Os animais de estimação e as alergias… Há muitas soluções!

Os animais de estimação são muito recomendáveis para nossa saúde, não só a nível físico, mas também a nível emocional. Infelizmente, muitas pessoas desenvolvem alergias, seja ao pelo de certos tipos de animais que temos ou a fluidos.

A seguir, veremos o tema dos animais de estimação e as alergias, assim como as múltiplas soluções que existem para enfrentar esse problema.

Uma das vantagens de crescer ou conviver com animais de estimação tem a ver com o desenvolvimento de anticorpos e o fortalecimento da flora bacteriana dentro do organismo, sendo a exposição desde pequenas idades um fator que diminui os riscos de desenvolver alergias a animais ou doenças derivadas do contato com eles.

Por exemplo, é uma realidade científica que as crianças expostas as endotoxinas (que são componentes das bactérias que moram nos cães e gatos) tenham mais imunidade e redução dos níveis de sensibilidade.

Alergia aos animais

AAlergia aos animais

As alergias produzidas pelos animais devem-se a vários motivos, sendo os mais comuns as proteínas presentes no pelo do animal, na saliva ou na urina.

As reações podem variar de intensidade, dependendo da violência da alergia, chegando a produzir rino conjuntivites, erupções na pele ou problemas respiratórios.

Pelo menos 15% da população sofre algum tipo de alergia relacionada com os animais.

A alergia é produzida como uma resposta excessiva do sistema imunológico a algum elemento externo, que é detectado como perigoso.

Dessa maneira, nosso corpo termina produzindo anticorpos como uma maneira de defesa para atacar os agentes estranhos.

Existem substâncias que têm qualidades que podem chegar a ser alergênicas, ao consumir-las podem gerar uma reação por parte do organismo que ativa o sistema de defesa.

Formas de prevenir os sintomas de alergia

Como prevenir

Se você tiver um animal e desenvolver algum tipo de reação que não é muito forte (erupções leves, olhos chorosos, espirros), e não chegar ao ponto em que a alergia dificulta sua qualidade de vida, pode-se realizar ações que possam reduzir ou evitar a aparição dos sintomas.

Evite que o animal de estimação entre no seu quarto, em especial que tenha contato com seus travesseiros, cama ou cobertores.

Assim evitará o contato de uma boa quantidade de agentes alergênicos e poderá ver como os sintomas são reduzidos de uma forma considerável.

Igualmente, adquira produtos que ajudem a reduzir os agentes alergênicos presentes no pelo dos animais, assim poderá aplicá-lo uma vez na semana, evitando que se produzam os elementos que geram os sintomas das alergias e que sejam dispersos pelo ambiente.

Quando escovar seu animal, o melhor é fazê-lo fora de casa, ou pelo menos em um espaço aberto. Isso evitará que os agentes alergênicos se dispersem no interior de seu lar e tenha que conviver com eles todo o tempo.

Manter limpo o lugar onde seu animal de estimação dorme é fundamental para evitar a propagação de agentes alergênicos e prevenir a aparição de sintomas de alergia.

Igualmente, se seu animal de estimação urina dentro de sua casa, você limpar de imediato, pois essa é a principal fonte de alergias.

As partículas que desencadeiam as alergias, normalmente se acumulam nos tapetes, cortinas, almofadas, fendas ou superfícies onde a poeira se acumula e não são limpos com frequência.

Então, uma limpeza cuidadosa e bem feita na sua casa, te livrará de muitos inconvenientes e dificuldades com a saúde.

Lembre-se que os aspiradores de pó não solucionam os problemas com os agentes alergênicos, visto que não extraem o pó da parte inferior dos tapetes.

A limpeza a vapor, sim, é uma boa solução para esse problema, mas também facilita a aparição de fungos, que também geram agente alergênicos.

O melhor que você pode fazer é ter um chão de cerâmica ou madeira, com tapete removível e que seja possível lavar com certa frequência.