O que fazer se seu cão tem medo de trovão

medo de trovão

Há muitos casos de cães que têm de medo de trovão, o que se denomina “astrofobia”. Trata-se de uma situação complexa, de difícil solução, que causa uma má experiência para muitos animais sensíveis.

Variáveis que influenciam na ‘astrofobia’

Fatores como a raça, a idade e o sexo dos cães influenciam no nível de sofrimento e medo de trovão. Embora não se saiba a origem do temor relacionado a este fenômeno, determinadas teorias dizem que alguns cães estão geneticamente predispostos a isso. Outros desenvolvem medo de tempestade depois de sofrerem uma má experiência ou de verem outro animal ou pessoa nervosos durante um temporal.

Os especialistas afirmam que não há um tratamento garantido contra a “astrofobia”, já que, o que pode ajudar um cão, pode não ter efeito sobre outro e, da mesma forma, um método que funciona durante uma tempestade pode não funcionar em outra.

Alguns remédios contra o medo de trovão

medo de trovão

A intensidade do medo de trovão pode ser diferente em cada cão. Enquanto alguns têm uma ansiedade moderada, outros tremem e ofegam, e nos casos mais severos, o cão pode se machucar ao querer passar por janelas ou sair correndo para a rua em meio a uma tempestade.

  • Tente fazê-lo perder sua hipersensibilidade. Podemos gravar um CD ou dispositivo similar com sons de uma tempestade durante um minuto; desligar o aparelho quando o cão se alterar; esperar que o animal se acalme e tocar novamente a música por um breve período de tempo. Esta operação deverá ser repetida umas cinco vezes, com intervalos de dez minutos, durante quatro ou cinco dias; deixe passar por volta de duas semanas e inicie uma nova sessão.
  • Desenvolver mais segurança. É muito positivo encontrar um lugar onde o cão se sinta seguro durante uma tempestade e treiná-lo lá. Pode ser um lugar no porão, sem janelas e com a luz apagada, para que seja mais difícil ver os relâmpagos. Em tal lugar deve haver uma casinha para cães com a porta aberta e um colchonete confortável. Também se pode utilizar um local sem janelas. O dono do cão deve permanecer com ele por alguns momentos e lhe dar algo para comer, para que o animal pense que se trata de um lugar agradável. Também se pode cobrir o animal de estimação com uma manta ou com uma toalha.
  • Também podem funcionar os remédios contra a ansiedade, mas nem sempre eles são facilmente administrados. O efeito desses remédios demora mais de 20 minutos para aparecer, portanto será necessário “intuir” que vai haver uma tempestade.
  • Assim como ocorre com os humanos, algumas ervas e chás ajudarão para que o animal relaxe e se sinta melhor.
  • A atitude do dono também é importante. Se o dono se estressa, fica nervoso ou se angustia, isto será passado para o animal. O melhor é deixá-lo tranquilo, sem lhe castigar e nem lhe fazer muitas carícias. Castigar o cão só fará com que ele tenha mais medo e ansiedade, já que ele associará o trovão não só com o medo, mas também com o castigo. Acariciar ou lhe tranquilizar em excesso tampouco é bom, já que isto lhe ensinará que sua conduta ansiosa é apropriada e agradável para você.

Técnicas de modificação de comportamento

As técnicas e métodos de modificação do comportamento com muita frequência são eficazes para eliminar os medos e as fobias. As técnicas mais adequadas são as chamadas contracondicionamento e dessensibilização.

medo de trovão

Estas técnicas devem ser aplicadas de maneira progressiva, e o objetivo é ensinar o cão a responder de forma não-medrosa aos sons e a outros estímulos que anteriormente lhe davam medo.

Começaremos expondo o nosso amigo a um nível de intensidade de ruído que não o assuste, junto com o uso de um estímulo agradável, como uma bola ou uma brincadeira divertida. Pouco a pouco aumentaremos o volume, à medida em que continuamos oferecendo o estímulo agradável. Através desse processo, o animal vai associar “coisas boas” com o som previamente temido.

Também é útil utilizar os serviços de um treinador especialista e com boa reputação que nos ajude com este assunto. É óbvio que estas ações terão que ser feitas por algumas semanas antes que ocorra uma tempestade ou os barulhos de fogos de artifício. De nada servirá tentar desenvolver essas ações no momento em que os estímulos que dão medo no cão ocorram.