Os alimentos preferidos dos cães

Os alimentos preferidos dos cães

Fazer com que seu cão tenha uma dieta saudável, mas que também seja agradável ao seu paladar é mais fácil do que você pensa. Vamos dizer a você quais os alimentos preferidos dos cachorros, para que possa fazer uma refeição que dará água na boca de seu animal de estimação.

Você sabe se ele prefere os sabores salgados, doces ou amargos? Não quebre a cabeça. O melhor é seguir estas dicas para saber, de uma vez por todas, do que gosta o seu cão.

Alimentos preferidos dos cães

Embora se saiba que muitas das preferências alimentares de seu cão são determinadas pelo instinto, existem também as influências das características especiais de cada um, como sua personalidade e seus hábitos alimentares.

Grande parte das preferências alimentares do cão se desenvolvem em relação com as comidas que ele experimentou ao longo da vida, tendo uma gama mais variada de preferências aqueles que tiveram uma dieta mais variada.

No entanto, nem todas as decisões podem ser tomadas de acordo com o seu gosto, pois pode ser prejudicial para a saúde de seu animal de estimação.

Tenha em mente que os cães são onívoros com preferência carnívora e, ao contrário dos gatos, aceitam com maior facilidade alimentos que não contenham proteína animal. Talvez essa seja a razão pela qual eles preferem alimentos salgados ou simples. Uma boa opção para começar é a ração úmida, pois esta tem uma textura diferente, um cheiro mais forte e vai atrair facilmente a atenção de seu cão.

comida cachorro e gato

Já que falamos em preferência, no que se refere à proteína animal, o cachorro parece mais inclinado ao consumo de carne vermelha do que peixe. Portanto, se você o lhe der escolha ele provavelmente vai escolher carne vermelha.

De acordo com muitos veterinários, embora os gostos particulares influenciem a escolha de um ou outro alimento, dentro de sua preferência por carne o cão sempre vai priorizar a carne de vaca, depois de porco, cordeiro e, finalmente, frango.

Outro fator de influência é a comida que os donos ingerem. Portanto, os cães terão vontade de comer doces, laticínios ou qualquer outro tipo de alimento que seu dono consumir. No entanto, esses alimentos não vão satisfazer suas necessidades e, pelo contrário, podem fazer mal.

Com relação ao consumo de frutas e verduras, os cães são um pouco mais exigente, mas parecem ser atraídos por aquelas ricas em fibra e que sejam muito suculentas, como maçãs, bananas ou cenouras. A preferência dos cães por alimentos úmidos também é evidente quando é dada a escolha entre uma ração seca ou molhada, escolhendo, na maioria dos casos, a segunda opção.

Se o seu cão revira o lixo ou consome carne decomposta (de um animal morto encontrado durante uma caminhada, por exemplo), se deve, além de ter como ancestrais os lobos (que são principalmente caçadores), guardam relação com coiotes, que são animais carniceiros. Embora isso dependa da característica mais desenvolvida da personalidade do cachorro.

A importância do olfato

olfato beagle

O olfato, tanto em cães quanto em humanos, se encontra fortemente ligado ao paladar. E não é apenas um critério de seleção, mas também de proteção, pois o olfato indica ao animal se a comida se encontra em bom estado ou se pode ser tóxica.

Os cães possuem cerca de 220 milhões de células olfativas, portanto possuem uma experiência muito diferente do que nós podemos experimentar com nosso olfato. Faça com que os alimentos de seu animal de estimação sejam atrativos ao seu nariz, assim ele devorará com gosto o que tiver no prato.

Alimentos que os cães não gostam

Ao contrário de sua predileção por alimentos salgados, os sabores amargos os repelem de imediato. É por essa razão que é tão difícil que consumam determinados tipos de medicamentos.

A memória também influencia os alimentos que eles não gostam. Por tanto, se ao consumir algo o cão experimentar algum tipo de experiência negativa (enfermidade, mau gosto na boca etc), o mais provável é que o rejeite na próxima oportunidade que tenha de consumi-lo.

Portanto, tenha isso em mente e misture os alimentos que ele gosta com os que são necessários para ele. Assim, será muito mais fácil cuidar da dieta e manter a saúde de seu animal de estimação.