequenas porções de urina. A urina dos gatos contém feromônios produzidos em suas glândulas anais, que advertem a outros gatos que este território pertence a alguém mais.

Os gatos também utilizam estes pequenos esguichos de urina para marcarem seus lugares favoritos, em especial aqueles onde eles podem repousar com tranquilidade.

No entanto, quando os gatos urinam nos lugares onde nós passamos muito tempo, por exemplo nossa cama, isso quer dizer que ele está reclamando a propriedade sobre aquele espaço que se encontra completamente impregnado com o nosso cheiro.

Outra razão pela qual os gatos fazem xixi sobre as nossas camas ou móveis, tem a ver com uma tentativa da parte deles de estreitar os laços de afeto conosco.

Igualmente, os arranhões são indicativos visíveis de que os objetos que podem interessar a outros gatos já têm um proprietário.

São uma maneira de informar não só da presença deles, mas também de seu tamanho, sendo em grande parte um elemento intimidatório para outros animais.

Durante a cio

O cio dos gatos

Como informamos no início deste artigo, a marcação também tem uma forte conotação comunicativa. Uma vez que um gato macho (se não for castrado) detecta a presença de uma fêmea no cio, assim ele começará a urinar constantemente com a finalidade de atrair a fêmea.

Através do forte odor dos feromônios que descarregam ao urinarem, eles informam as gatas que estas poderão entrar em seus territórios sem inconveniente, pois eles estão dispostos a se reproduzirem.

No entanto, para os gatos, este não é um comportamento que se mantêm durante todo o ano, pois ele desaparece tão logo tenha passado a época de cio.

Igualmente, por meio de brincadeiras, o gato realiza diferentes tipos de sinais que permitem aos outros felinos saberem se eles são bem-vindos ou não no território alheio.

Embora não seja muito comum, muitos donos de gatos comentam que seus bichanos convidam a outros gatos para virem a seus lares para compartilhar comida, teto ou um espaço seguro onde possam brincar.