Orientação para a vacinação dos filhotes de cachorros

Ao longo dos anos, as equipes de pesquisa desenvolveram várias vacinas essenciais para um bom desenvolvimento da saúde do cão. O trabalho dos praticantes da medicina para animais é absolutamente necessário, mas também é importante que os donos sejam os principais protetores do bem-estar de seus animais de estimação.

Para os amantes de cães, é essencial conhecer o plano de vacinação a ser aplicado ao seu bichinho. As vacinas para cães são preventivas e eficazes contra o desenvolvimento de vírus, evitando a propagação de doenças em animais e; muitas vezes, salvando suas vidas.

Existem doenças fatais que podem ser evitadas graças a uma injeção e uma desparasitação, ambas muito eficazes. Agora nós explicaremos a orientação para a vacinação dos filhotes de cachorros.

O que é uma vacina?

Os especialistas dizem que as vacinas são essenciais para garantir a saúde do animal. Elas ajudam a preparar o sistema imunológico dos cães para combater a invasão de doenças que poderiam afetar o organismo dos animais.

As vacinas são muito importantes para a saúde dos cães. É por isso que é essencial seguir um calendário de vacinação de acordo com a história, ambiente e estilo de vida de cada animal de estimação.

Quais são as orientações para a vacinação dos filhotes?

vacinação de filhotes

O padrão de vacinação varia de acordo com a idade que o cachorro tem, dependendo deste fator, a primeira dose da vacina determinada se inicia.

É normal começar entre um mês e meio e dois meses de vida, quando é aplicada um primeiro ciclo de vacinas, conhecido como primovacinação.

Aos dois meses, os filhotes devem receber uma proteção contra o coronavirus-Parvovírus e também a trivalente.

Estas duas vacinas são administradas alternadamente, ou seja; quinze dias após ter recebido a vacina contra o coronavírus-parvovírus o filhote recebe a primeira dose da trivalente, quinze dias após ter recebido esta vacina, aplica-se a segunda dose da vacina contra o coronavirus-Parvovírus, e depois de mais de quinze dias será aplicada a segunda dose de trivalente.

A vacina antirrábica é administrada aos seis meses de idade, e uma vez que todas estas vacinas foram administradas, o cão permanecerá protegido durante um ano, daí então, aplica-se a vacina polivalente.

Quais vacinas existem?

Existem diferentes tipos de vacinas que criam anticorpos e que protegem o nosso animal de estimação contra determinadas doenças.

imunizando os filhotes

A primeiro ciclo de vacinas que é administrado, é chamado de primovacinação , e é composto de vírus vivos atenuados e liofilizados contra a cinomose e o Parvovírus.

Uma ou mais raízes de cada vírus são utilizadas, de acordo com o fabricante, eles são atenuados e então são utilizados para que não produzam a doença.

Esta vacina reage com os anticorpos fornecidos pela mãe através do leite em uma idade muito precoce, por isso o cão deve ser revacinado em um período relativamente curto.

A vacina seguinte é a que fornece anticorpos contra coronavirus-parvovírus, então combina-se o Parvovírus vivo atenuado e inativado com o Coronavírus, isso se faz para que se consiga uma boa imunidade.

A vacina trivalente leva este nome porque é eficaz contra as três doenças e é composta de vírus vivos e atenuados da cinomose, da hepatite e da parainfluenza.

Finalmente, a vacina antirrábica é composta pelo vírus da raiva inativado e fornece imunidade contra esta doença por um ano.

A vacina polivalente é dada um ano depois da vacina contra a raiva e também consiste de vírus inativados.

Este é um lembrete de todas as doenças contra as quais o cachorrinho deve ser vacinado.

O veterinário, o seu melhor aliado

Um acompanhamento do programa de imunização (ou seja, as vacinas que o nosso animal deve receber o e a ordem nas quais ele deve recebê-las) é necessário para garantir a saúde do nosso cão, para isso, fazer visitas frequentes ao veterinário e receber suas orientações é essencial.

Como diz o ditado, é sempre melhor prevenir do que remediar, e principalmente, no caso de um dos nossos mais queridos amigos.

Na primeira visita ao veterinário, o especialista fará um primeiro exame que consiste em avaliar a temperatura do cão, ouvir o coração, vermifugá-lo e examinar os ouvidos e a boca.

Além disso, será dada a primeira dose da imunização. Daí em diante, ele irá estabelecer um cronograma de imunização essencial para a saúde do seu animal.